sábado, dezembro 29, 2007

Trapalhadas de Ano Novo


(imagem retirada daqui, blog cuja visita recomendo)

Casos de uma Liga que se diz PROFISSIONAL. Imaginem só se fosse amadora.

quarta-feira, dezembro 26, 2007

Litos vai ser treinado por Trapattoni

Confirmada oficialmente a rescisão de Litos com a Briosa, indo o atleta assinar um vínculo com a Red Bull Salzburgo equipa austríaca treinada por Trapattoni. Ao atleta, os votos das maiores felicidades.

terça-feira, dezembro 25, 2007

Prenda de Natal

Pouco mais de seis minutos, dois momentos mágicos: "Do Choupal até à Lapa" e "Natal dos Simples" interpretados pelo génio de Zeca Afonso.

segunda-feira, dezembro 24, 2007

Mercado (I)

Como já vários media vinham anunciando, Litos está de saída. Sem ter utilização regular, o jogador vê com bons olhos a possibilidade de rumar a outro campeonato, enquanto que a Briosa vê baixar significativamente a sua folha salarial, numa altura em que se prevê a vinda de outros jogadores.

Pedrinho, jogador que alinha no Varzim pode ver antecipado o seu ingresso na Briosa, desde que haja jogadores que façam o circuito inverso. Nomes na calha são Sarmento, Vinha, Gyano, Vouho ou Fofana.

Joeano também pediu para sair e poderá ver o seu pedido atendido, mas este caso está longe de estar resolvido.

quarta-feira, dezembro 19, 2007

Experiências e hipóteses

Os jornais dão conta hoje de uma quantidade enorme de opções para a Briosa. À experiência está Kimbilimédio ofensivo ganês de 21 anos - e Alemão - defesa lateral esquerdo de 26 anos cujo nome de baptismo é Davidson Ferreira Santos.

Também se fala na hipótese Edgar, avançado de 20 anos que se estreou em Portugal no Beira Mar e que poderia vir por empréstimo do FCP.

Basicamente são estas as principais carências da Briosa. Um defesa esquerdo, um médio que substitua N'Doye e um ponta de lança que marque golos. Esperemos é que venham jogadores com qualidade para serem titulares, porque jogadores para o banco já temos muitos.

segunda-feira, dezembro 17, 2007

NAVAL VS ACADÉMICA - SABADO 22 18H

Depois da "suada e sofrida" vitória obtida no passado Domingo frente ao Nacional da Madeira, a Mancha Negra organiza a proxima viagem da nossa magica equipa, desta feita a Figueira, em busca de mais três pontos na tabela classificativa.

Assim, apelamos a todos os ACADÉMISTAS a comparencia para o apoio a nossa Briosa em busca da vitória no deby Regional que está agendado para Sábado pelas 18horas.

A Mancha Negra disponibiliza a VIAGEM e BILHETE a TODOS pelo valor de apenas 10 euros.


Para mais informações podem e devem deslocar-se a sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de Terça a Quinta ou através dos telefones 936000633/917691086 www.manchanegra85.com

A viagem esta programada para Sabado 22 com saida pelas 16:00 do Pavilhão Jorge Anjinho.

Saudações Académicas, e votos de Boas Festas.
Miguel Pedro - MNTours85

MANCHA NEGRA
Pavilhão Eng. Jorge Anjinho, R/C
Rua Infanta D. Maria
3030 -330 Coimbra
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

AAC 1 - Nacional 0 (RTP)

domingo, dezembro 16, 2007

Bela vitória

Magnífica vitória onde se destaca, por contrastar com anteriores jogos, o acerto defensivo com Pedro Costa quiçá a merecer a distinção de melhor em campo.

Acho que esta é, sem dúvida, a melhor dupla de centrais da Briosa (Kaká e Orlando) e Vinha só teve algumas desconcentrações competitivas como aquele lance, quase no final do jogo, em que faz uma falta escusada que originou um livre para a nossa área. Pedro Roma esteve sempre muito bem.

sábado, dezembro 15, 2007

Academia Dolce Vita

Grande (em extensão) entrevista de José Eduardo Simões sobre a Academia Briosa XXI Dolce Vita, onde recorda todo o seu historial desde a criação do Centro de Estágio Dr. Francisco Soares, até ao estado actual.

