segunda-feira, março 31, 2008

Estrela 3 - AAC 1

O único momento positivo do jogo na Reboleira foi o golo de Lito, jogador que vai ficar afastado no próximo jogo em casa por ter visto o 5º amarelo:

Este golo marcado aos 20 minutos, repunha justiça no marcador, uma vez que 5 minutos antes tínhamos sofrido este:

Depois Vinha é expulso e sofremos este aos 30 minutos:

Em desvantagem e com um jogador a menos, fomos tentando fazer pela vida. Criámos algumas situações de perigo, mas sem sucesso. Até que perto do fim (aos 81 minutos), e quando a Briosa estava numa altura de arriscar tudo, sofremos o terceiro e último golo.

Esperemos que este erro de Vinha, o ajude a tornar um melhor jogador.

sexta-feira, março 28, 2008

Jogo Importantissimo

Como sempre a Mancha Negra estará presente a apoiar, num jogo importantissimo com um dos concorrentes directos a manutenção no escalão principal do nosso futebol. O valor da respectiva Viagem c/ Bilhete será de 15 euros para sócios MN e 20 euros para público em geral, apelamos assim á presença dos Académistas para o apoio a equipa no proximo Sabado pelas 16:00h. As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, pavilhão Jorge Anjinho, de Terça a Quinta feira das 15H ás 19h e Quinta feira até as 24H, informações adicionais através dos telefones 936000633 Miguel Pedro ou 917691086.

A viagem esta programada para Sabado dia 29 Março com saída prevista pelas 12:00h do Pavilhão Jorge Anjinho. Sem mais de momento subscrevo-me com elevada estima e agradeço toda a atenção Prestada de vossas excelências,
Saudações Académicas,
Miguel936000633
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

terça-feira, março 25, 2008

O primeiro disparate

Há duas listas para a Assembleia Geral, a saber:

Lista A:

Presidente Paulo Cardoso Mota Pinto Sócio n.º 1396
Vice-Presidente Joaquim Luís Borges Sócio n.º 490
1.º Secretário Maria José Vicente Sócio n.º 2373
2.º Secretário Carlos Cidade Sócio n.º 3761
Suplentes:    
  José Eduardo Figueiredo Dias Sócio n.º 1900
  Rui Umbelino Sócio n.º 455

 

Lista E:

Presidente José Manuel Ferreira da Silva Sócio n.º 540
Vice-Presidente Manuel António de Almeida Ribeiro Sócio n.º 1073
1.º Secretário Fernando Pompeu Lima e Veiga Santos Costa Sócio n.º 1640
2.º Secretário José Eduardo Lima e Veiga Ferraz Martins Sócio n.º 2153
Suplentes:    
  José da Costa Soares Sócio n.º 2388
  Luís Pedro David Reis Sócio n.º 2072

 

Hoje a Lista E fez a sua primeira intervenção. E o que promete ela?

"A missão do presidente da Mesa da Assembleia Geral é cumprir e fazer cumprir os estatutos, coisa que não tem acontecido até agora com o actual presidente da direcção, que não cumpre, alegando reserva."

Esta poderia ser a declaração mais tonta e disparatada se o caso não fosse sério. Se é uma lista para a Assembleia Geral, porque fala no actual Presidente da Direcção?

Se há críticas a fazer, elas devem ser feitas ao actual Presidente da Assembleia Geral, que parece que não foi capaz de fazer cumprir os estatutos, ou não será? Mas para criticar Almeida Santos era preciso ter coragem e o ilustre José Manuel Ferreira da Silva parece que a deixou algures.

Almeida Santos esclarece

Almeida Santos vem hoje clarificar uma situação que, pessoalmente acho, merecia ser clarificada. Estou a referir-me ao facto de não aparecer como cabeça de lista do Conselho Académico. Além de dizer que é apenas um órgão consultivo, diz também que tem pouca actividade tendo rematado com a seguinte frase:

"Nem me lembro se reuniu alguma vez durante o meu mandato"

Já relativamente ao seu apoio ao actual Presidente este não poderia ter sido mais inequívoco:

"Confirmo que serei o mandatário. Faço-o por solidariedade e só não me candidato às actuais funções porque a idade já me pede para ter juízo"

sábado, março 22, 2008

Fartura de Listas

São 5 as listas que vão a sufrágio. Cinco? Uma fartura. Mas os nomes (e as ideias) parecem ser sempre os mesmos. Desilusão.

