terça-feira, junho 30, 2009

Onde andam eles?

Quando se fala em redução de clubes profissionais há sempre uns arautos que dizem que isso seria “matar o futebol profissional em Portugal”.

Para eles, ter clubes que não pagam salários toda uma época, é alimentar o futebol “profissional”. Hoje, assistiu-se a mais um episódio do nosso futebol “profissional” - a não aceitação da inscrição do Estrela da Amadora e consequente permanência na Primeira Liga do Belenenses clube que terminou em 15º lugar.

Todas estas decisões provavelmente terão recurso e irão atrasar ainda mais a preparação das épocas. Porque independentemente de quem ficar, o que temos neste momento são dois clubes que não sabem se vão competir no primeiro ou no segundo escalão do nosso futebol “profissional”.

Mas o nosso futebol não é apenas singular nas questões jurídicas. Tem também clubes “profissionais” que no início da época contratam 14 jogadores porque não tinham nenhum com contrato. “Profissionais” sem dúvida.

Gostava muito de ouvir o que têm a dizer os senhores que acham que temos mercado para tantas “bocas”.

sexta-feira, junho 26, 2009

Últimas

Fofana: emprestado ao Santa Clara

Vouhou, Traquina e Pedro Ribeiro: vão fazer a pré-época para serem observados

Berger: regresso a Coimbra como mais provável

A emprestar: Vinha (?), André Fontes e Júlio César (?)

quinta-feira, junho 25, 2009

Pré-época

Agenda da pré-época:

1 a 3 de Julho: Realização de exames médicos

6 de Julho: Início dos treinos na Academia Dolce Vita

13 a 18 de Julho: Estágio de pré-temporada na Covilhã

Jogos amigáveis:

17 de Julho: Sp. Covilhã – Académica, Torneio da Covilhã, 20:00

18 de Julho: Académica – Naval, Torneio da Covilhã, hora a designar

22 de Julho: Académica – U. Leiria, local e hora a designar

25 de Julho: Santa Clara – Académica, em Quiaios, às 10:30

29 de Julho: Adversário a designar

1 de Agosto: Académica – Nacional, Estádio Cidade de Coimbra, hora a designar

5 de Agosto: Tocha – Académica, na Tocha, hora a designar

8 de Agosto: Participação no Torneio Cidade de Espinho

Faz hoje 70 anos

taca Briosa assinala 70 anos da conquista da primeira Taça de Portugal

A Académica de Coimbra assinala hoje a passagem de 70 anos sobre a conquista da primeira edição da Taça de Portugal, que subsiste como feito desportivo mais importante da história do clube.

"Esse facto significa o ponto alto da Académica. Não diminui o desempenho dos anos 60 (2.º lugar no campeonato e presença em duas finais da Taça de Portugal), mas esta foi a única Taça que conquistámos", disse à Agência Lusa o vice-presidente da Académica para a Cultura, Gonçalo Reis Torgal, de 78 anos.

Reis Torgal recordou que, com oito anos, acompanhou a final de 25 de Junho de 1939 através de um aparelho de rádio que o pai colocou na varanda de casa, em Souselas, para toda a gente ouvir o relato da vitória da Académica sobre o Benfica, por 4-3, no campo das Salésias, "Depois fui com ele à chegada dos jogadores a Coimbra", disse o dirigente.

As memórias de Reis Torgal não se ficam por aqui: acompanhou ao vivo as outras três finais no Estádio Nacional: em 1951, com a Académica a perder com o Benfica por 1-5; em 1967, derrota da Briosa por 2-3 com o Vitória de Setúbal, após três prolongamentos e em 1969, derrota por 1-2, com o Benfica, também após prolongamento.

"Foi uma odisseia tremenda. Tenho uma imagem muito grande da minha participação activa, como adepto, nestas quatro finais", concluiu Reis Torgal.

Reis Torgal, após a saída do vice-presidente para o futebol, Jorge Alexandre, ascendeu na hierarquia do clube a vice-presidente efectivo, mas rejeitou qualquer eventual subida a vice-presidente do futebol, continuando com este pelouro da cultura.

Até à final de 1939, a Briosa eliminou o Sporting da Covilhã, o Académico do Porto e o Sporting Clube de Portugal na sua caminhada imparável até à final.

