quinta-feira, dezembro 31, 2009

Feliz Ano Novo

A todos, e em particular a um jogador formado na Briosa que vai voltar a ter uma vida estável.

vinha É um história simples mas que merece ser contada. Depois de abandonar a Briosa, quiçá mal aconselhado, foi para um clube onde chegou a ter mais de sete meses de salário em atraso. Veio depois a opção Chipre que abraçou. Aí conheceu um clube que só ganhou um jogo este ano, e que lhe deve dois salários e meio.

Tudo indica que vai regressar a Portugal, para um clube que não o merece. Este era um jogador que apreciava, e espero que esta lição de vida lhe sirva de motivação para se afirmar definitivamente.

Importa aproveitar e tirar as necessárias ilações sobre o que lhe aconteceu, porque quando estava na Briosa e algo corria mal, invariavelmente os culpados eram a Direcção ou alguns sócios. Desde que saiu, o seu empresário arranjou-lhe dois clubes e as experiências foram horríveis. O que falhou? Nem tudo se explica com azar.

Mas mais uma vez, que tenha sucesso nesta sua nova etapa, e um feliz Ano Novo para todos.

Sai outro remendo

A Liga anunciou hoje o novo articulado do artigo 7.º n.º 3 do Regulamento da Taça da Liga, na sequência da decisão proferida pelo Conselho de Justiça (CJ) da Federação.

Em comunicado, a Liga justifica a decisão "no acórdão do CJ proferido no âmbito do recurso interposto pela Académica de Coimbra, que decidiu, de modo definitivo na ordem jurisdicional desportiva, o critério a seguir na interpretação do artigo 7.º, n.º 3, do Regulamento da Taça da Liga".

Deste modo, a Liga define que a determinação da média etária prevista nessa norma como factor de desempate assenta em dois pontos.

Primeiro, após cada jogo serão elaboradas tabelas para cada uma das equipas participantes com a identificação dos jogadores utilizados e respectivas datas de nascimento, seguindo-se o somatório das idades (em anos completos) dos jogadores utilizados.

No segundo ponto, a Liga refere os passos a seguir quando de posse dos dados e caso seja necessário recorrer ao desempate.

Num primeiro passo procede ao somatório dos totais de idades por equipa (jogo 1 + jogo 2 + jogo 3), seguindo-se o somatório do número total de jogadores utilizados por equipa (jogo 1 + jogo 2 + jogo 3), terminando a operação com o cálculo das médias de idade final, dividindo os resultados obtidos na primeira operação pela segunda.

Escusado será dizer que se o, à altura, Director Executivo da Liga tivesse um mínimo de conhecimentos básicos de Matemática, saberia que era assim que se calculava uma média.

terça-feira, dezembro 29, 2009

Como é que é possível ?!?!

O site da Briosa foi tomado de assalto, na página do próximo jogo. Até aqui nada de extraordinário, uma vez que vários sites institucionais e governamentais já o foram.

Aquilo que não consigo explicar é como é que um ataque que foi detectado às 19:00 pelo Académica Sempre, ainda não foi objecto de correcção por ninguém mais de 3 horas depois.

Mas não há ninguém na estrutura que saiba tirar aquela página do ar? Quando é que vão corrigir o problema? Amanhã, depois de lerem num jornal qualquer?

hacker2

Era dinheiro caído do céu

A Briosa poderá vir a encaixar pouco mais de 300 mil euros com a ida de Zé Castro para Inglaterra. Sei que é pouco, mas também sei quem é que aguarda ansiosamente para que este negócio inesperado se concretize. É que lá por ser Natal, não costuma cair dinheiro do céu assim tão facilmente.

Stojkovic

Stojkovic

Stojkovic procura um clube onde possa jogar regularmente de modo a estar em forma no Campeonato do Mundo de 2010.

A Briosa procura um guarda-redes que lhe devolva o nível de eficácia atingido por Peskovic.

A prioridade de Stojkovic e do SCP é mudar-se já definitivamente para um clube, mas duvido que a Briosa consiga suportar o salário de Stoj por inteiro. Agora se Stoj continuar com dificuldade em arranjar clube, creio que seria possível um empréstimo do SCP com este clube a suportar parte do salário. Se fosse esse o caso, interessava à Briosa?

quarta-feira, dezembro 23, 2009

Análise

Depois da entrada desastrada de Rogério Gonçalves temi que a Briosa se afundasse irremediavelmente esta época. Ao corrigir rápida e certeiramente o tiro, com a entrada de Vilas Boas, a Briosa conseguiu voltar aos números registados nas épocas de Domingos Paciência e Manuel Machado.

Se analisarmos a Classificação relativa à jornada nº 14 da Liga Sagres nas últimas 4 épocas, verificamos que temos apenas menos um ponto do que o melhor resultado conseguido pelos anteriores treinadores.

comparadas Analisando mais em detalhe estes dados, vemos que a Briosa está mais concretizadora e mais disciplinada, pecando por ter uma pior defesa a que não será alheia a saída de Peskovic.

comparadas_AAC Creio que o atraso, infligido por uma desastrada prestação de Rogério Gonçalves, já está devidamente corrigido havendo todas as condições para se lutar por uma classificação similar à da época passada. Esperemos que não se estrague nada em Janeiro.

terça-feira, dezembro 22, 2009

Vá lá buscar as luvas, sff!!

"Como é público, estou inscrito na Liga como jogador. Se as pessoas entenderem que sou útil para jogar, que manifestem essa vontade"

A minha carreira só terminará no dia em que o fizer publicamente e isso ainda não o fiz"

Pedro Roma dixit

domingo, dezembro 20, 2009

Grande jogo na Choupana

A Briosa está a demonstrar um carácter enorme na luta pelo resultado. Pena o nevoeiro a interromper a partida e a “arrefecer” os ânimos da Briosa. Até ao momento o marcador andou assim:

3’: 1-0 Mateus
9’: 1-1 Tiero
36’: 2-1 Ruben Micael
50’: 3-1 Edgar Silva
58’: 3-2 Sougou

Jogo interrompido aos 59 minutos. A ver no que isto vai dar.

-------

Infelizmente perdemos 4-3. Num jogo de pára-arranca por causa do nevoeiro, o marcador ficou sempre desfavorável.

65’: 4-2 Amuneke
74’: 4-3 Miguel Fidalgo

Ficou a raça e o querer de uma equipa que nunca quis baixar os braços. Isso e uma exibição pouco feliz da defesa da Briosa, em particular de Nereu que ficou mal visto no último golo do Nacional.

sexta-feira, dezembro 18, 2009

JUSTIÇA

O Conselho de Justiça da FPF revogou a decisão da Comissão Executiva da Liga que havia dado razão ao Portimonense.

 

Não sei se foram os protestos, se foi a constatação de um erro idiota, ou se foi outra coisa qualquer. Sei que foi feita JUSTIÇA.

Gostava de ver todos aqueles que disseram que a Direcção da Briosa tinha cometido um erro grosseiro a morderem agora a língua. Nomeadamente o autor desta pérola:

a Direcção também teve alguma culpa, uma vez que o Portimonense teve acesso às mesmas regras que a Académica e que por isso, a eliminação da Académica, também se deveu à falta de trabalho de casa por parte do Departamento de Futebol da AAC/OAF.

Ainda bem que quem decidiu não foram alguns Académicos cá da sítio quem em caso de dúvida apontam sempre para o mesmo lado.

CJ coloca Académica na terceira fase

O Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) deu razão ao recurso apresentado pela Académica, que disputará a terceira fase da Taça da Liga, anunciou hoje a Liga de clubes.

Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) adianta que foi notificada hoje da decisão do CJ da FPF, que anula a homologação dos resultados e classificações finais da segunda fase da Taça da Liga.
Com esta decisão, a Académica substitui na terceira fase o Portimonense, que tinha estado no sorteio de forma condicionada à decisão do CJ.
Assim, a Académica fica integrada no Grupo A, juntamente com FC Porto, Leixões e Estoril-Praia, iniciando a terceira fase com os "canarinhos", a 03 de Janeiro.
Académica, Portimonense e Beira-Mar empataram todos os jogos da segunda fase da Taça da Liga 0-0, sendo por isso necessário recorrer ao critério de desempate baseado na média de idades dos jogadores utilizados na respectiva fase por cada equipa.
Após o empate entre Portimonense e Académica, a LPFP atribuiu o apuramento à formação algarvia, indicando que a média de idades do conjunto de jogadores utilizado por esta equipa foi de 24,556, contra 24,682 da Académica e 25,474 do Beira-Mar.
A Académica considerava ter uma média de idades de 24,714, contra 24,857 do Portimonense e 25,643 do Beira-Mar.
In Infordesporto

domingo, dezembro 13, 2009

Idiota

JoseMotaHá treinadores que proferem afirmações tão idiotas, tão idiotas, que depois leva a que se menospreze sempre o seu trabalho que até pode ser bom.