Vale a pena ler no jornal As Beiras. Algumas frases:

"sem modalidades desportivas competitivas e devidamente apoiadas, Coimbra - que já perdeu quase todas as empresas dignas de registo a nível nacional - continuará a afundar-se na tabela das cidades de média dimensão"

"a Académica do ‘FRA’, das despreocupadas palmadinhas nas costas, das facilidades e dos apoios institucionais, já não existe nem é possível, pois não tem a mãe carinhosa que era a Universidade a apoiá-la como o fazia há 40 ou 50 anos atrás, nem tem pessoas influentes a velar para que a Académica não tenha problemas"

Relativamente à formação e ao futuro:

"temos em média quatro universitários nos juniores, que mudou este ano, pois temos sete, pagando a Académica as propinas de todos eles"

"Confessa que “tem pena que os juniores e os juvenis tenham mais gente a assistir aos jogos disputados no Luso” e reclama a utilização do Estádio Universitário."

"desde que a secção de futebol foi extinta, o melhor registo de épocas consecutivas na superliga é o que nós apresentamos. Mais ninguém conseguiu seis épocas consecutivas na superliga. E numa situação diferente. A protecção que a Universidade e a Câmara de Coimbra davam à secção de futebol não se verifica hoje. Desejo que as bases fortes que estão a ser construídas paulatinamente, a vários níveis, contribuam para a criação de um núcleo de atletas forte e mais permanente no tempo"

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Sobre as quotas

Castanheira Neves vem dizer que "a suposta prescrição de Álvaro Amaro é surrealista"

Este assunto deixa-me dividido: por um lado percebo que um académico de longa data se sinta no direito de manter essa ligação, apesar de nada ter feito em tempo útil para que a mesma não fosse quebrada. Para o efeito, este associado dispõe-se a pagar integralmente as cotas em atraso.

Mas por outro lado, esta receita extraordinária provavelmente será menos do que o custo de tal operação, uma vez que teriam de ser emitidos novos cartões (com custos) a todos os associados que ficariam um número para trás.

E há, sobretudo, a questão moral. Não seria um erro permitir que um associado recuperasse um número, quando TODOS os prazos foram ultrapassados? Qual seria a moral para se recusar o mesmo processo a outro associado daqui a uma semana? A notoriedade do mesmo?

Curiosamente Castanheira Neves também diz "haver um limite para tudo", só que não diz nunca qual o limite para se estar com quotas em atraso, e quanto tempo depois do prazo dado para verificação da numeração é que se pode protestar. Se calhar, para estes itens, ele acha que não há limites, ou então que não somos todos iguais.

segunda-feira, dezembro 10, 2007

Taça: SLB 3 - AAC 1 (resumo)

Aos 3:55 acontece o momento que podia ter decidido o jogo a favor da Briosa. Depois disso, não vale a pena ver.

domingo, dezembro 09, 2007

Os erros de sempre

Parecia a reposição de um filme já visto - a Briosa entra no jogo a dormir, Luisão marca mais uma vez, banco sem soluções, Gyano é uma nulidade. Até o resultado é repetido - derrota por 3-1 com o SLB. A única diferença foi o guarda redes que ficou mal na fotografia. Desta vez, foi o deles.

quarta-feira, dezembro 05, 2007

TAÇA DE PORTUGAL - IV eliminatória

A Mancha Negra está a organizar a viagem ao Estádio da Luz, jogo de taça de Portugal relativo a IV eliminatoria da respectiva prova rainha do Futebol Nacional.

O encontro esta agendado para Domingo pelas 20:45h, e a Mancha Negra já se encontra a receber inscrições para o Apoio a nossa Mágica Briosa, o respectivo valor de Viagem + Bilhete e de 18 euros para sócios MN e de 25euros para Nsócios.

Apelamos a todos os Academistas que comparençam para APOIAR a nossa BRIOSA na passagem a eliminatoria seguinte.