Tibério, José Maria Antunes, Portugal, Faustino, César Machado, Octaviano, Manuel Costa, Arnaldo Carneiro, Alberto Gomes, Nini e Pimenta foram os jogadores que alinharam na altura. O treinador era Albano Paulo e os marcadores foram Pimenta (36), Alberto Gomes (46) e Arnaldo Carneiro (52 e 53).  in O JOGO

A confirmação

Hoje saiu no Record, a confirmação do que tínhamos adiantado ontem. E não, o Record, não nos roubou a notícia apesar de a termos escrito primeiro. Só um tolo é que diz essas coisas.

Aliás, o Record sempre tratou muito bem este blog, dando-lhe total crédito pelas notícias que avançámos em primeira mão. Esta apesar de ter aparecido escrita aqui primeiro, não era nenhum segredo.

Central de Cervejas patrocina Briosa

Enquanto uns falavam de Super Patrocínio, nós apurávamos que a Central de Cervejas deverá ser o novo patrocinador da Briosa.

Definitivamente não se dão bem com as fontes. Experimentem a nova Ritmo Luso.

quarta-feira, junho 24, 2009

Jorge Alexandre

Hoje à tarde estive com um adepto que estava muito ofendido com o que se passa na Briosa. Segundo ele, houve dois (ou três) ex-jogadores do Estrela que estavam apalavrados por Jorge Alexandre para vir para a Briosa mas que com a sua demissão, escolheram Leiria.

Esclareci o adepto que era normal que alguém que já foi (ainda será?) Vice-Presidente do Conselho Fiscal do Estrela da Amadora estivesse a tentar resolver os problemas dos jogadores (e do antigo treinador) do Estrela. Se isso seria bom para a Briosa ou para os jogadores não sei, até porque o jogador do Estrela que eu gostava de ter visto na Briosa foi para Braga. Os outros não conheço muito bem, mas creio que poderia haver algum acordo positivo.

A boa prestação da Briosa, no ano passado, tem obviamente o cunho de Jorge Alexandre e o seu trabalho só pode ser visto como positivo, mas será este ano pior? Só o tempo o dirá.

A mim, o que me surpreende no meio disto tudo é ver que há pessoas que nas eleições criticavam o facto de Jorge Alexandre estar na lista de José Eduardo Simões pelo facto de ele ser membro dos Órgãos Sociais do Estrela, e que agora são os primeiros defensores da permanência de Jorge Alexandre. Para estudantes revelam muita falta de memória.

terça-feira, junho 23, 2009

Académica vs. TBZ

A Briosa não lhe viu ser reconhecida 1 milhão de euros de dívida por parte da TBZ. Não deixa de ser estranho esta afirmação do administrador judicial:

As prestações referentes aos meses de Outubro e Novembro, ambas de 2008, são reclamadas acrescidadas de IVA à taxa de 20 por cento, o que não se reconhece por ausências das respectivas facturas"

Por fim, o valor de 109.559,50 euros reclamado a título de quotas sociais e suplementares não é reconhecido, porque a Académica não explica como apurou tal valor. "Limita-se a alegá-lo", lê-se.

Ausência de facturas?? Limita-se a alegá-lo?? Não sei se o resto, é culpa da Briosa ou da TBZ, mas estes dois factos deixam-me sem palavras…

João Tomás no Rio Ave

Aquele que alguns temiam que viesse integrar o plantel da Briosa acaba de assinar pelo Rio Ave. Só o tempo permitirá dizer se era uma boa ou má contratação.

Tiero fala em saída

Numa entrevista ao ghanasoccernet, Tiero fala da sua abertura em sair de Portugal, apesar do interesse de Rogério Gonçalves em contar com ele:

A host of clubs are chasing me but my club wants me to stay. But I still have a year on my contract and will respect that, but sometimes you never know.