Exemplo disso, é José Mota, um treinador com algumas qualidades, mas com um discurso troglodita e … idiota. Sobre o jogo de hoje, diz o ilustre treinador de Caxinas:

O Leixões foi sempre melhor do que a Académica, mas assim tornou-se extremamente difícil. A melhor oportunidade de golo foi nossa (remate à trave).

Ora, há pelo menos duas oportunidades de golo da Briosa bem melhores que esta do Leixões que resulta num remate a 30 metros da baliza, com o guarda redes bem posicionado. Daqui a pouco coloco aqui os vídeos para o caso de ele não ter visto bem o jogo.

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Será hipótese?

jose antonioConfesso que ao ler a notícia de que Zé António está actualmente sem clube, fico a pensar se não seria uma boa opção para a  Briosa?

Com 32 anos ainda deve estar na posse das suas capacidades e seria um prazer vê-lo jogar ao lado de Orlando. Será que já tem outro clube em vista, ou há alguma hipótese de regressar?

Curiosidade

Do que falariam José Eduardo Simões, Jorge Alexandre e André Villas Boas quando jantaram na Praça do Marisco na semana passada?

E mais importante: quem pagou o jantar?

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Miguel Pedro de saída

Segundo o Jogo, Miguel Pedro assinou um contrato válido por três épocas e meia com o Anorthosis Famagusta (5º classificado no campeonato cipriota) saindo já em Janeiro.

Adenda: Notícia também no jornal A Bola

Visto por outros

61' Éder cai na área encarnada. Há motivos para grande penalidade contra o Benfica?

Jorge Coroado (-)
David Luiz puxou o adversário pela camisola contribuindo para a sua queda, uma falta punível com grande penalidade que o árbitro e o assistente Henrique Parente não vislumbraram.

Rosa Santos (-)
David Luiz puxou objectivamente a camisola de Éder, por isso houve uma grande penalidade que ficou por assinalar.

António Rola (-)
É um lance com alguma dificuldade de julgamento para o árbitro, mas tudo indica que o jogador do Benfica puxou o adversário. Se assim foi, ficou por sancionar uma grande penalidade contra o Benfica.

[Fonte: O Jogo]

domingo, dezembro 06, 2009

Existem roubos que não se entendem

Numa fase do jogo em que o resultado estava virtualmente definido, num campo que mais parecia um pantanal onde já não era possível jogar futebol, não se percebe porque razão se rouba um penalty de forma tão descarada, retirando aos 60 minutos o legítimo direito de lutar com as mesmas armas pela vitória.


sexta-feira, dezembro 04, 2009

Será?

Será?
Será que a Briosa não podia jogar no estádio da luz sem massacrar?
Poder podia … mas não era a mesma coisa …

domingo, novembro 29, 2009

Boa Vitória

Regresso do Estádio de pés molhados, mas contente com uma exibição esclarecida, personalizada e coroada com 3 golos.

terça-feira, novembro 24, 2009

Briosa de luto – morreu o Dr. Isabelinha

Santarém, 24 Nov (Lusa) -- O ex-futebolista e sócio número um da Académica de Coimbra, Joaquim Gonçalves Isabelinha, morreu hoje em Santarém, com 100 anos, disse à Lusa o seu filho José Isabelinha.

isabelinhaMédico oftalmologista reformado há cinco anos estava internado no Hospital Distrital de Santarém desde quarta-feira e praticamente já não se alimentava, disse José Isabelinha, acrescentando que a morte ocorreu hoje de manhã "por volta das 10:30".

O antigo interior direito, sócio da "Briosa" há 80 anos, nasceu a 05 de Dezembro de 1908, em Almeirim, tendo estudado no liceu de Santarém antes de rumar a Coimbra, na década de 30 do século passado.

-------------------------------------------------------------------------------

Acresce à notícia da Lusa que o funeral se realiza amanhã, às 15 horas para o cemitério de Almeirim. O blog Briosa, envia à família, as mais sentidas condolências.

domingo, novembro 22, 2009

Relato da AG na primeira pessoa

Podem encontrar um relato do que se passou na AG de ontem, devidamente documentado fotograficamente no osexoeacidade.

Briosa eliminada da Taça de Portugal

Os jogadores da Briosa acharam que obrigar um sócio a pagar 8 euros para ver um jogo contra uma equipa da Liga de Honra era um preço exagerado e por isso decidiram brindar os 778 espectadores que estiveram no Estádio Cidade de Coimbra com mais 30 minutos de futebol.
Éder inaugura o marcador logo aos 17 minutos para Ricardo poder dar um autêntico frango aos 62 minutos. Se André Villas Boas tinha dúvidas sobre o guarda redes que havia de utilizar, Ricardo facilitou-lhe grandemente a vida, tendo dúvidas se não terá perdido o lugar no banco de suplentes para Barroca. Frango inacreditável.
Djamal, médio aveirense, é que não estava pelos ajustes de ter de jogar mais meia hora e decide ser expulso ao minuto 89. No prolongamento a Briosa, com um jogador a mais, nunca conseguiu superiorizar-se tendo pela frente um Beira-Mar atrevido a espreitar o golo.
Nas penalidades, já sem Ricardo que saíra lesionado numa coxa e na dignidade, Emídio Rafael e Orlando permitiram a defesa do guardião contrário.

Da Assembleia Geral

Contas aprovadas com milhão e meio de prejuízo

Os sócios da Académica de Coimbra reunidos este sábado em Assembleia Geral aprovaram por maioria o Relatório e Contas de 2008/2009, com um resultado líquido negativo de 1,5 milhões de euros.

No exercício relativo ao período entre 01 de Julho de 2008 e 30 de Junho de 2009, o passivo diminuiu 11 por cento (de 12,58 milhões de euros para 11,19), apresentando o clube um activo de 6,37 milhões de euros, o que representa uma queda de 39 por cento face à época passada (8,87 milhões).

Depois o exercício anterior ter terminado com um lucro de 617 mil euros, o vice-presidente para a área financeira, Luís Godinho, explicou que a conjuntura económica e a falta da venda de activos do clube (jogadores) contribuíram para explicar o resultado negativo.

O documento da direcção, aprovado com 19 abstenções e sem votos contra, afirma que "merece especial atenção e destaque, o ajustamento de dívidas a receber, resultante da insolvência da TBZ, no montante de 1 052 202,12 euros, e que vem contribuir, como factor principal, para o resultado líquido negativo obtido nesta época".

A TBZ, no entanto, rejeita esta dívida, dado que o Tribunal de Comércio de Lisboa, através do Administrador de Insolvência nomeado não reconheceu o crédito da Académica no valor acima referido, através de documento de não reconhecimento de créditos emitido a 25 de Maio de 2008.

"Tal afirmação é uma fantasia e constitui tentativa desesperada do Eng. José Eduardo Simões [presidente da Académica] de fugir às suas responsabilidades pelos maus resultados financeiros e desportivos fruto da sua gestão da Académica", referiu fonte da TBZ à Agência Lusa.

O elenco directivo defende que o passivo já teve uma diminuição suplementar a rondar os 1,5 milhões de euros, isto porque o mesmo se "encontra afectado negativamente por valores que já se encontravam pagos à data de 30 de Junho, mas ainda aguardavam ou o respectivo documento de suporte contabilístico ou o seu processamento".

Assim, o passivo real, à data do encerramento das Contas, é de cerca de 9 milhões de euros.

O sócio Luís Santarino criticou ainda assim o elevado passivo do clube, que duplicou desde que o ex-presidente Campos Coroa deixou a direcção do clube e que não reflecte a "performance" desportiva da equipa principal.

O presidente da Académica fez ainda o ponto da situação da época desportiva em marcha, referindo-se à apresentação de recurso do afastamento na Taça da Liga. Criticou ainda o actual momento negativo da Liga de clubes, bem como a situação "ridícula e caricata" da "novela" que foi a tentativa da contratação do treinador André Villas-Boas pelo Sporting.

[Fonte: O Jogo]

sábado, novembro 21, 2009

Contas

Passivo diminui 11% mas activo também
R.S.

Os sócios da Académica reúnem-se, esta noite, em Assembleia Geral, que está prevista para o auditório do Estádio Cidade de Coimbra. E o ponto alto do plenário será a discussão e votação do Relatório e Contas relativo ao exercício entre 1 de Julho de 2008 e 30 de Junho de 2009.

Ora, segundo o documento a que O JOGO teve acesso e que os associados irão conhecer durante o dia de hoje, o passivo dos estudantes foi reduzido em 11%, passando de 12.584.936.75 milhões de euros em 30 de Junho de 2008 para 11.198.968.01 milhões de euros em 30 de Junho de 2009. No entanto, o elenco liderado por José Eduardo Simões entende que o passivo real é inferior a 10 milhões de euros, uma vez que o passivo se "encontra afectado negativamente por valores que já se encontravam pagos à data de 30 de Junho, mas ainda aguardavam ou o respectivo documento de suporte contabilístico ou o seu processamento", o que leva a uma diminuição suplementar a rondar 1.5 milhões de euros.