A viagem esta programada para Domingo 9 com saida prevista pelas 16:30 do Pavilhão Jorge Anjinho.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de terça a quinta até as 23H ou através dos telefones 936000633 / 964701787 site www.manchanegra85.com

Saudações Académicas,
Miguel Pedro - MNTours85

MANCHA NEGRA
Pavilhão Eng. Jorge Anjinho, R/C
Rua Infanta D. Maria
3030 -330 Coimbra
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Nova derrota

E depois de ver a (grande) exibição de Pedro Roma, convém Domingos começar a olhar para outros jogadores, quando procura culpados. Uma dica - à frente dos centrais e atrás do ponta de lança.

Sobre a Briosa

Encontrei este magnífico texto da autoria de António Arnault, publicado no diário As Beiras. Com a devida vénia ao autor por me ter proporcionado a sua leitura, aqui o deixo, na esperança que alguns "coimbrinhas" percebam melhor o que foi, e o que é a Briosa.

António Arnaut
A Briosa Academia de Coimbra
Assisti há dias às celebrações do 120.º aniversário da Associação Académica e verifiquei, emocionado, que Coimbra ainda é uma lição e continua a rimar com tradição, tomando aqui a palavra no seu verdadeiro étimo: transmissão de um legado identitário de geração em geração. Esse legado, que podemos genericamente designar por “espírito de Coimbra”, tem como valores matriciais a irreverência, a solidariedade e o progresso social.
Nos tempos mais remotos, os alunos da Universidade pertenciam, maioritariamente, à fidalguia, ao clero e às classes abastadas. Mas a partir dos meados do séc. XIX, após a implantação do regime constitucional, começaram a chegar a Coimbra os filhos da pequena burguesia, de proprietários rurais e, até, de algum campesinato, sobretudo dos arredores da cidade, que traziam de casa os mantimentos da semana e, por isso, ficaram conhecidos por “broeiros”.
Surgiram, assim, dois grupos conforme o extracto social da sua proveniência, separados por quesílias e preconceitos: o grupo dos ricos e bem nascidos, que ostentavam nomes ilustres e conservavam os tiques aristocráticos, designados por “polainas”, como nos relata Norton de Matos nas suas “Memórias”, e o grupo dos estudantes de condição modesta, que protestavam contra a segregação a que eram votados pelos outros colegas, proclamando o seu brio ofendido e exigindo uma academia mais igualitária. Este grupo, que se foi tornando dominante, ficou conhecido por Briosos ou Academia Briosa. Foi ele que criou a Sociedade Filantrópico- -Académica formada exclusivamente por estudantes, destinada a ajudar colegas carenciados, ainda hoje existente, embora noutros moldes.
Evoco este facto histórico, porque muitos não sabem donde deriva a designação e o grito BRIOSA, e para, do mesmo passo, afirmar que a Academia de Coimbra continua a merecer e a justificar tão honroso título.
Desde Antero de Quental, a quem Eça chamou o “grão-capitão das nossas revoltas”, que em 1862 encabeçou um protesto contra o reitor, na própria Sala dos Capelos, até à greve de 1907 e outros movimentos reivindicativos que culminaram na chamada “crise académica de 1969”, que marcou o início do esboroamento da ditadura, os estudantes de Coimbra estiveram sempre à frente do seu tempo, ao contrário da maioria dos lentes, que continuavam, na expressão de Garrett, a fazer jus à “rotina velha e rançosa da sua presunção”.
Talvez tenham, por vezes, sido excessivos na sua rebeldia. Mas, como nos ensinou Miguel Torga, não há progresso sem transgressão. Quando se tem vinte anos, o excesso é sempre uma manifestação de generosidade. Porque o futuro está ainda ao alcance da vista. A Academia de Coimbra, representada pela sua Associação, que agora comemorou 120 anos, e que congrega dezenas de secções culturais e desportivas, continua a bater-se por causas, fiel à tradição que nos legaram as grandes figuras que ajudaram a fazer a História de Portugal.
Cada um de nós deixa sempre alguma coisa nos lugares por onde passou. É por isso que Coimbra é ainda a capital da liberdade, da solidariedade e da esperança. É a capital da utopia, no sentido de que esta não é o lugar impossível, mas o lugar para onde. Assim a Academia continue a ser Briosa...