Da coesão da actual Direcção

Uma das críticas que tem sido apontada à actual Direcção é a sua suposta falta de coesão. Analisemos então o seguinte:

Dos sete elementos que compõem a actual Direcção apenas José Eduardo Simões e o vice-presidente Luís Godinho figuram na Lista A, registando-se as saídas de Vasco Gervásio, António Preto, João Paulo Fernandes, Ricardo Lopes e Luís Neves.

Contudo António Preto segue com o Presidente, mas agora como candidato a presidente do Conselho Fiscal.

Vasco Gervásio e Luís Neves não integram qualquer lista e João Paulo Fernandes e Ricardo Lopes apresentam-se agora como opositores, integrando a Lista D, liderada por João Francisco Campos, que apenas concorre à Direcção.

Em resumo, da actual Direcção, três continuam com o Presidente, dois concorrem contra o Presidente e os outros dois, provavelmente exaustos de serem o fiel da balança resolveram descansar.

Do falhanço da Taça da Liga

Apesar de tudo o que Hermínio Loureiro diz, os números são claros: a Taça da Liga deste ano foi uma oportunidade perdida. Estiveram 106.235 espectadores em 38 jogos o que dá uma fantástica média de 2.795 espectadores por jogo.

É preciso não esquecer que esta competição contou com a participação de todas as equipas ditas profissionais e teve uma ampla exposição mediática. Daí o ser importante analisar o porquê do falhanço. Aqui fica a minha contribuição:

1. Péssimo calendário

Quem fez o calendário, prestou um péssimo serviço ao futebol. Mais de metade dos clubes só efecturam um jogo, numa competição que tinha como objectivo principal aumentar o número de jogos para as equipas de menor dimensão.

2. Inutilidade da prova

Qual a diferença entre vencer a Taça da Liga e a Taça Intercalar? Ficar em sexto no Campeonato Nacional ou vencer a Taça de Portugal dão muito mais prestígio (acesso à UEFA) do que a Taça da Liga.

Se querem que seja um troféu levado a sério, criem o respectivo incentivo.

3. Enquadramento do futebol nacional

Temos demasiados clubes nas Ligas Profissionais. Demasiados clubes para a nossa dimensão. Mas com uma Liga que depende dos votos dos pequenos para ser eleita, nunca há-de existir coragem para se fazer aquilo que todos dizem em surdina devia ser feito - excluir os clubes sem viabilidade financeira.

Filipe Teixeira

Depois de alguns boatos que insinuavam que Filipe Teixeira teria uma má relação com os actuais dirigentes da Briosa, é bom saber que o jogador escolheu a Briosa para recuperar da grave lesão que sofreu - uma rotura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

Que recupere bem, é o nosso maior desejo.

terça-feira, março 18, 2008

Pavlovic de baixa

Pavlovic vai ficar de baixa duas a três semanas.

Numa altura em que este jogador se estava a afirmar como indiscutível no meio campo da Briosa, é mais uma vez vítima de uma lesão que o impedirá, pelo menos, de jogar na Amadora. Esperemos que recupere para a recepção ao Setúbal.

Sobre as eleições

Quando o lema de um conjunto de listas é "derrotar o actual Presidente" significa que algo vai mal. Nem uma ideia comum, nem um programa comum. Em comum só o querer afastar alguém do cargo. Parece-me pouco.

Convinha que João Francisco Campos, Ferreira da Silva, Américo Santos e Campos Coroa alinhavassem pelo menos duas ou três ideias de futuro para o caso de ganharem as eleições. Ficamos à espera da campanha.

Lucas forçado a abandonar a carreira

Foi com tristeza que li esta notícia que dava conta de que Lucas teria de abandonar precocemente a sua carreira por lhe ter sido diagnosticado um problema de foro cardíaco.

Ficam aqui as palavras de um jogador que no momento mais triste da sua carreira guarda carinhosamente na sua memória os tempos que vestiu a negra.

"Passei por alguns clubes e em todos fui feliz. Não esqueço o Alcobaça, onde comecei, mas a maior alegria foi a subida de divisão com a Académica de Coimbra."

Para ele, os meus votos de total solidariedade, certo de que irá saber ultrapassar este problema da melhor maneira.

domingo, março 16, 2008

Paciência a mais

A Briosa ontem voltou a desperdiçar mais uma oportunidade para ganhar pontos. Este Belenenses ocupava muito bem os espaços, dava mostras de poder ser perigoso, mas o facto é que por apenas uma vez causou perigo a Pedro Roma. Já a Briosa teve um par de oportunidades onde era evidente que faltava quem conseguisse acertar na baliza.