De qualquer maneira, também o valor do activo líquido está mais reduzido (decréscimo de 39,3%, sendo agora de 6.372 milhões de euros), muito por culpa, de acordo com o mesmo documento, da insolvência da TBZ, que levou a uma diminuição de 87.9% ao nível das dívidas de terceiros de curto prazo.

[Fonte: O Jogo]

sexta-feira, novembro 20, 2009

Estatutos

A 2 de Janeiro deste ano sugeri, junto do Presidente da Assembleia Geral, que o Artº 8 na Proposta de Revisão de Estatutos fosse modificado de forma a se enquadrar nos tempos actuais.

Esta semana recebi, em resposta, a nova Proposta de Estatutos com uma nova redacção do referido Artigo:

Artigo 8.º

(Equipamento)

1. O equipamento para as modalidades desportivas é constituído por meias, calções e camisola pretas, tendo estas aposto, na altura do peito, o símbolo da AAC, nos termos indicados no artigo 6.º n.º1.

2. Sempre que por imposição regulamentar de qualquer prova desportiva, ou por outro motivo justificável, não for possível a utilização do equipamento descrito no número anterior, deverá ser utilizado, em sua substituição, o equipamento alternativo, de cor branca, sendo sempre obrigatória a aposição do símbolo.

3. Será criado um segundo equipamento alternativo caso alguma competição em que a AAC-OAF participe o exija.

Logo à noite será a vez de o Conselho Académico se pronunciar sobre este e outros artigos. Sábado será a vez dos sócios dizerem de sua justiça na Assembleia Geral.

Eu fico contente por ter dado uma pequena contribuição para que os Estatutos deixem de ser letra morta e passem a ser cumpridos.

Parem de tentar vender o Pedrinho

Começam a ser cansativas as notícias que se vê claramente que são colocadas por empresários nos media.

Pedrinho tem uma claúsula de rescisão de um milhão de euros e parece que há alguém disposto a mandar notícias para os media de modo a elevar o seu preço. De concreto, a notícia não tem nada, excepto o facto de se saber o nome de um dos clubes que tem observado Pedrinho.

quinta-feira, novembro 19, 2009

O meu protesto

Acabado de enviar:

Exmo. Senhor Provedor da Liga,

Vi, com curiosidade, a homologação dos resultados da 2ª fase da Taça da Liga e não encontrei a informação sobre TODOS os critérios de desempate, nomeadamente a informação sobre golos marcados e sofridos, bem como médias etárias.

Por uma questão de SERIEDADE e TRANSPARÊNCIA estes critérios deviam ser PÚBLICOS e nunca privados.

Ao somar as idades de todos os jogadores que actuaram em todos os jogos de modo a calcular a média etária dos jogadores envolvidos a  Associação Académica de Coimbra /OAF termina o grupo em 1º lugar. Sei que o Director Executivo afirmou que calculou a "média das idades médias dos jogadores", uma vez que disse que se um jogador fizesse anos entre os dois jogos calculava-se a idade média do jogador, mas não é isso que está escrito no Regulamento e tal facto é uma aberração matemática que não fica bem a um Organismo com a dignidade da LPFP.

Esperando que se rectifique esta situação, grave de mais para ser verdade, despeço-me cordialmente

cparis
 
(foi também enviado uma versão ligeiramente diferente ao Presidente da LPFP, Dr. Hermínio Loureiro)

Protestar faz sentido

Numa Liga séria não se fazia isto. Homologar resultados finais sem mostrar contas é como dizer que um clube ganhou um jogo, sem se dizer quantos golos marcou.

O AcademicaSempre lançou um protesto que transcrevo em baixo. Cabe a cada um de nós decidir o que fazer sem pensar que devem ser outros a lutar por nós.

Gostava também que alguém da Direcção da Briosa fizesse uma conferência de imprensa, onde em vez de pedir a Demissão do Presidente da Liga, mostrasse claramente as mentiras que já foram ditas.

É que pedir a demissão de Hermínio Loureiro só tira razão à Briosa e dá azo a que ninguém responda à questão essencial – que contas foram feitas que dão o Portimonense em primeiro? As únicas contas que respeitam o Regulamento dão a Briosa. As outras são artifícios matemáticos.

----------------

MAIL PARA TODOS ENVIARMOS À LIGA
Foram hoje homologados os resultados da Taça da Liga com a Académica em 2º lugar, estando parte da informação sobre a classificação omitida, como é o caso dos golos e médias etárias, critérios de desempate tão importantes quanto os pontos obtidos. É escandaloso, veja-se em: http://www.lpfp.pt/SiteCollectionDocuments/Comunicado%20oficial%20102%20-%20%C3%89poca%202009-2010.pdf

Assim sendo, está na altura de passar ao ataque. O senhor Orlando Carvalho, director executivo da liga, é o primeiro alvo a abater, após as suas falsas declarações sobre a forma como se calculava a média de um jogador que mudou de idade entre o 1º e 2º jogo. A prova como este senhor ou mentiu ou é incompetente foi apresentada no nosso penúltimo post. Toda a matéria sobre o roubo que está a decorrer está também está apresentada nos posts anterior.


Para já, o blogue Académica Sempre lança o apelo a todos os adeptos da Académica para ripostar o ataque de que estamos a ser alvos. Assim, vamos encher as caixas de correio da liga com o nosso protesto!!!

Aqui ficam os endereços a utilizar.
Em primeiro, podem usar o Provedor da Liga em:
http://www.lpfp.pt/provedor_do_adepto/pages/fale_com_o_provedor.aspx
(Não precisam de dar os vossos dados mais pessoais, são privados. Se há alguma coisa para mostrar são contas das médias por eles.)

Fora o provedor, aqui disponho também uma série de emails da Liga (podem mandar para todos):
geral@lpfp.netcabo.pt,
financeiro@lpfp.netcabo.pt,
comunicacao@lpfp.netcabo.pt,
marketing@lpfp.netcabo.pt,
tecnologia@lpfp.netcabo.pt,
augusto.silva@lpfp.netcabo.pt

e por fim, os contactos do alvo a abater!:
Orlando CARVALHO
orlando.carvalho@lpfp.netcabo.pt
orlando.carvalho-3279p@advogados.oa.pt
228 348 740


Para quem não quer ter trabalho a escrever um texto, deixamos já aqui um exemplar. Se quiserem mandar este têm o nosso apoio (podem enviar também para a imprensa). Não custa nada, copiar colar (Ctrl+C _ Ctrl+V).
Interessa é que haja protesto para verem que Portugal não é 3 rebanhos e o resto que se "trame". ESTAMOS CÁ PARA O COMBATE, SE NOS AFUNDARMOS NÃO VAMOS SOZINHOS!


-------------------------- exemplo de mail para envio --------------------

Exm.º(ª) Senhor(a),

Gostaria de saber porque é que a homologação dos resultados da 2ª fase da Taça da Liga (http://www.lpfp.pt/SiteCollectionDocuments/Comunicado%20oficial%20102%20-%20%C3%89poca%202009-2010.pdf) não mostra, nas tabelas de classificação, a informação sobre golos marcados e sofridos, bem como médias etárias. Sendo critérios de desempate, são tão importantes quanto os pontos obtidos e deviam estar assinalados para todas as equipas, mesmo as que ficaram empatadas em 2º e 3º lugares.
Ocupava muito espaço, não sabem ou têm algo a esconder?

Em segundo lugar, gostaria de perguntar porque ainda não mudaram a classificação do Grupo A, colocando a Associação Académica de Coimbra / OAF em 1º lugar. É que, se nos basearmos no vosso acórdão da época passada sobre caso semelhante, a média etária da Académica é a que se “harmoniza com o espírito geral do regulamento” e acabará assim por ficar em 1º lugar após recurso! Se tivesse sido já colocada em 1º, poupava-se uma vergonha para a Liga. A “harmonia com o espírito geral do regulamento” é confirmada pelo facto de que a única forma de o Portimonense se qualificar, seria não considerar que jogadores como Pedro Silva (35anos), Moita ou Vasco Matos (ambos com 29anos) jogaram os 2 jogos. No limite, aplicando este regulamento a uma taça da liga com 30 jornadas, se em 29 jornadas jogassem jogadores veteranos e apenas numa jornada jogassem juvenis, obviamente teria que se somar 29 vezes na média os veteranos e uma vez os juvenis, a dividir pelas 30 jornadas, de forma a que a média etária pudesse fazer sentido, e assim, a alínea em causa, “harmonizar-se com o espírito geral do regulamento”.