I will not rule out the possibility of playing for a club outside Portugal because I like challenges and as a player you must always welcome new test.

segunda-feira, junho 22, 2009

Jorge Alexandre trocou técnico do Tourizense


O presidente do Tourizense e ex-vice da Académica para o futebol, Jorge Alexandre, recusou a continuidade do treinador Zé Nando e escolheu Tó Margarido como seu sucessor à frente do clube satélite dos "estudantes".
"O Jorge Alexandre mandou um e-mail no passado sábado para a Académica a anunciar que tinha escolhido outro treinador: Tó Margarido", disse o presidente da Académica, José Eduardo Simões, durante a apresentação do técnico Rogério Gonçalves.
O presidente da Briosa, de qualquer modo, minimizou a situação, uma vez que inicialmente tinha sido escolhido Zé Nando, elemento da atual equipa técnica de Rogério Gonçalves, tal como acontecera com Domingos Paciência.
"O Tourizense escolhe quem quiser. Vamos ter uma reunião para definir essa situação. Há dois anos, aconteceu a mesma situação e não houve nenhum drama. As portas estão abertas para o Tourizense. O clube satélite é para manter, pois tanto houve vantagem para eles, como para nós", frisou José Eduardo Simões.
José Eduardo Simões foi ainda questionado para comentar o corte de relações com Jorge Alexandre e a consequente demissão do vice-presidente para o futebol, ocorrida na última terça-feira.
"As melhores pessoas continuam connosco. Com essas é que contamos. Estamos numa democracia e as pessoas são livres de dizerem o que querem", observou o dirigente, a propósito do motivo da demissão de Jorge Alexandre, que alegou não ter sido ouvido quanto à escolha do sucessor de Domingos Paciência.
O principal dirigentes dos "estudantes" revelou, ainda, que o nome do novo vice-presidente para o futebol profissional será anunciado dentro de pouco tempo.
in Record

Vídeo de apresentação de Rogério Gonçalves

Paulo Sérgio abandona Arábia Saudita

O futebolista brasileiro Paulo Sérgio, que esteve emprestado esta temporada pela Académica ao Al-Ettifaq, da Arábia Saudita, anunciou hoje vai abandonar o clube por falta de adaptação ao país e estuda o seu futuro.
"Por mim, é muito difícil continuar aqui. A razão é a falta de adaptação ao país. Vou apresentar-me em Coimbra no próximo dia 01, pois tenho mais um ano de contrato com a Académica", disse à Agência Lusa o médio de 27 anos.
O jogador, no entanto, não abandona a hipótese de rumar para outro país vizinho, o Dubai, situação que está entregue ao seu representante.
A Lusa contactou o novo treinador dos "estudantes", Rogério Gonçalves, cujo procedimento é igual para com todos os jogadores do plantel, contando com o seu serviço.
Paulo Sérgio pode, assim, juntar-se aos "emprestados" Ricardo, Vouho, Fofana e Vítor Vinha, todos com encontro marcado para dia 01 de Julho, na Academia dos "estudantes", para os respectivos exames médicos.
in O Jogo

Apresentação de Rogério Gonçalves

A apresentação de Rogério Gonçalves trouxe a confirmação de que Pedro Roma irá passar a técnico (não se sabendo se arrumará as luvas). Acho que tinha condições para jogar mais um ano, mas ele é que sabe.

É uma nova fase da minha carreira, na qual vou colaborar na componente do treino. Nestes últimos anos, além de um colega que luta pelo lugar, tenho sido um pouco treinador, através dos meus conhecimentos e da minha de forma de estar no treino.

Também foi possível ouvir as primeiras palavras de Rogério Gonçalves (.mp3) em que diz que vai lutar por algo mais do que a manutenção. Já José Eduardo Simões agradeceu o trabalho de Domingos (.mp3), e diz que está na fase de amadurecer o que já se alcançou. As palavras já estão, vamos agora ver as acções.

Pública Homenagem

P1 P2

O Público dá um hoje um grande destaque aos 40 anos da final da Taça de Portugal, com uma foto da equipa da Briosa.

domingo, junho 21, 2009

Campeões distritais

A Briosa começa a tornar-se referência na formação na Zona Centro. Algo que deveria ser natural, mas que nunca percebi muito bem porque é que não acontecia. Hoje foi alcançado o título de Campeões Distritais de Infantis, depois de no início da semana ter sido conquistado o Título Distrital de Escolas.

Aos jogadores, aos seus treinadores e dirigentes, os nossos Parabéns.