sábado, dezembro 01, 2007

Rogério Matias não fica

"José Eduardo Simões confirmou ontem que a Académica vai abdicar de contratar Rogério Matias. Embora considere que se trata de "um atleta de valia", o clube entendeu que "cada uma das partes devia seguir o seu caminho", baseando-se no facto de o lateral-esquerdo, face ao regulamento de competições da Liga, só poder ser inscrito em Janeiro. Insatisfeito com a situação - até terá chegado a fazer exames médicos -, o futebolista remete-se, para já, ao silêncio, mas tem agendada para terça-feira, em Lisboa, uma conferência de imprensa juntamente com Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores. Entretanto, Hermínio Loureiro visitou ontem o Complexo Academia Briosa XXI e não escondeu a satisfação pela infra-estrutura que será inaugurada dia 15. "

in O Jogo

quinta-feira, novembro 29, 2007

MANCHA NEGRA - GUIMARÃES VS ACADÉMICA

Depois da injusta Derrota do passado Sabado, a Mancha Negra organiza mais uma jornada para o apoio a nossa mágica Briosa, desta vez a Guimarães para confronto com os locais.

O jogo esta agendado Segunda-Feira dia 3 pelas 19.45h,e o respectivo valor da Viagem +Bilhete será de 10euros para sócios MN e de 20 para Ñsócios.

Apelamos assim a todos os Academistas e simpatizantes para comparecerem para o APOIO a nossa BRIOSA na conquista dos três pontos.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de segunda a sexta com o horário das 15 as 19 e 21:30 24H ou através dos telefones 936000633/917691086.www.manchanegra85.com

A viagem esta programada para o dia 3 com saida pelas 16:00 doPavilhão Jorge Anjinho.

Saudações Académicas,
Miguel Pedro - MNTours85

MANCHA NEGRA
Pavilhão Eng. Jorge Anjinho, R/C
Rua Infanta D. Maria
3030 -330 Coimbra
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

quarta-feira, novembro 28, 2007

Muitos PARABÉNS!!!

100 anos de vida, 100 anos de estórias, um amor de sempre: Académica. A mais velha adepta da Briosa foi hoje homenageada pelo presidente do clube, José Eduardo Simões, toda a equipa técnica liderada por Domingos Paciência, pelo capitão Pedro Roma, e ainda Vítor Vinha e Lito.

Os Parabéns a Você entoaram no Lar da Ordem Terceira de São Francisco, onde se encontra a centenária Sofia Fernandes Macedo, indefectível academista, cheia de boa-disposição, e que recebeu a ilustre comitiva vaidosamente embrulhada no seu xaile decorado com as insígnias do emblema conimbricense.

A emoção pairou na sala e na hora de apagar as velas, a idosa terá, certamente, desejado que o seu clube consiga sair rapidamente dos fundilhos da classificação


in maisfutebol

domingo, novembro 25, 2007

O erro de Domingos

Eu sei que se Ricardo tivesse protagonizado uma exibição semelhante à que realizou, quando ao serviço do Varzim eliminou o SLB o balanço seria outro. A imprensa elogiaria Domingos, os adeptos teriam aplaudido Ricardo. Pessoalmente creio que teria continuado a dizer que tinha sido um erro, tal como fiz questão de deixar aqui escrito, ANTES do jogo se realizar.

No lance do primeiro golo, Domingos chama Ivanildo para este colocar no poste equerdo da baliza de Ricardo. Ivanildo vai, e Ricardo manda-o sair. Algumas questões:

1. Quem manda? O treinador ou Ricardo?

2. Era assim tão imprevisivel que o SLB iria ter livres naquela zona? Se não era, porque razão não treinou Domingos durante a semana a ida de um jogador para o poste? Era nos treinos que isso devia ter sido discutido com o guarda redes.

E agora? Que faz Domingos? Deixa no banco Pedro Roma e põe a titular um guarda redes que foi culpado pela derrota? Até quando? Quantas vezes mais vai ser permitido o erro a Ricardo? Qual a mensagem que Domingos passou para o balneário? Podem falhar que o plantel faz-se por rotatividade?