Já agora, aproveito para perguntar se me sabem dizer se o vosso director executivo é mentiroso ou incompetente. É que, segundo as declarações dele à imprensa sobre a média etária calculada quando um jogador tem idade diferente em 2 jogos, esta era conseguida através de uma média especial de idade para esse jogador (inventou ele sem haver nenhuma alínea referente a isso no regulamento). Todavia, com base nos resultados apresentados no vosso site (e que se apressaram a esconder), Portimonense com uma média de 24,556 e a Académica com 24,682, consegue-se perceber (após 4 dias de cálculos) que a idade dos jogadores considerada pela liga é igual em ambos os jogos, pois foi calculada com base, apenas, na diferença entre 2009 e o ano de nascimento (não obstante aumentarem a idade a jogadores que ainda não fizeram aniversário em 2009). Uma vez que não há concordância entre as afirmações proferidas e as fórmulas usadas, chego à conclusão que o senhor Orlando Carvalho, ou mentiu, ou é incompetente, sem outra alternativa possível. Por favor esclareçam-me então qual das opções será e digam-me também se será imediatamente, ou em breve, que esse senhor pedirá a demissão dos cargos que ocupa na Liga, que é de todos nós.

Por outro lado, o método de cálculo utilizado pela Liga (subtrair a 2009 o ano de nascimento do jogador para determinar o valor que se considera como a sua idade; e considerar apenas uma vez esse jogador, mesmo que actue nos dois jogos) vai contra os regulamentos aprovados por essa mesma entidade. No caso de, no final da 2.ª fase da prova, todos as equipas de um determinado grupo terminarem empatadas em pontos e em diferença de golos, dizem os regulamentos que o desempate é feito pela “ média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase". Ora, é por demais evidente que os valores que a liga utilizou para os cálculos da média não são as idades dos jogadores (os atletas que fazem aniversário após o dia 11 de Novembro – data do último jogo – foram considerados para a média com um ano a mais do que na realidade têm), sendo, por isso, ilegal o método de cálculo utilizado. O único método de cálculo que cumpre integralmente os regulamentos é chegar à média etária, somando as idades dos jogadores em cada uma das partidas (as idades dos que jogaram os dois jogos devem ser somadas duas vezes para se ter em conta a possibilidade de haver atletas que façam anos no espaço temporal que medeia as duas partidas) e dividir pelo número total de jogadores (neste caso 28, porque todas as equipas utilizaram 14 jogadores em cada partida)! Assim, não só em “harmonia com o espírito geral do regulamento” mas fundamentalmente cumprindo os regulamentos que a própria Liga aprovou e tem o dever de fazer cumprir, é a Associação Académica de Coimbra / OAF que tem a média etária mais baixa e deverá, por isso mesmo, ser qualificada para a próxima fase!

Agradecendo desde já a vossa atenção,
Com os melhores cumprimentos.

terça-feira, novembro 17, 2009

Más notícias

Lesão de Orlando preocupante

Central está com problema nos gémeos e pode ficar afastado durante algumas semanas.

Do trio de jogadores lesionados, o central Orlando é o que inspira maiores cuidados, tendo em conta que a lesão nos gémeos poderá afastá-lo dos relvados algum tempo.

O treinador da Académica, André Villas Boas, dirige o primeiro treino da semana antes da recepção ao Beira-Mar, para a Taça de Portugal, depois da equipa ter gozado dois dias de folga

[Fonte: A Bola]

segunda-feira, novembro 16, 2009

O disparate

Se, por exemplo, um jogador tiver 27 anos num jogo, mas no anterior tenha tido 26, somamos as duas idades e dividimos por dois. É esse o critério. [Orlando Carvalho, director executivo da LPFP]

Ou seja, em vez de se cumprir o regulamento que fala na

Média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase

Opta-se por calcular a

Média das idades médias dos jogadores

Qualquer estudante de Matemática que o senhor Director da Liga consultar, o poderá informar da diferença. Eu, sinceramente, não tenho paciência para ensinar burros.

domingo, novembro 15, 2009

A transparência incomoda as gentes do futebol

Um dos grandes problemas do futebol português é a incapacidade de fazer as coisas às claras, sob o escrutínio público. Foi assim o ano passado, com o goal-average e é assim este ano com a média de idades.

O ano passado, resolveu-se o problema com um comunicado idiota, e depois três senhores numa sala resolveram o assunto dizendo que o Belenenses não tinha protestado correctamente.

Este ano, optou-se por apagar o texto inicial que estava colocado on-line, com umas médias onde um jogador de 28 anos tinha sido contabilizado como tendo 34. O Portimonense mantém-se apurado mas em lado nenhum se explica como. Qual a média de idades que teve, e como foi calculada. No fundo foi como se um árbitro dissesse que uma equipa tinha ganho o jogo, mas ninguém viu golo nenhum. Provavelmente aparecerão agora umas fórmulas, algumas até sugeridas por blogues da … Briosa, para justificar a passagem do Portimonense que se viu enganado pelo site da Liga.

Quem está de cara limpa no futebol, é transparente. Mostra as contas todas, e nunca, mas nunca, emenda algo que diz, apagando o anterior. Se há lugar a rectificação, que se faça a mesma, mas reescrever a história são hábitos de outros tempos… Da altura do goal-average.

sexta-feira, novembro 13, 2009

As razões

A RR avança com as razões do não entendimento entre Briosa e o SCP:

  • José Eduardo Simões não abdicava de receber um milhão de euros e jogadores, ou 2 milhões sem jogadores (um pouco o que tínhamos já adiantado de manhã)
  • Villas Boas também não terá recebido do SCP as garantias que necessitava relativamente aos reforços que pretendia (alguma Comunicação Social falava explicitamente em Quaresma)

José Eduardo Simões também se disponibilizou a rever o contrato do seu treinador (actualmente nos 100 mil/ano) melhorando a cláusula de rescisão que existe e que pode ser accionada no próximo defeso.

OFICIAL: Académica e SCP sem acordo

A Briosa acaba de lançar um comunicado onde diz que não chegou a acordo com o Sporting para a transferência do técnico para Alvalade, pelo que Villas Boas irá permanecer em Coimbra.

Espero que seja um ponto final no assunto.

Briosa já deu luz verde

Segundo fui informado, José Eduardo Simões já deu luz verde para o SCP negociar com André Villas Boas apesar de ainda não ter chegado a acordo com o SCP sobre a verba que teria de ser paga de modo a deixar sair o jovem treinador.

José Eduardo Simões está a pedir 1 milhão de euros e a cedência de jogadores, valor que está a ser liminarmente recusado pelos dirigentes leoninos.

Primeiro erro emendado

tiero_liga_revA LPFP já emendou a idade do Tiero no seu site.

Estou à espera da correcção no cálculo da média de idades, porque seguramente isto irá influenciar, ou não? E se passar a Briosa, não deverá protestar o Portimonense, por ter sido induzido em erro? Pois claro que sim, porque isto sem confusão não teria piada nenhuma.

Terá sido isto?

Nesta questão da média de idades, o que acho mais estranho é o facto de ninguém conseguir obter os mesmos valores de referência  que a Liga. Nem a Briosa, nem o Portimonense.

tiero_ligaConsultando as idades que estão no site da LPFP começo a perceber porquê. As datas que ali estão foram colocadas por alguém que deve ser primo do tipo que faz os regulamentos

tiero_zerozero

quinta-feira, novembro 12, 2009

Definitivo: Briosa fora da Taça da Liga

Classificação do Grupo A após a 3ª jornada:

1º- Portimonense, 2 jogos; 2 pontos
2º- Académica, 2; 2
3º- Beira-Mar, 2; 2

(Apurado para a 3ª fase: Portimonense)

Média etária dos jogadores utilizados durante a 2ª fase:

Portimonense: 24,556
Académica: 24,682
Beira-Mar: 25,474

[Informação oficial (?) retirada do site da Liga].

O fascinante é que não consegui acertar na média de nenhum clube, o que não deixa de ser curioso. Seria muito útil e pedagógico que a Liga indicasse como chegou a estes valores, porque penso que estas contas estão erradas.

Cada vez mais longe

vilasboas “Ninguém falou comigo, nem me reuni com ninguém. A dimensão de tudo isto e as reuniões que têm aparecido na comunicação social são impensáveis. Estou a fazer as coisas como se faz no campeonato inglês. Avisaram-me que poderia haver interesse e eu pedi à Académica para ouvir o Sporting, para saber se há realmente interesse.”

“Tenho de avaliar uma série de coisas. Tenho de avaliar a Académica, saber se o interesse é verdadeiro, se realmente me querem”

Briosa passa à fase seguinte?

A Briosa empata no Algarve, e segundo o Record terminou em primeiro no seu grupo de classificação.

taca_liga_classificacaoO primeiro lugar é obtido, recorrendo ao brilhante articulado da Taça da Liga que fala da:

Média etária mais baixa dos jogadores utilizados durante a respectiva fase 

O problema, é que segundo as minhas contas, a Briosa tem uma média superior ao Portimonense, mas atendendo que é a Liga que prefere interpretar os Regulamentos do que ligar aquilo que lá está escrito, vou aguardar calmamente esperando estar enganado.

quarta-feira, novembro 11, 2009

Falha de iluminação adia jogo da Briosa

O jogo Portimonense-Académica, da Taça da Liga, foi esta quarta-feira interrompido devido à falha de energia eléctrica no Estádio Municipal de Portimão, o que motivou o seu adiamento para quinta-feira.