Domingos Paciência fez jus ao nome ao demorar a mexer na equipa. Joeano devia ter entrado mais cedo e feito dupla com Edgar. Mas o inacreditável foi durante a lesão de Pavlovic o tempo que se demorou a mexer na equipa. Jogámos mais de oito minutos com 10 jogadores e cinco minutos foram responsabilidade única do treinador.

Acho que ontem perdemos dois pontos.

sábado, março 15, 2008

Eleições

As eleições para os órgãos sociais da Académica de Coimbra contam com 5 listas concorrentes, apesar de haver união entre a oposição ao presidente José Eduardo Simões, que também de recandidata.

A lista de Simões é candidata a todos os órgãos no sufrágio de 14 de Abril, surgindo depois João Francisco Campos como seu único rival na corrida à Direcção. No entanto, a oposição ao actual líder apresenta lista diferentes para a Mesa da Assembleia Geral (Ferreira da Silva), Conselho Fiscal (Américo Santos) e Conselho Académico (Campos Coroa).

"Optámos por listas separadas para se distinguirem funções que competem a cada órgão, mas o que nos une é a oposição à política de José Eduardo Simões à frente da Académica", adiantou João Francisco Campos em declarações à Agência Lusa.

O candidato afirma mesmo que o actual presidente "parece que assume várias funções ao mesmo tempo", não sabendo distinguir a independência dos órgãos. in Record

sexta-feira, março 14, 2008

Das eleições e da Assembleia Geral

Por motivos de excesso de trabalho nem eu nem o Celavisa fomos à última Assembleia Geral. Do que ouvimos e lemos, não houve nada de novo.

João Campos, que tinha sido empurrado por Maló na RUC, viu-se forçado a discursar, mas pouco mais. Amanhã, sábado, é o último dia para conseguir reunir os cacos que a demissão de Maló provocou na oposição e deve apresentar a sua lista. Como parece haver pouco consenso (nomeadamente a inclusão de Fernando Pompeu na Lista da Assembleia Geral e de Campos Coroa a liderar o Conselho Académico), pensa-se que apresente listas individuais para estes  órgãos.

Perspectiva-se José Eduardo Simões vs. Mancha Negra para a Presidência e José Eduardo Simões vs Coroa e Cª para o resto.

quarta-feira, março 12, 2008

Assembleia Geral



Alguém espera ver Maló de Abreu na Assembleia Geral? Ou algum dos putativos candidatos? Eu não.

Como sempre, uns falam e outros têm coragem de ir até ao fim.

terça-feira, março 11, 2008

Não compreendo

Não percebo que a mesma pessoa que diz isto:

"Considero ser um momento muito doloroso e tenho informações que a Académica está prestes a sofrer uma tempestade estando perante uma situação gravíssima que a maior parte das pessoas desconhece"

e isto:

"Tenho a certeza que ganhava as eleições"

depois venha dizer isto:

"Eu gostaria de avançar, eu iria dar tudo mas mesmo tudo à Académica pois ela é o amor da minha vida. Devo-lhe tudo."

Se a Briosa está assim tão mal, se é o amor da vida dele, então o que faz parado?

Desculpe, Dr. Maló, mas há qualquer coisa que não bate certo no seu discurso. E não adianta dizer:

"Sei que pensaram que fugi, mas não é verdade"

porque enquanto não explicar melhor, é essa a sensação que transmite. Não sei dizer se foi falta de coragem, de estratégia, de apoios, ou tudo somado, mas sei que quem ama muito uma coisa, quem está convicto que essa coisa está a ir directo ao precipício faz tudo para a parar. Nem que seja colocar-se à frente e correr o risco de ser atropelado por ela.