Enfim.... Acho que sobrou ambição a Domingos o que lhe faltou em estratégia. Ficou inebriado com a possibilidade de ser o principal responsável por um bom resultado e esqueceu-se que antes disso era importante garantir um resultado positivo. Esperemos que para a semana, este assunto já esteja esquecido, que Ricardo (ou quem jogar) faça um jogo excelente e que a Briosa ganhe.

AAC 1 - SLB 3

sábado, novembro 24, 2007

quinta-feira, novembro 22, 2007

Dose dupla

Depois de este fim de semana irmos jogar com o SLB, calhou-nos a fava de ir jogar ao Estádio da Luz para a 4ª eliminatória da Taça de Portugal que se realiza a 9 de Dezembro.

Seria boa notícia jogar contra o SLB para a Taça se o jogo fosse em Coimbra. Assim, parece-me uma dose um pouco exagerada.

quarta-feira, novembro 21, 2007

Laterais

No início desta semana, Domingos Paciência deu uma extensa entrevista ao Diário de Coimbra onde a nota mais saliente relativamente ao plantel era a sua insatisfação com a qualidade dos laterais, afirmando não ser admissível ter "duas adaptações nas laterais".

Por causa disso Rogério Matias, atleta de 33 anos, voltou a treinar à experiência com a Briosa (já o tinha feito no tempo de Manuel Machado), sendo uma forte possibilidade caso o técnico aprove a sua contratação.

Contrariamente ao que já vi escrito, caso se chegue a acordo, Rogério Matias pode alinhar de imediato pela Briosa e não tem de esperar até Janeiro para ser inscrito.

domingo, novembro 18, 2007

Da Assembleia Geral

Por motivos pessoais não pude estar presente na Assembleia Geral. Por aqui  que li, não me parece que se tenha passado grande coisa. Contas aprovadas, excepto pela meia dúzia do costume e mais um "Académico" dos tais ditos notáveis que não faz aquilo que os outros fazem - pagam cotas.

Aliás seria interessante saber, quantos dos que são habituais convidados do Camarote Presidencial é que têm as cotas em dia e compraram bilhete de época. Até dava alvíssaras se encontrassem algum.

domingo, novembro 11, 2007

Mau demais

O resultado, a arbitragem, a exibição, a lesão do Gyano......

Só tive vontade de sorrir quando vi ser marcado um fora de jogo a um jogador do Setúbal que recebe a bola lançada pela linha lateral de um colega seu. Palavras para quê? São semi-profissionais (dizem eles)....

sábado, novembro 10, 2007

Arrumar a casa

"Depois de Pablo Castro, agora foi a vez de Peralta chegar a acordo para rescindir. O jogador, de 25 anos, nunca foi opção para Domingos Paciência e tal como o compatriota poderá regressar ao antigo clube: Bella Vista. Com as rescisões, o grupo fica reduzido a 25 elementos.

Se o duo sul-americano deixou a cidade do Mondego, o central Orlando reforçou a ligação à Briosa. Com contrato até 2008, o ex-Freamunde renovou o vínculo até 2010. Um prémio para este futebolista, que, recentemente, completou 28 anos, e que tem sido um dos reforços com melhor rendimento desde o início da temporada."  in O Jogo

quarta-feira, novembro 07, 2007

ASSEMBLEIA GERAL DE ASSOCIADOS

ASSEMBLEIA GERAL DE ASSOCIADOS
07-11-07 11:49

CONVOCATÓRIA


Nos termos do nº 2 do artigo 59º., dos Estatutos, convoco a Assembleia Geral de Associados da Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol, em sessão ordinária, para o dia 15 de Novembro de 2007, pelas 20H00, no Auditório do Estádio Cidade de Coimbra, sito na Rua D. Manuel I, em Coimbra, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

1. Apreciação e votação do Relatório e Contas da época desportiva 2006/2007, bem como dos pareceres e relatórios do Conselho Fiscal e do Revisor Oficial de Contas referentes ao mesmo exercício.

2. Apreciação e votação do Orçamento relativo à época desportiva 2007/2008.

3. Academia Briosa XXI – conclusão e inauguração.

4. Informações

segunda-feira, novembro 05, 2007

Vitoria de Setubal vs Académica

Depois do "Amargo" empate obtido no passado Domingo, no jogo dos 120º anos da nossa Académica, a Mancha Negra organiza para o apoio da nossa Briosa em busca da vitória a viagem ao Estádio do Bonfim.