Com o marcador a registar 0-0, o jogo da 3.ª e última jornada do Grupo A da 3.ª fase da competição foi interrompido ao minuto 51 e, depois de aguardar os 30 minutos previstos no artigo 17.º do Regulamento de Competições da Liga, o árbitro Marco Ferreira, da Madeira, determinou o adiamento a partida.

Por acordo dos clubes, a conclusão dos 39 minutos e 10 segundos de jogo que faltam disputar, segundo o relógio do árbitro, ficou marcada para as 15:00 de quinta-feira, no mesmo recinto.

O artigo 14.º do regulamento determina que, nestes casos, a conclusão do jogo deve ocorrer nas 30 horas seguintes à interrupção.

Segundo o presidente do Portimonense, Fernando Rocha, a falha de iluminação teve origem num curto-circuito no posto de transformação da EDP que alimenta o estádio, aparentemente provocado por um rato.

O Beira-Mar, que já disputou os seus dois jogos no Grupo A, lidera com dois pontos, fruto de empates a zero com Portimonense e Académica. Se o resultado do jogo entre algarvios e "estudantes" se mantiver, as três equipas ficam em igualdade total e o vencedor será aquele cuja média de idades dos jogadores utilizados nesta fase da competição seja a mais baixa.

[Fonte: O Jogo]

Dúvida

Não vou discutir mais esse assunto

é uma resposta interessante, mas eu preferia uma resposta mais clara e que eliminasse completamente o ruído, como esta:

Não serei o treinador do Sporting, aconteça o que acontecer

Até lá, ficarei sempre sem saber quem irá orientar a Briosa no próximo jogo do Campeonato.

terça-feira, novembro 10, 2009

Lugar aos novos

André Villas Boas resolveu deixar de fora nada mais nada menos do que sete jogadores, em relação à última convocatória, para o encontro desta quarta-feira, frente ao Portimonense, a contar para a terceira jornada da segunda fase da Taça da Liga.

Lito, Sougou, Luiz Nunes, Orlando, André Fontes, Licá e Pedrinho vão ficar a descansar, para darem lugar a Hélder Cabral, Bischoff, Bru, Vouho e Amessan. Este último, um jovem extremo-esquerdo marfinense que tem estado ao serviço do satélite Tourizense, faz parte dos convocados da Académica pela primeira vez esta época. Já Bischoff e Vouho, chamados no tempo de Rogério Gonçalves, foram incluídos na lista dos eleitos pela primeira vez pelo jovem técnico.

Desta forma, a relação passou de 20 para 18 jogadores, sendo que Barroca e Diogo Gomes completam o rol de atletas não convocados por opção.

Bruno Amaro continua em recuperação, assim como Orlando que não conseguiu debelar uma mialgia, que já o impedira de defrontar a U. Leiria, depois de ter feito um teste final durante o período de aquecimento.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Ricardo e Rui Nereu;
Defesas: Pedro Costa, Berger, Amoreirinha, Hélder Cabral e Emídio Rafael;
Médios: Bru, Nuno Coelho, Paulo Sérgio, Tiero, Bischoff e Cris;
Avançados: Amessan, Éder, Vouho, Miguel Fidalgo e João Ribeiro.

[Fonte: maisfutebol]

Acho bem que se testem os jogadores novos, dando descanso aos mais utlizados. Como se pode manter a moral elevada se jogarem sempre os mesmos?

sábado, novembro 07, 2009

Villas Boas fica em Coimbra

O interesse do SCP em Villas Boas não é de agora, e remonta aos tempos de Soares Franco. O clube que rejeitou a ida de Mourinho via em Villas Boas uma hipótese de fazer as pazes com o passado admitindo um seu adjunto. O forever de JEB adiou esse sonho leonino.

Desta forma pareceu-me natural que com a saída de Paulo Bento, Villas Boas aparecesse na linha da frente como  possível sucessor, cabendo a decisão final à capacidade que o jovem treinador teria de refrear a sua ambição de forma a honrar um compromisso assumido recentemente.

E na verdade, Villas Boas parece querer mostrar que quer estar na profissão de forma honrada e digna:

Sou indiferente a esses comentários. Não estou aqui para alimentar os vossos rumores ou o mercado de treinadores. Estou totalmente imbuído no projecto da Académica.

Bem haja, e que a sua decisão seja coroada com uma vitória em Leiria.

sexta-feira, novembro 06, 2009

Será que é desta?

A Direcção da AAC parece ter chegado a acordo para ajudar a Mancha Negra na organização da deslocação a Coimbra. Os bilhetes, que custam 10 euros, já estão à venda na Loja Oficial da Académica, no Estádio Finibanco Cidade de Coimbra, até à próxima sexta-feira.

Veremos no próximo jogo em casa se a Direcção também se aproxima da Mancha Negra nos preços que faz aos seus sócios, para que se acabe de vez com a vergonha que é uma claque apoiada pela AAC fornecer bilhetes mais baratos para não sócios da AAC do que fornece a Direcção da AAC aos seus sócios.

Convite

futcaus_cartaz_hg[1]Vimos convidar-vos para a abertura do Festival Internacional de Cinema - Mostralíngua 2009, onde se fará a primeira apresentação pública em Coimbra, SEXTA-FEIRA, 6 Novembro -21.30h -teatro Cerca S.Bernardo (Patio Inquisição), do filme FUTEBOL DE CAUSAS realizado por Ricardo Martins.

Devido ao elevado pedido de bilhetes e o número limitado de lugares na sala, aconselhamos que sejam feitas reservas de bilhetes através dos contactos pelo telefone 239 718 238 telemóvel 966302488 ou ainda pelo endereço geral@aescoladanoite.pt.

O Preço de cada sessão é de 1€. Os bilhetes devem ser levantados no limite até 15 minutos antes da sessão, período após o qual serão postos à venda.

“Futebol de Causas” de Ricardo Martins dá-nos uma visão inédita da Briosa com base nas crises académicas e no papel desempenhado pelos jogadores de futebol da Académica na crise académica de 69. Os actores deste filme são os seus protagonistas históricos, dentro e fora de campo, destacando-se Alberto Martins, Presidente da Associação Académica de Coimbra em 1969, Celso Cruzeiro, dirigente associativo ou os jogadores Mário Wilson, José Belo ou os irmãos Mário e Vítor Campos. O filme estreou recentemente no Doclisboa 2009 onde foi recebido calorosamente.

quarta-feira, novembro 04, 2009

O importante é ir para o treino

Diogo Gomes está a braços com um processo disciplinar por ter sido apanhado a conduzir com uma taxa de alcoolemia superior ao permitido por lei.

Como se este facto não fosse grave apenas por si só, o curioso é que o jogador foi apanhado neste estado a caminho do treino.

Ser apanhado embriagado, de madrugada, numa noite livre já é mau para um desportista. Agora ser apanhado embriagado de manhã, antes de um treino, é fabuloso. Ainda se devia achar bom profissional porque o importante era ir para o treino.

Diogo Gomes tem vinte e quatro anos e a sua carreira em Portugal parece ter acabado.

segunda-feira, novembro 02, 2009

Primeira vitória (vídeos)

Éder ameaça aos 25 minutos.

Aos 36 minutos, Sougou marca de grande penalidade, por mão de Moreno, na sequência de um remate de João Ribeiro.

Aos 57 minutos, Éder a marcar o seu primeiro golo no campeonato e sentencia o jogo.

Destaque também para as excelente exibições de Berger, Pedrinho, João Ribeiro e Tiero.

Briosa – VSC (em directo)

domingo, novembro 01, 2009

Jogo de amanhã

O regresso de Miguel Fidalgo e as saídas do lateral-esquerdo Hélder Cabral e do médio Diogo Gomes são as únicas alterações na lista de convocados da Académica para a recepção ao Vitória de Guimarães, jogo que encerra amanhã a 9.ª jornada da Liga.

Luiz Nunes e Bruno Amaro, ambos lesionados, são os únicos indisponíveis para o treinador André Villas Boas para este encontro.

Neste jogo espera-se uma enchente no sector da Mancha Negra que conseguiu escoar completamente os bilhetes do seu sector, mercê de uma estranha política que permite a um não sócio adquirir bilhetes mais baratos do que aqueles que são vendidos pela Direcção aos sócios.

Convocados:

Guarda-Redes: Rui Nereu e Ricardo.

Defesas: Amoreirinha, Berger, Orlando, Pedrinho, Emídio Rafael e Pedro Costa.

Médios: Paulo Sérgio, Cris, Tiero, Nuno Coelho e Jonathan Bru.