Pescar na Trofa

Depois de uma época decepcionante na Trofa, Hélder Barbosa é capaz de ter percebido que uma mudança para perto de casa pode ter sido um passo atrás na carreira. É que seria muito diferente estar nesta altura no mercado, depois de ter ajudado a Briosa a conseguir um 7º lugar, do que estar no mercado depois de ter ajudado uma equipa…. a ficar em último.

Na Trofa, também Hugo Leal já passou por Coimbra, e poderia ser hipótese para a Briosa. Será que Luís Agostinho sabe pescar na Trofa, ou está limitado à Costa do Marfim (*)?

(*) Corrigido, graças a uma atenta observação nos comentários, que agradeço.

sexta-feira, junho 19, 2009

Desnecessário

Há notícias que não se sabem se são verdadeiras ou falsas, nem quem foi o responsável por elas aparecerem. Apenas se pode concluir que são dispensáveis.

quarta-feira, junho 17, 2009

Jorge Alexandre explica-se

O vice-presidente da Académica para o futebol, Jorge Alexandre, formalizou esta terça-feira, em reunião de Direcção, o pedido de demissão das funções que desempenhava desde o início da última época, confirmando ter tomado tal decisão devido ao facto de não ter tido voz activa na escolha do novo treinador, Rogério Gonçalves.

«Eu tenho um determinado entendimento daquilo que deve ser um vice-presidente para o futebol mas, infelizmente, as pessoas têm uma noção diferente. Não quero alargar-me muito, mas posso dizer que nunca dei a minha opinião sobre o novo treinador. O Rogério Gonçalves é meu amigo pessoal, tenho a minha opinião sobre ele, que nunca a irei revelar. Não é nada contra ele, mas sim pelo facto de não ter sido ouvido neste processo», explicou o ex-dirigente da Briosa.

Jorge Alexandre garante ainda que sai com a sensação do «dever cumprido» nesta terceira passagem pelo clube dos estudantes, depois de o ter representado enquanto jogador e como responsável pela equipa B. «Penso que tive sempre o meu mérito. Servi o clube gratuitamente e com paixão. Por isso, digo que se trata de um até já e não de um adeus», asseverou, assegurando ainda que a relação entre a Académica e o clube-satélite (Tourizense), do qual é presidente, «não está em causa».   in maisfutebol

segunda-feira, junho 15, 2009

Entradas - hipóteses

Com tanta saída é normal que surjam vários nomes referenciados como sendo alvo da Briosa. Vou falar da minha opinião sobre os que mais acredito que venham a integrar o plantel da Briosa:

Bruno Amaro (Nacional): Acho-o muito bom jogador. Fala-se nele como contrapartida da ida de Miguel Pedro para o Nacional. Creio que seria um negócio muito bom.

João Tomás (Boavista): Já não vejo um jogo dele há mais de oito anos, o que me torna impossível dizer o que quer que seja sobre ele. Marcou 12 golos o ano passado na Liga Vitalis.

Fleurival (Boavista): Também nunca o vi jogar. Vem para uma posição carenciada.

Fernando Alexandre (Estrela): Creio que tem potencial para se afirmar. Creio que se vier Fleurival, Fernando não deverá integrar o plantel da Briosa.

Miguel Pedro

Pelos vistos sempre vai para uma ilha, mas não é a britânica como se pensava. Segundo o jogador, deverá alinhar no Nacional na próxima época:
Sei que o Nacional manifestou interesse na minha contratação e que existem conversações bastantes adiantadas entre os clubes. Estou apenas a aguardar autorização da Académica para que possa falar com o Nacional

Pedrinho, Paulo Sérgio e Berger perto da saída. Fleurival perto de entrar.

Pedrinho deve ir para o Hannover. Os alemães estão realmente interessados num empréstimo com opção de compra numa operação que pode representar um encaixe de 1,5 milhões de euros. Caso o empréstimo não tenha sucesso, a Briosa receberá pelo mesmo 500 mil euros o que não deixa de ser bem atractivo para um jogador cuja clausula de rescisão é de um milhão de euros.

Parece ser a posição mais rentável da Briosa que sistematicamente vende os jogadores que alinham a defesa esquerdo, mesmo que essa não seja a sua posição de origem.