O jogo esta agendado domingo 11 pelas 16.00h,e o respectivo valor da Viagem + Bilhete será de 15euros para sócios MN e de 20 para Ñ sócios.
Apelamos assim a todos os Academistas e simpatizantes para comparecerem para o APOIO a nossa BRIOSA na conquista da vitória em Setúbal.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de segunda a sexta com o horário das 15 as 19 e 21:30 24H ou através dos telefones 936000633/917691086. www.manchanegra85.com

A viagem esta programada no dia 11 com saida pelas 11:30 doPavilhão Jorge Anjinho.

Saudações Académicas,
Miguel Pedro - MNTours85

MANCHA NEGRA
Pavilhão Eng. Jorge Anjinho, R/C
Rua Infanta D. Maria
3030 -330 Coimbra
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

Briosa 3-3 Estrela (Resumo RTPN)

Briosa 3-3 Estrela (Resumo TVI)


domingo, novembro 04, 2007

Dois pontos perdidos.


Quem não tem cão, caça com gato. Com Joeano a fazer um jogo modesto, é Lito quem faz um hat-trick e marca os golos da Briosa.

A Briosa alinhou de início com Pedro Roma; Nuno Piloto, Orlando, Kaká, Pedro Costa; Milos Pavlovic, N'Doye, William Tiero; Miguel Pedro, Joeano e Lito.
De início parecia que o Estrela ia massacrar a Briosa, pois dispôs de duas oportunidades logo em cinco minutos tendo levado a bola aos ferros da baliza de Pedro Roma.

A Briosa lá se conseguiu libertar do sufoco inicial, criando a primeira situação de perigo aos 16 minutos e chegado ao golo aos 24 minutos. O Estrela reage e empata o jogo ainda antes do intervalo e era com alguma expectativa que se esperava pelas equipas no regresso.

Depois do intervalo, Helder Barbosa entra para o lugar de Tiero e logo a abrir, na marcação de um livre encontra Lito que marca o segundo. O jogo começa a ter muitas faltas, mas Lito voltaria a marcar aos 58 minutos, e eu pensava que o jogo estivesse arrumado (3-1).

Quem não acreditou nisso foi o Estrela, que 3 minutos depois reduz e a partir daí algum sofrimento, com uma arbitragem medíocre.

Aos 72 min saiu Miguel Pedro e entrou Paulo Sérgio e aos 82 min entra Fofona e sai Lito que recebeu uma merecida ovação dos 6.201 espectadores qe estavam no Estádio.

Registo para a forma como o árbitro começou a empurrar a Briosa para trás, chegando ao cúmulo de ter de ser o seu auxiliar a corrigi-lo mais do que uma vez, tão gritantes eram as suas decisões completamente disparatadas. Fruto de uma das muitas faltas que o árbitro marcou, o Estrela chega ao empate aos 87 minutos onde Wagnão cabeceia sem hipóteses para Pedro Roma.

Dois pontos perdidos, num jogo atípico. A Briosa até consegue marcar três golos, mas sofre outros tantos, em lances onde a defesa é mal batida.

sábado, novembro 03, 2007

A incompetência d' A Bola

Pensava eu, ingenuamente claro, que um jornal de prestígio era feito por Jornalistas. Mas lendo esta notícia (em baixo uma captura) fica claro que no jornal da Travessa Queimada há uma grandessíssima incompetência:
1. Do idiota e ignorante que escreveu este amontoado de palavras, e as fez passar por notícias
2. Do editor que não reviu o texto, confiante no idiota e ignorante que o escreveu
3. Do Departamento de Recursos Humanos que aceitou um estagiário que não vê futebol há mais de um ano, e não sabe consultar um calendário.

Assim se desfaz o mito da qualidade do jornalismo desportivo d'A Bola.

sábado, outubro 27, 2007

Cumpre-se a Tradição

Se a Briosa tem por hábito grandes exibições em Belém, este ano não foi excepção, fazendo um jogo muito acima das expectativas, dada a qualidade que o Belenenses tem revelado ultimamente. A lamentar apenas a teimosia da bola em não entrar.