sábado, março 08, 2008

José Eduardo Simões assume candidatura

José Eduardo Simões assumiu ontem, pela primeira vez de forma pública, que será candidato às eleições da Académica, no próximo dia 14 de Abril. Aos 101.7 FM, o actual presidente, que irá concorrer contra Maló de Abreu, revelou que irá avançar "com uma excelente equipa". Simões sublinhou que contacta "com inúmeros sócios" e, por isso, tem a "convicção que as pessoas confiam no seu presidente". O dirigente promete uma "cereja no topo do bolo para os próximos dias" e uma "nova Briosa para o futuro", com um novo cargo na estrutura que se recandidata, o de director-geral para a formação. No final de uma semana marcada pela "bronca" dos cadernos eleitorais, Simões deixou (de forma subtil) críticas à actuação de Almeida Santos e a alguns associados, "alguns ilustres que não pagaram as quotas a tempo e horas". Em relação à AG do próximo dia 12 de Março, Simões antecipa que irá apresentar um passivo entre cinco e 5,5 milhões de euros. Quanto à TBZ, "tem feito um trabalho aceitável", mas reiterou que "os pagamentos não têm sido feitos a tempo e horas". Tal como avançado por DIÁRIO AS BEIRAS, Simões prepara-se para "colar" Domingos Paciência à recandidatura. Sobre o técnico, Simões garante "que faz parte de um projecto de médio-prazo", numa conversa onde o caso Dame foi recordado, com críticas duras à pessoa "que enganou o jogador", que, entretanto, "esteve em Coimbra para pedir desculpa à Académica". Ficou a saber-se também que José Barros e Carlos Cidade apoiarão Simões, enquanto Fernando Pompeu apoiará, à partida, Maló. Já Luís Santarino guarda a sua tomada de posição para uma conferência de imprensa na próxima terça-feira. Entretanto, na sequência da notícia divulgada pelo DIÁRIO AS BEIRAS, que dava conta de um convite feito pela lista de Maló a João Paulo Fernandes, em troca de um emprego garantido na câmara, o ex-presidente da Mancha Negra pede "respeito", numa "fase do vale-tudo, escudado num cobarde anonimato". "Nada nem ninguém me irá impedir de ouvir e/ou subscrever projectos que eu considere serem importantes para o futuro da Académica, independentemente da sua origem. A demissão seria nesta fase o caminho mais fácil, mas esse é um caminho típico de personalidades semelhantes àquelas que neste momento me atacam", acrescenta "Jepê". por Tiago Almeida in As Beiras

Mancha Negra - F. C. Porto

Divulgação da informação da próxima viagem/deslocação que a nossa BRIOSA -Associação Académica de Coimbra/OAF vai efectuar ao reduto do próximo adversário da 22ºjornada d´Bwin Liga, nomeadamente ao Estádio do Dragão, onde irá defrontar Campeão Nacional e actual 1º classificado.

Assim e como sempre a Mancha Negra, claque oficial da A.A.C./OAF, vai efectuar a Organização da deslocação para o apoio a nossa Académica com o valor da respectiva Viagem c/ Bilhete pelo valor de 20euros para sócios MN e 25euros para público em geral,estes valores são em virtude do preço dos respectivos ingressos para o jogo, apelamos assim à presença dos Académistas para o apoio a equipa no próximo Domingo pelas 19:00h.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, pavilhão Jorge Anjinho, de Terça a Sexta feira das 15H às 19h e Quinta feira até as 24H, informações adicionais através dos telefones 936000633 Miguel Pedro ou 917691086.

A viagem esta programada para Domingo dia 09 Março com saída prevista pelas 16:00h do Pavilhão Jorge Anjinho.

Saudações Académicas,
Miguel 936000633
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

domingo, março 02, 2008

Analisado por outros

Entre o mau e o péssimo
Carlos Xistra fartou-se de fazer asneiras. O penálti que deu o 2-2 não existiu, mas em contrapartida existiram dois, contra a Académica, que ficaram por marcar. Tecnicamente esteve péssimo, disciplinarmente conseguiu quase ter o mesmo registo. in O Jogo

sábado, março 01, 2008

Leixões 2 - AAC 2 (golos)

Carlos Xistra começou logo aos 17 minutos a deixar a sua marca. É possível observar que o jogador do Leixões já está a abrir os braços e a cair ainda antes de Vinha lhe tocar. Ingenuidade do lateral, azelhice (?) do árbitro. Depois, aos 23 minutos, Joeano repôs alguma justiça no marcador num lance onde aparece a desviar um remate de Kaká. Aos 62 minutos, Joeano de novo a abanar as redes da equipa do mar.

E assim devia ter terminado o jogo. Xistra quis entrar em campo. Um doce a quem descortinar qual a falta que foi marcada no video do empate (no post em baixo). Aos 90 minutos, Xistra estava a ver que tinha que devolver as prendas do balneário.

Fomos roubados

Quando nos marcam um penalty quem nem os jogadores adversários solicitam, e em que o público, sempre faccioso, do Estádio do Mar ri às gargalhadas, está tudo dito.

Carlos Xistra prestou mais uma vez um mau serviço à Briosa.