Para o substituir, há quem tente colocar Miguel Garcia em campo. Tem sido interessante o esforço de marketing dos amigos deste jogador que aparece em programas de televisão e de rádio como um exemplo de jogador de prestígio actualmente desempregado. O problema é que Miguel Garcia tem sido atormentado pelas lesões o que faz com que ninguém queira arriscar.

david_fleurival Um possível entrada é David Fleurival um trinco de 25 anos que alinhou no Boavista na época 2007/08. Médio defensivo consegue também alinhar a defesa central, e a lateral direito. Teve uma má experiência o ano passado na Bélgica e pretende regressar a Portugal, sendo a Briosa uma opção.

Para que este jogador entre é preciso resolver primeiro a questão de Paulo Sérgio que recebeu uma proposta do Dubai. Recorde-se que o jogador esteve emprestado a um clube saudita com uma clausula de opção de 350 mil euros, mas recusa-se a ir para lá mostrando-se disposto a aceitar a oferta do Dubai.

Outro que deve sair é Berger, sendo que o clube procura a sua colocação no mercado internacional, França ou Escócia, o único capaz de absorver um jogador com o salário do atleta.

sábado, junho 13, 2009

Jorge Alexandre esclarece

“A decisão é única e exclusivamente minha. É pessoal e não tem a ver com mais ninguém. Mais tarde, falarei sobre a minha posição.”

Reacção oficial da Briosa

A Briosa emitiu um comunicado para transmitir o que pensa relativamente às notícias sobre as demissões na Direcção.

Em primeiro lugar, esse comunicado vem assinado por todos menos por Jorge Alexandre, parecendo certo que as faladas 3 demissões poderão ser apenas uma. A mim chamou-me à atenção este ponto:

3.A Direcção da AAC/OAF não conhece a existência de qualquer discordância por parte do Vice-Presidente enquanto elemento integrante do Departamento de Futebol Profissional da AAC/OAF, quanto à planificação da próxima época desportiva, já que este, em sede própria, não manifestou a posição que lhe é imputada nas notícias divulgadas na comunicação social.

Espera-se agora que Jorge Alexandre explique a sua parte da história.

sexta-feira, junho 12, 2009

Coisas que não entendo

Como é que alguém pode dizer que na época que passou, tudo o que foi feito de bom é responsabilidade de Jorge Alexandre e tudo de mau é responsabilidade José Eduardo Simões? É tão absurda esta teoria como o seu oposto.

Obviamente que o bom e o mau, no que diz respeito ao futebol, foram responsabilidade partilhada pelo Presidente e pelo responsável para o futebol. A saída de um deles tornará a dupla mais fraca, cabendo ao Presidente assumir, ou arranjar quem assuma, as funções do seu vice.

Falta um guarda redes

Enquanto Jorge Alexandre decide se sai ou se fica, o comunicado da Direcção aponta outra evidência – Pedro Roma terminou a sua carreira de jogador ficando a faltar um guarda redes.

Com a saída de Peskovic e Roma, resta Rui Nereu no plantel actual ao qual se deve adicionar Ricardo que esteve emprestado à União de Leiria, onde alinhou em 16 jogos. Fica a faltar uma solução, ficando a dúvida se irá ser contratado um um guarda redes de primeiro plano para assumir a titularidade ou se o objectivo é apostar em Ricardo para titular.

quinta-feira, junho 11, 2009

Demissões na Direcção

Aparentemente são três os vice-presidentes que planeiam apresentar a sua demissão, em colisão com o Presidente por causa da escolha de Rogério Gonçalves. Um deles é Jorge Alexandre o vice-presidente da Briosa para o futebol que se sentiu ultrapassado e descontente por não ter sido escolhido um treinador alinhado com o FC Porto.