Deixamos aqui algumas imagens reveladores disso mesmo


quinta-feira, outubro 25, 2007

BELENENSES VS ACADÉMICA - MANCHA NEGRA

MNTOUR85, divulga assim a seguinte informação:
Finalmente a BWin Liga está de volta...
A Mancha Negra organiza a viagem ao Estádio do Restelo, jogo sábado pelas 17:15h, com o respectivo valor de Viagem + Bilhete de 11€ para Sócios MN e de 20€ para Não Sócios.
Assim, apelamos à presença de todos os Academistas e simpatizantes para o APOIO a nossa BRIOSA na conquista da vitória contra o Belém.

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sede da claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de segunda a sexta até as 23H ou através dos telefones 936000633 / 964701787, ou em www.manchanegra85.com
A viagem esta programada para o dia 27 com saida prevista pelas 13:30 do Pavilhão Jorge Anjinho.

Saudações Académicas,
Miguel Pedro - MNTours85

MANCHA NEGRA
Pavilhão Eng. Jorge Anjinho, R/C
Rua Infanta D. Maria
3030 -330 Coimbra
Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

quarta-feira, outubro 24, 2007

Fome de bola

Sou apenas eu, ou o último jogo oficial da Briosa já foi há 
muuuuuuuuuuuuuuuito tempo? 

segunda-feira, outubro 22, 2007

Pedrinho pode chegar em Janeiro

A partida de carácter amigável que a Académica realizou, na manhã de sábado, frente ao Varzim permitiu que Domingos Paciência observasse Pedrinho. O lateral-direito poveiro firmou, durante o defeso, um contrato válido por quatro temporadas com a Briosa, mas terá ficado acordado, na altura, que o primeiro ano do vínculo seria passado na Póvoa de Varzim. No entanto, a boa qualidade do jogador e a falta de alternativas para as faixas laterais deverão levar o elenco directivo academista a fazer um "forcing" para antecipar o ingresso do jogador já para Janeiro, embora a vontade da Direcção varzinista não seja essa. O futebolista coloca-se à margem da questão, até porque entende que esse "é um assunto que a Académica terá de resolver com o Varzim". "A minha vontade? É apenas que tudo corra bem", acrescenta. Quanto ao jogo-treino, Pedrinho explicou que não esteve preocupado em mostrar-se ao treinador da equipa conimbricense. "Jogo sempre da mesma forma", garantiu.
" O Jogo "
22/01/2007

Jornais Desportivos?

Sempre tive grande admiração pelos jornalistas. Deve ser difícil ganhar a vida a escrever, sabendo que se pode ser despedido caso se critique quem não se deve criticar. Dai a minha admiração e respeito por todos aqueles que conseguem manter a coluna direita.

Claro que este sentimento de rectidão não é extensível aos jornais desportivos, que demitem-se da sua função - investigar e denunciar o que está errado - com medo de, pasme-se, estragar o espectáculo futebol que alimenta o seu jornal. A ser verdade isto, teríamos que os jornais de âmbito geral não poderiam falar de crimes, nem expor criminosos porque as pessoas deixariam  de os comprar.

O jornalismo desportivo em Portugal, emprateleira-se assim, no canto das revistas cor-de-rosa, onde só fala do que deixa as pessoas contentes, e demite-se da sua verdadeira função - dar notícias sobre o fenómeno desportivo. Não são jornais desportivos, são revistas desportivas.

Se quisermos saber o que se passa, temos de ler, por exemplo o Correio da Manhã, onde aparecem publicado parte do relatório que a equipa mista da PJ produziu. E o que lá está escrito, deixa-me verdadeiramente perplexo (os destaques são meus):

"Havendo a capacidade de se irem introduzindo no interior do Conselho de Arbitragem, ao longo do tempo, dirigentes, árbitros, observadores e assessores, que se apresentem como permeáveis a desígnios fraudulentos da verdade desportiva e que cedam às influências de determinados clubes [...] estamos perante um sistema vocacionado efectivamente para a alteração da verdade desportiva", dizem os investigadores no relatório final da equipa de Morgado. Aí são explicadas as diversas formas do processo que começa por premiar ou promover os árbitros em função dos favores prestados nas suas arbitragens, bem como castigar ou despromover aqueles que não se mostram colaborantes. E segue-se a promoção dos observadores que garantiram boas notas aos árbitros que favoreceram determinados clubes e a despromoção dos que não o fizeram.