Avançados: Miguel Pedro, Miguel Fidalgo, Lito, Sougou, Éder e João Ribeiro.

sexta-feira, outubro 30, 2009

Fair Play

A Académica recebeu nesta quinta-feira o Prémio Fair Play relativo ao mês de Setembro, galardão atribuído pelo Sindicato dos Jogadores à equipa mais correcta em campo.

Se aliarmos este facto à estatística de que somos a equipa com mais recuperações de bola constatamos que nem tudo está mal na nossa equipa. sabemos recuperar bolas sem faltas, o que é sempre positivo. O facto mais estranho é que o líder das recuperações é Pedrinho, jogador que normalmente actua numa ala e muito recuado no terreno.

terça-feira, outubro 27, 2009

Adversário acessível

Na Taça de Portugal, coube-nos a sorte de receber o Beira Mar. Com 3 derrotas e 4 vitórias na Liga Vitalis, parece-me ser um adversário acessível para a Briosa numa eliminatória que se vai decidir a 21 e 22 de Novembro.

segunda-feira, outubro 26, 2009

A realidade

63' Bruno Alves faz falta sobre Sougou passível de acção disciplinar?

- Depois de ter derrubado Sougou, e com este já no chão, Bruno Alves, com o pé direito, pontapeou a cabeça do adversário. Faltou cartão vermelho. (Jorge Coroado)

- É uma entrada extemporânea de Bruno Alves. O árbitro podia ter mostrado cartão vermelho, uma vez que, depois, pontapeia o adversário. (Rosa Santos)

- Bruno Alves, com a sua forma habitual de jogar, impõe alguma agressividade em alguns lances. Neste caso concreto, para além da falta técnica, justificava-se o cartão amarelo. (António Rola)

domingo, outubro 25, 2009

Triste sina

Expulsão perdoada a Bruno Alves por agressão a Sougou, golos obtidos em fora de jogo… Já não bastava a superioridade táctica e técnica da equipa do FCP, ainda tivemos de levar com uma arbitragem habilidosa.

Bom golo de Miguel Pedro, boa disposição táctica na primeira parte. Gostei da equipa da Briosa e apreciei algumas das mudanças efectuadas por Villas Boas. Estou confiante para o próximo jogo em casa.

FCP 3 – AAC 2 (golos)

1-0 M. Gonzalez 65'

2-0 E. Farias 67'

2-1 Miguel Pedro 76'

3-1 E. Farias 81'

3-2 Sougou 90'

FCP - Briosa

sexta-feira, outubro 23, 2009

Vamos todos apoiar os Júniores!


Amanhã, dia 24 de Outubro, Sábado, pelas 15H00 no Cidade de Coimbra vai-se jogar a 9ª jornada do Campeonato Nacional de Júniores - Zona Norte, campeonato esse que a Briosa lidera com 22 pontos, mais 2 que o segundo classificado, o Futebol Clube do Porto.

O jogo colocará frente a frente a equipa da Mágica Briosa e o Penafiel. A entrada é apenas 2 euros e ainda se fica habilitado a ganhar um bilhete para o concerto que os U2 vão dar em Coimbra.

Vamos todos ao Estádio Cidade de Coimbra!

terça-feira, outubro 20, 2009

Jorge Mendes na Briosa

Segundo julgo saber, André Villas Boas será o rosto visível de uma operação de cooperação da Briosa com o maior empresário português - Jorge Mendes.

A estratégia passará pela colocação de jogadores na Briosa, tendo em vista a sua utilização e promoção, permitindo à Briosa usufruir dos serviços de jogadores de qualidade e permitindo ao empresário valorizar esses mesmos jogadores.

Assumindo como verdadeira esta informação que me chegou, a minha posição é a seguinte:

  • Como estratégia parece-me interessante, restando saber os moldes em que a dita cooperação será estabelecida. Em particular, saber se a autonomia da Briosa será em algum momento beliscada, isto é, se o jogador A vai ficar no banco, para que alinhe o jogador B só porque é do empresário em causa. Ou se deixa de se comprar o jogador C porque é de um empresário rival.
  • Deve-se ter em atenção que até ao momento não há conhecimento de nenhuma parceria deste tipo que tenha tido sucesso no futebol português. Estoril é só o exemplo mais recente.

Atendendo a que não há nenhuma documentação assinada, só o Presidente e o empresário poderão confirmar a veracidade ou não desta informação, mas foi-me indicada por fonte que não costuma falhar. Uma maneira simples de aferir, será na próxima abertura de mercado, onde 4 ou 5 jogadores do referido empresário devem chegar a Coimbra.

As voltas que a história dá

relva Ao ver Paulo Bento queixar-se do relvado, na mesma altura em que se vendem os bilhetes para os U2 em Coimbra, não pude deixar de me lembrar deste episódio.

Só não sei se o director de comunicação ainda é o mesmo, mas não deixa de ser giro lembrar que a única equipa que pôs em causa as condições do relvado do Estádio Cidade de Coimbra, é simultaneamente aquela que tem mais problemas com o seu próprio relvado.

Briosa 2 – Portimonense 1 (resumo)

domingo, outubro 18, 2009

Miguel Pedro de fora no próximo jogo

Segundo Augusto Roxo, “a lesão de Miguel Pedro é de média gravidade”, sendo certo que o jogador deverá falhar a deslocação ao Estádio do Dragão. A duração exacta da ausência dos relvados dependerá da avaliação dos exames complementares que vão ser efectuados nos HUC.

Briosa 2 – 1 Portimonense (ao vivo)

A Briosa alinhou de inicio com Nereu, Pedrinho, Orlando, Berger e Emídio Rafael na defesa. No meio campo com Nuno Coelho, Tiero e Cris, e na frente  com Sougou, Miguel Fidalgo e Miguel Pedro.
Destaque para o regresso de Berger e para a pouquíssima assistência no Estádio.
24 mim. Diogo Melo leva amarelo por entrada dura sobre Miguel Pedro.
30 min. Miguel Pedro não recuperou e tem de ser substituído por Lito
40 min. Primeira grande oportunidade no jogo para a Brisoa pelo inevitável Lito.
41 min. Miguel Fidalgo volta a assumir-se como o home golo desta equipa da Briosa. 1-0.
45 min. Golaaaço de Tiero
Intervalo
53 min. Reacção do Portimonense. 2-1
59 min. Grande defesa do guardião do Portimonense a remate de Lito, correspondendo a solicitação de Sougou. Lito em grande forma a mostrar a Villas Boas que pode contar com ele.
59 min. Sai Miguel Fidalgo, entra Éder.
78 min. A Briosa continua a pressionar e o guardião adversário a querer ser a figura do jogo. Agora foi com os pés, a remate de Nuno Coelho na sequência de um canto
79 min. Sai Cris e entra Paulo Sérgio. Refrescar o meio campo parece ser a ideia de Villas Boas
86 min. Tiero lesiona-se
90 min. Três minutos de compensação. Falta pouco para a vitória.
ACABOU!
Boa vitória num jogo com pouco mais de 800 espectadores.

sábado, outubro 17, 2009

O Velho Capitão já tem 80 anos

mariowilson1Mário Wilson, o Velho Capitão, dá uma entrevista ao jornal A Bola, onde aproveita para recordar a sua passagem por Coimbra.

Alguns excertos:

- É verdade que a sua transferência para Coimbra meteu a cunha do ministro da Educação?
- É verdade, em absoluto. Havia a famosa Lei de Opção, mas porque eu era estudante, o ministério abriu um precedente que me beneficiou. Depois apareceram outros jogadores, como o Peres, que se transferiram da mesma forma.

- Em Coimbra começa a viver num ambiente subversivo, contra o regime fascista...
- Antes vivi com o Agostinho Neto, em Lisboa. Tinhamos uma intimidade profunda. Nós, os africanos, não nos libertávamos do espírito de independência. Nessa altura reunia com Agostinho Neto, Mário Miranda, Marcelino dos Santos (que fez atletismo comigo) e outros ligados à Guiné e a Cabo-Verde. Juntávamo-nos na Praça do Chile à 2ª feira, era infalível, e íamos numa romaria até aos Restauradores. Em Coimbra junto-me a Chipenda e ao Araújo. Eles acabam por fazer a sua luta, mas entra em acção a PIDE e são presos. Depois são libertados, um pouco por minha influência. Os da PIDE chamaram-me, porque era o capitão da Académica e disseram-me: «Estes tipos queriam fugir e a gente apanhou-os a caminho da Figueira da Foz. É importante que o Capitão faça com que eles abandonem essa ideia. E diga ao Chipenda, que se quiser, deixamo-lo ir fazer os exames que tem marcados na universidade» E foi mesmo, no Mercedes da PIDE, com chaufer e tudo. Mais tarde dá-se um conflito académico de monta, que origina a paragem do campeonato por uma jornada, como forma de protesto contra a colonização. Surgem os militares e somos chamados à Praça da República para definir a nossa posição. Fui o primeiro a ser ouvido, maisd uma vez por ser o capitão. «O senhor joga ou não joga?», perguntaram-me. «Desculpem, mas preciso de falar à parte com os jogadores», respondi. Juntámo-nos todos numa sala e falei: «Temos tempo para as nossas lutas, não vamos suicidar-nos colectivamente. Acho que devemos dizer que vamos jogar. E o Chipenda,o Araújo, o N'dalo França e os demais disseram que sim. Mais tarde fugiram e entraram na luta da independência.