Também segundo Bola Branca, o nome de Pedro Roma foi incluído na nova equipa técnica sem o conhecimento do jogador, o que é no mínimo estranho. A seguir com atenção.

quarta-feira, junho 10, 2009

terça-feira, junho 09, 2009

Notícias Oficiais – Piloto, Roma, Lito

Afinal o site da AAC consegue surpreender (muito) de vez em quando. A notícia está lá desde as 22:44. Confirma Lito, Rogério Gonçalves e esclarece a posição de Nuno Piloto e de Pedro Roma. Vale a pena ler:

O Departamento de Futebol Profissional, na sequência da reunião de trabalho realizada no dia 9 de Junho, vem por este meio comunicar aos associados e simpatizantes da Académica, e aos órgãos da comunicação social, as seguintes notícias e decisões.
1. A Equipa Técnica da AAC/OAF para a época desportiva 2009/2010 será composta por Rogério Gonçalves (Treinador Principal), Manuel José, Zé Nando, Sérgio Vieira e Pedro Roma.
2. O técnico Zé Nando será, de novo, o responsável máximo do Tourizense, Clube Satélite da Académica.
3. A Académica e o atleta Lito chegaram a acordo para a renovação do vínculo contratual para as próximas duas épocas desportivas.
4. O atleta Nuno Piloto, de uma forma séria e leal que deve ser registada, comunicou ao Presidente da AAC/OAF a existência de uma proposta de trabalho com um clube grego, e que iria tomar conhecimento pessoal das condições de vida da cidade, das perspectivas e condições desportivas do clube, e das reais condições financeiras contratuais.
5. Mais referiu que, caso essas condições fossem as que esperava, assinaria contrato de trabalho. Contudo, deixou claro que, se tal não suceder, aceitará a proposta apresentada pela Académica para renovação do vínculo contratual por um período de quatro anos.
6. Tendo em atenção o apreço e consideração que existe pela pessoa em causa e a postura sempre correcta do atleta Nuno Piloto, bem assim como o seu significado para a AAC/OAF, foi decidido ainda, a pedido do atleta, prolongar até ao próximo dia 15 de Junho o prazo de resposta à proposta apresentada pela Académica.

Lito FICA

Acabámos de saber que Lito fica em Coimbra. BELA notícia. Adiantaremos mais daqui a pouco.

Rogério Gonçalves confirmado

O jornal A BOLA dá como certa a contratação de Rogério Gonçalves. Se alguém me conseguir explicar o porquê de tanto tempo para contratar um treinador que até estava no desemprego, eu agradeço. Sei que JES recebeu alguns NÃO como resposta e que esta foi uma escolha pessoal do Presidente, tal como sei alguns dos nomes (surreais) que a sua "competente" Direcção ia avançando. E o facto de eu saber é outro sinal que muita coisa não correu nada bem neste processo todo. Esperemos que a fase de contratação de jogadores seja mais profissional.

Rogerio Gonçalves Sucede a Domingos

Salvo alguma alteração de última hora, até porque para hoje está prevista uma reunião dos homens que lideram o futebol academista, Rogério Gonçalves será anunciado esta semana como treinador da Académica para a temporada 2009/2010, devendo assinar um vínculo contratual válido por um ano, à semelhança do que aconteceu com os seus antecessores, desde que José Eduardo Simões é o presidente. É um facto que o próprio treinador e os homens que comandam o Departamento de Futebol da Briosa não confirmam este cenário, mas O JOGO sabe que Rogério Gonçalves é mesmo o escolhido para suceder a Domingos Paciência.
Está assim resolvido o mistério em torno do treinador dos "capas negras" que há quase dois meses sabem que Domingos Paciência não iria renovar o contrato, colocando assim um ponto final na ligação de quase dois anos. Ainda por cima, Rogério Gonçalves é um desejo antigo da Académica. Em Setembro de 2007, quando Manuel Machado foi despedido, o técnico, natural de Lanheses, era o eleito, mas o Beira-Mar, clube que representava nessa altura, não o libertou do compromisso que tinha assumido. O cenário agora é completamente diferente, até porque durante o último ano Rogério esteve desempregado, voltando agora ao activo.
Rogério Gonçalves, que deverá fazer-se acompanhar pelo técnico-adjunto Manuel José, foi assim o eleito de uma lista que contemplava mais alguns nomes, mas não o de Carlos Azenha conforme chegou a ser adiantado. O antigo adjunto de Jesualdo Ferreira no FC Porto, que foi contratado pelo Setúbal, nunca chegou a ser equacionado pela Académica.
in ojogo

domingo, junho 07, 2009

Para reflectir

Os jogadores da equipa de futebol da Académica entraram de férias no final de Maio sem que o vencimento de Abril tenha sido pago, confirmaram hoje à Agência Lusa fontes da equipa.