- Em Coimbra passa a ser o Velho Capitão...
- Foi a alcunha que mais perdurou. Porquê? Porque em Coimbra fui o eterno capitão, pela minha postura e maneira de ser. Era capitão na Académica quem tinha as habilitações mais elevadas. Até que apareceu Cândido de Oliveira e o Oscar Tellechea e disseram. «Não, o fulano que tem o perfil de capitão que nós imaginamos é Mário Wilson.» E fui capitão para sempre.

- Conheceu Mestre Cândido. Como era o homem, o treinador?
- Tive um convívio extremamente forte com ele. Foi sempre impecável. Ia para o hotel Astoria, onde vivia e falávamos horas a fio de futebol. Era um homem de grande dignidade, que gostava do bom convívio. Era uma delícia ouvi-lo. E era profundo, humano e inteligente no que defendia. Foi um dos catedráticos do futebol. Havia um grupo de doutores no café Arcádia que requisitava o Cândido e ele presidia a essas reuniões como um autêntico catedrático, com um domínio cultural impressionante sobre tudo o que se passava.

- Iniciou a sua carreira de treinador como adjunto dele, não foi?
- Sim, ainda era jogador, quando fui seu adjunto.

- Em 1963 acaba como jogador. Passa a adjunto de Otto Bumbel, depois de Janos Biri e de Mário Imbelloni e a fechar este ciclo é adjunto de Pedroto.
- Quando o Pedroto sai é que eu assumo o lugar de treinador da Académica. O Pedroto era intratável. Tinha atitudes que roçavam o racismo. Ele queria sempre ser o big boss.

- As grandes lutas Norte-Sul começam entre Pedroto e Wilson. E são lutas duras...
- São, são... Mas em Coimbra eu era o Capitão e os jogadores andavam à minha volta, pouco ligavam ao Pedroto. Eu era o espírito académico, o Pedroto era ganhar, ganhar...tinha uma determinação própria, um pouco a destoar daquele ambiente de Coimbra.

- Pedroto deixa a Académica por dar uma punhada num jornalista de Coimbra, não é?
- Exactamente. Ele foi acumulando pequenos ódios. Tinha coisas tal como o Pinto da Costa,de uma determinação inabalável. Uma das máximas do Pedroto era: «Morrer por morrer, que morra o meu pai, que é mais velho». Isto era Pedroto.

- Ia falar da saída de Pedroto...
- O Porto foi jogar a Coimbra e esse tal jornalista, depois do jogo, escreveu: «Este jogo antes de começar já estava perdido.» O Pedroto não esperou, foi ao café onde se reuniam os teóricos, viu o jornalista e perguntou-lhe: «Foi você que escreveu isto?». - «Fui, porquê?» E Pedroto respondeu-lhe com um soco nos queixos. Isto era Pedroto.

quinta-feira, outubro 15, 2009

Assim se enchem estádios

Esta afluência invulgar de público resulta da soma dos 27 mil lugares anuais adquiridos pelos sócios portistas no início da época, aos 14 mil que já se venderam ao preço de 1 euro para os sócios do FC Porto e do Sertananse, e a 2 euros para os não sócios, e aos 3 mil que foram distribuídos por escolas do Grande Porto e da Sertã, de onde virão ainda 1500 outros adeptos.

[…]

Os bilhetes que faltam vender oscilam entre 1 e 4 euros para sócios e 2 e 8 euros para não sócios.

   in Record

Jogo da Taça de Portugal com bilhetes a 1 euro para sócios. Um euro! Nós por cá, pedimos 8 e 12. Eles enchem o Estádio. Nós nem 10%.

quarta-feira, outubro 14, 2009

Já treinou

E porque há muito que fazer, Villas Boas já orientou o treino hoje de manhã, demonstrando que está cheio de vontade e ambição de vencer. Consigo trouxe José Mário Rocha, treinador que tem estado ligado à formação do FCP.

A apresentação será às 15:30. Zé Nando e Pedro Roma continuarão na equipa técnica nas funções já anteriormente assumidas – adjunto e treinador de guarda redes.

terça-feira, outubro 13, 2009

Confirma-se

Segundo o maisfutebol, André Villas Boas assina por dois anos. Seja bem vindo. Trabalho não lhe faltará.

André Villas Boas

andre[1] Acima de tudo, creio que esta solução é muito interessante. Já tive o prazer de ouvir o André a falar de futebol, e disso percebe ele. Um estudioso do fenómeno que vai muito para além das temporizações, balanceamentos e outros jargões que se tornaram comuns no nosso futebol.

André Villas Boas fala do futebol como um estratega mas ao mesmo tempo, de forma directa e simples.

Será que conseguirá lidar com um balneário? Organizar metodologias de treino? Não sei. Mas sei que é competente e que teve o melhor professor do mundo.  Por mim, seria uma boa solução.

sábado, outubro 10, 2009

Resumo do nulo

Para todos aqueles que não foram ao ECC.

IUPIIII

Conseguimos empatar, em casa, contra uma equipa da Liga Vitalis que veio rodar jogadores menos utilizados. Este Beira-Mar que em 3 jogos fora na Liga Vitalis tem uma vitória e duas derrotas, consegue vir ganhar um ponto a Coimbra. Fantástico.

Será que oficialmente já se pode dizer que batemos no fundo, ou é preciso descer ainda mais um bocadinho?

Destaque positivo para as 612 pessoas que se deslocaram ao Estádio.

sexta-feira, outubro 09, 2009

Quantos virão?

Quantas pessoas darão 5€ para estar daqui a pouco a ver a Briosa a dar uns pontapés na bola? 100? 150?

quinta-feira, outubro 08, 2009

Sobre o Comunicado

Sobre este comunicado, não sei o que é mais absurdo:

  • O ter de se esperar até quarta feira à noite para sair um comunicado da reunião de segunda feira.
  • Esta mesma estrutura, NADA PROFISSIONAL, vir protestar contra “a falta de profissionalismo de alguns órgãos de comunicação social”.
    Ao não apontar nomes, coloca todos sobre o mesmo chapéu, ofendendo quem é profissional. Se há notícias inventadas, denuncie-se os autores. Não esquecer porém que muita da especulação se deve principalmente pela ausência de notícias veiculadas pela AAC/OAF. Quem é o director de comunicação?

Quanto ao resto, já tinha alertado aqui o que se passava. A Direcção afasta os sócios cordatos do Estádio e fomenta a presença de grupos organizados. Se até posso concordar com o apoio à Mancha acho completamente desajustado que um sócio da Briosa tenha de pagar o mesmo para ver o Marítimo que um sócio do Braga para ver o Benfica. Um absurdo que não se compreende.

Sobre aquilo que interessava, a solução técnica, o comunicado diz aquilo que já avancei – vai-se “experimentar” o Zé Nando. Enfim.

quarta-feira, outubro 07, 2009

(Des)esperando

Enquanto João Alves se prepara para assumir o cargo de treinador do Servette FC, 13.º classificado da II Divisão suíça, na Briosa continua-se sem novidade nenhuma. Ou melhor, a novidade é que o futebol parece ter sido entregue a Gonçalo Capitão, pessoa que muito respeito, mas que não acho minimamente vocacionada para o cargo.

Parece que não há dinheiro e a solução passa por colocar Zé Nando e os treinadores dos juniores enquanto não se arranja um antigo jogador da Briosa (Toni, Dimas) que aceite vir apenas pelo espírito académico.

O meu medo é que esta estratégia suicida resulte nos próximos jogos das Taças e seja levada adiante para o campeonato.

segunda-feira, outubro 05, 2009

Tudo ao molho

Saltou à vista, no primeiro treino da era pós-Rogério Gonçalves, que seria muito difícil a Zé Nando, o antigo adjunto e agora técnico interino, preparar a equipa apenas com o auxilio de Pedro Roma. Foi por isso sem surpresa que a sessão desta segunda-feira já contou com mais dois treinadores, Pedro Jorge e Filipe Silva, ambos responsáveis pelo treino dos guarda-redes das camadas jovens da Briosa.


Com a equipa composta agora por quatro técnicos, parecem estar reunidas as condições para «atacar» o jogo com o Beira Mar, esta sexta-feira à noite, em jogo em atraso da primeira jornada da segunda fase da Taça da Liga   in maisfutebol

Quem é mesmo o Director Desportivo da Briosa? Há alguém ou ainda é aquela confusão de todos os directores mandarem opiniões para o ar?