Segundo os elementos contactados pela Lusa, a Direcção prometeu regularizar a situação o mais rápido possível.

Em falta está o ordenado de Abril, enquanto o de Maio poderá ser pago até meados do mês de Junho, como é hábito na Académica, conforme acordo estabelecido entre jogadores e Direcção.

Os jogadores, ao longo da época, recebem dez meses (de Agosto a Maio) de salário, correspondentes à época desportiva.

A Lusa tentou contactar o vice-presidente Luís Godinho, mas sem sucesso.

NR./ Lusa

sábado, junho 06, 2009

Parabéns

PilotoFoto: Paulo Ricca (arquivo Público)

Nuno Piloto defendeu a sua tese de mestrado, tendo obtido a classificação de Muito Bom, com um trabalho intitulado "A utilização da Eritropoietina (rh ECO) no doping: estudos dos efeitos cardio-vasculares e metabólicos em ratos submetidos a exercício físico"

Parabéns ao Nuno Piloto, ao Público por ter dado destaque a este evento, e à Lusa, autora do artigo. É importante valorar este acontecimento para se quebrar de vez com a ideia absurda que o desporto de alta competição é incompatível com formação académica.

quinta-feira, junho 04, 2009

Saldos

Os jogadores do Estrela tem estado todos a rescindir, ou  a ver terminada a sua ligação ao clube. Nomes como Anselmo, Ney, Vidigal, Nélson Pedroso, Rui Varela, N'Diaye, Pedro Pereira, Fernando Alexandre, Moreno, Garavano, Hugo Carreira, Têti e Diego Paulista deixarão de vestir a camisola do Estrela e estão livres no mercado.

FERNANDO ALEXANDRE -E.AMADORA-14-07-2008-APRES-E TREINO REBOLEIRA AMADORAMuitos deles começarão a ver os seus nomes ligados a outros clubes, umas vezes com verdade, outras numa tentativa de serem falados.

Há aqui alguns jogadores que poderão ter um futuro interessante. Eu, se fosse da Direcção, apostava no médio Fernando Alexandre. Creio que tem condições de vir a ser um grande jogador.

segunda-feira, junho 01, 2009

É mesmo uma vergonha

De salientar ainda, que o novo guarda-redes da Briosa, o eslovaco Peskovic (que ninguém até hoje conseguiu ainda entender a sua contratação) não deixou boa imagem neste jogo.
posted by Ricardo Ferraz Martins at 24/08/2008

Como vingou e provou ser um grande jogador, então já o deixaram sair a custo zero à semelhança do que acontece constantemente desde que José Eduardo Simões é presidente.

posted by Ricardo Ferraz Martins at 01/06/2009

É sempre bom saber que se pretendia que se tivesse contratado um jogador que “ninguém entendia a sua contratação” por dois ou mais anos.

Quanto ao custo zero - Pavlovic, Kaká, Filipe Teixeira, Ousmane N’Doye e Marcel são alguns dos nomes que me lembro que rebatem esse argumento.

Com críticas destas, sem sentido, permite-se que a Direcção cometa erros de palmatória. Se alguém refilar, é apenas mais uma voz que se ouve num coro sem razão.

Peskovic no Cluj

É oficial – Peskovic assinou pelo Cluj. Pela forma como trabalhou, pelo espírito que demonstrou desejo-lhe boa sorte.

Lito sai magoado

Lito não gostou da postura dos responsáveis pelo futebol da Académica. lito_irritado

Em final de contrato, o avançado recebeu uma proposta de renovação (por duas épocas) inferior ao vencimento que auferiu nos últimos dois anos, e viu-se obrigado a abandonar Coimbra. Esta semana assina, por dois anos, com um clube da 1.ª Divisão da Arábia Saudita, que apresentou uma proposta sem concorrência.

Porém, o africano, de 34 anos, revela que ficaria em Coimbra "mesmo que oferecessem o mesmo que estava a receber". "Pela maneira como as pessoas da Académica conduziram esta situação, acho que deveriam ter tido mais respeito, pois bastava terem repetido o contrato e eu ficava no clube. Se me dessem o mesmo, eu continuava", explica. E concretiza: "Aprendi a gostar muito da Académica." in Record