Luvas pretas de regresso

É o rumor que ganha cada vez mais força, podendo ficar acertado ainda hoje.

domingo, outubro 04, 2009

Treinador, não é para treinar?

Pelo imenso respeito que tenho por ele, só digo uma coisa – tem imenso carisma, percebe de futebol e trabalha muito bem no banco em dia de jogo.

Já quanto aos treinos… bem, se alguém alguma vez os viu, percebe o que eu receio. Treinar está longe de ser o seu forte e daí o ter sido afastado do último projecto de formação que abraçou.

sábado, outubro 03, 2009

Garcés detido por posse de arma e agressão à mulher

José Luis Garcés, «El Pistolero», continua a dar que falar no Panamá. Desta vez, o avançado dos quadros da Académica foi detido na sequência de uma queixa da sua própria mulher. Segundo a queixosa, o jogador não gostou de ser chamado à atenção e partiu para as agressões, deixando marcas no seA Policía Nacional de Panamá Oeste tomou conta da ocorrência e deteve Garcés. Nesse momento, as autoridades descobriram ainda uma arma calibre 380 e sete munições, em posse do jogador. O internacional panamiano tinha saído com amigos, encontrando-se numa discoteca quando a mulher o surpreendeu na companhia de uma jovem. A discussão começou aí e agravou-se no veículo do atleta.
Garcés encontrava-se no seu país enquanto esperava pela ordem para regressar ao Al Ettifaq, clube da Arábia Saudita que representa por empréstimo da Académica. Para já, continua detido em La Chorrera.
Mais Futebol

O senhor que se segue

Porque não gosto de falar depois, comprometo-me sobre quem gostaria de ver a treinar em Coimbra:

Cajuda: O meu preferido mas aparentemente impossível de concretizar por ter compromissos aos quais não se pode furtar.

Álvaro Magalhães: Mais conhecido por ter sido adjunto de Trapattoni, também teve um percurso como treinador principal de futebol interessante. Não creio que com o Álvaro se conseguisse melhor prestação do que o ano passado, mas estou seguro que não desceríamos.

Quem eu NÃO GOSTARIA de ver:

Carlos Azenha: Não duvido das suas capacidades como treinador, mas duvido do seu carácter.

Carlos Carvalhal: Por razões mais do que óbvias. Carvalhal pegou numa equipa com ambições europeias e em 17 jogos na Liga conseguiu 2 vitórias, 7 empates e 8 derrotas. Se querem um clone de Rogério Gonçalves contratem o Carvalhal. Depois não se queixem porque será isso que Carvalhal estará sempre a fazer.

AAC 2 – Marítimo 4 (resumo)

Derrota em toda a linha

Antes de começar o jogo, nas bancadas: 2.514 espectadores.

Estou curiosíssimo de saber quantos bilhetes caros foram vendidos. Aposto que nenhum. Mas assim deve dar menos trabalhar a limpar, penso eu.

Depois na equipa inicial. Rogério Gonçalves continua a acreditar que Vouho é melhor do que Lito e do que Miguel Fidalgo.

Finalmente no resultado final. Perder em casa 4-2 é vergonhoso.

A única consolação é que Rogério Gonçalves vai voltar a conhecer bons jogos de futebol, com magros recursos. Só tem de pagar a assinatura da SportTV.

sexta-feira, outubro 02, 2009

Briosa – Marítimo (ao vivo)

Password: extralive.tv

Nota: Durante o jogo não estarei presente para ver se a transmissão corre bem. Nos testes que realizei a SporTV via-se muito bem.

Amiga

Rogério Gonçalves conhece o futebol de magros recursos e bons jogos.

Mónica Santos revela-se, mais do que jornalista, uma amiga incondicional de Rogério Gonçalves, porque se é um facto que o actual treinador da Briosa conhece o futebol de magros recursos, já não se poderá dizer o mesmo sobre os bons jogos. A não ser que ela conte os que são vistos no sofá, local onde Rogério tem passado os últimos anos, e ao qual parece querer regressar.

quinta-feira, outubro 01, 2009

Guilherme Luís deixou-nos

guilhermeluis

Guilherme Luís, enfermeiro e massagista da Académica, ligado ao clube desde os anos 50, faleceu na madrugada de quinta-feira aos 79 anos.

Guilherme Luís era massagista da Briosa desde 1950 e chefe da Enfermaria de um dos serviços de Medicina dos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Trabalhou ao lado treinadores como Cândido de Oliveira, João Alves, entre outros.

Foi colaborador da selecção nacional e em Abril de 2007 foi condecorado com a Ordem de Mérito Desportivo pelo Secretário de Estado do Desporto, Laurentino Dias.

Desligou-se da actividade regular do clube há apenas três anos.

O corpo encontra-se em câmara ardente no Pavilhão Jorge Anjinho e o funeral deverá realizar-se sexta-feira, mas a hora ainda não é conhecida.  in A Bola

 

Adenda: Bela reportagem no Diário de Coimbra sobre Guilherme Luís. O funeral realiza-se hoje, pelas 15h00, do pavilhão em direcção ao cemitério Oriental da Figueira da Foz, onde o corpo irá ser cremado. As nossas condolências à família de Guilherme Luís.

quarta-feira, setembro 30, 2009

Marcação do horário dos jogos

11.ª Jornada: Domingo (29 Nov): Académica - Vitória de Setúbal, 16:00

12.ª Jornada: Domingo (6 Dez): Benfica - Académica, 20:15 (RTP)

13.ª Jornada: Domingo (13 Dez): Académica - Leixões, 16:00

14.ª Jornada: Domingo (20 Dez): Nacional - Académica, 16:00

Negócios escuros

aac_mar_site

Dez euros é o que um Sócio da Briosa tem de pagar à Direcção, para ir ver o jogo no mesmo sítio onde estarão pessoas que apenas pagaram 5€ à Mancha Negra.

Faz sentido?

terça-feira, setembro 29, 2009

Preços de saldo

cartaz_mn_aac_mar

A Mancha Negra faz o seu papel de divulgação e captação de público. A Direcção ainda não tem os preços deste jogo online.

sábado, setembro 26, 2009

Nulo

A Briosa somou o primeiro ponto fora de portas. Continua a nulidade.

Rio Ave – Briosa (ao vivo)

A Briosa começa com Ricardo, Pedrinho, Orlando, Amoreirinha e Emídio Rafael na defesa. Ao meio Nuno Coelho, Paulo Sérgio, Miguel Pedro e Cris. No ataque Sougou e Vouho.

Aos 67 minutos sai Vouho e entra Eder. Que raio fica Lito a fazer no banco?

Lito entra agora. Aos 77 minutos. Enfim….

 

sexta-feira, setembro 25, 2009

Jornalista distraído

Um dos nossos leitores, que infelizmente não se autenticou, chamou-me à atenção para o facto de o Record anunciar a estreia de Vouho nos convocados.aac_rioaveOra se o senhor jornalista do Record (ou da Lusa) se desse ao trabalho de ler jornais desportivos como, por exemplo…, o Record, teria reparado que Vouho tinha estado no banco quando da recepção ao SCP.

aac_scp Obrigado ao leitor pela dica.

quarta-feira, setembro 23, 2009

Académica é o clube mais ‘português’ do campeonato

Estrangeiros em maioria

O pleno de treinadores portugueses nas 16 equipas da Liga é apenas uma miragem nos plantéis em Portugal que, à semelhança dos anos anteriores, têm uma grande maioria de jogadores estrangeiros. Em cinco jornadas disputadas, o FC Porto lidera o número de estrangeiros que já alinharam na temporada 2009/2010 com 14 atletas (78%), contra os quatro portugueses (Bruno Alves, Rolando, Raul Meireles e Varela).

Perto está a Naval 1º de Maio com 73% de estrangeiros nos cinco jogos realizados até ao momento, seguido do líder da Liga, o Sp. Braga (71%).

Também o Benfica (68%) tem uma elevada percentagem de estrangeiros utilizados (13) nas primeiras cinco jornadas contra os seis portugueses (Quim, César Peixoto, Rúben Amorim, Carlos Martins, Fábio Coentrão e Nuno Gomes).

No lado oposto da tabela encontramos a Académica de Coimbra, comandada pelo técnico Rogério Gonçalves, com apenas seis jogadores estrangeiros utilizados contra os 14 portugueses.

O Sporting e a sua famosa escola de formação proporcionaram ao técnico Paulo Bento a aposta em 13 portugueses  contra apenas seis atletas nascidos além-fronteiras (Anderson Polga, Matías Fernández, Pedro Silva, Simon Vukcevic e Felipe Caicedo).

Feitas as contas, impera na Liga portuguesa a ditadura estrangeira com 167 atletas ‘vindos de fora’ utilizados contra 146 profissionais do nosso país.

in Correio da Manhã