“A viciação das nomeações e classificações insere-se numa lógica mais global de desvirtuamento da verdade desportiva, tendo desempenhado um papel crucial na manutenção e perpetuação desse ‘status quo’, enquanto alimentador e potenciador do sistema falseador”

Noutro lado, no mesmo jornal:

PJ FAZ LISTA DE ÁRBITROS AMIGOS E INIMIGOS

ÉPOCA 2003/2004

ÁRBITROS AJUDADOS A FICAR NOS PRIMEIROS LUGARES

Carlos Xistra: Árbitro de Castelo Branco, falou com Pinto de Sousa sobre um observador que o classificou com 8,5. Foi constituído arguido.

Paulo Paraty: Árbitro do Porto, estava indiciado por escolher observadores. Valentim e Pinto de Sousa trocaram impressões para melhorar a sua classificação.

Martins dos Santos: Abandonou a arbitragem nessa época por limite de idade. Está acusado no processo Marítimo-Nacional e o seu nome surge de forma amiúde no Apito Dourado. A PJ acreditava que sabia o nome dos observadores com alguma antecedência.

Paulo Baptista: É de Portalegre e foi acusado no caso Naval-Chaves. Não foi pronunciado e negou também ter sido pressionado por Valentim Loureiro.

Pedro Proença: Internacional, o árbitro foi considrado suspeito depois de uma conversa indirecta que indiciava que saberia antecipadamente o nome de um observador.

OUTROS ÁRBITROS AJUDADOS

André Gralha: Este árbitro era estreante da 1.ª categoria naquela época, mas acabou por descer à 2.ª. A PJ acredita que mesmo assim foi bastante ajudado.

Jacinto Paixão: Abandonou a arbitragem na sequência do processo. É acusado de beneficiar o FC Porto e o Boavista e está envolvido no caso da ‘fruta’.

Nélio Mendonça: É da Madeira e também só esteve um ano na 1.ª categoria. Já não faz parte dos quadros de árbitros da FPF, depois de ter abandonado a carreira.

ÁRBITROS AJUDADOS A MANTEREM-SE NA CATEGORIA

Augusto Duarte: Foi acusado de corrupção em dois processos e em ambos o MP defende que pretendia beneficiar o FC Porto. Ao longo dos autos, as autoridades referem que era protegido pelo pai, vice-presidente da arbitragem da FPF.

João Vilas Boas: Apitou o jogo da 2.ª Liga entre o Sp. Covilhã e o Marco e outro da 1.ª entre o Boavista e o Moreirense. O MP acabou por arquivar os casos.

Lucílio Baptista: Nesse ano foi classificado em 12.º lugar. A PJ defendia que lhe foi aumentada a nota num teste escrito. O árbitro negava-o.

Mário Mendes: Árbitro de Coimbra, esteve algumas épocas na 1.ª categoria. Foi constituído arguido pela PJ, mas o processo acabou arquivado.

Nuno Almeida: O seu nome apareceu envolvido por suspeitas de viciação do resultado do jogo FC Porto-Maia a contar para a Taça de Portugal.

Paulo Pereira: Árbitro de Viana do Castelo, permanece na 1.ª categoria e também não foi acusado. Não se livrou das suspeições.

ÁRBITROS AJUDADOS A SUBIR À 1ª CATEGORIA

António Resende: Foi acusado no processo da arbitragem de um crime de falsificação de documentos. Está actualmente na 2.ª categoria.

Artur Soares Dias: Filho do antigo árbitro Manuel Soares Dias, actualmente observador, é apontado como candidato a árbitro internacional.

João Henriques: Só esteve um ano na 1.ª categoria e desceu na época 2004/2005. Integra actualmente a 2.ª categoria e foi acusado de falsificação de documentos.

ÁRBITROS IMPEDIDOS DE SUBIR À 1ª CATEGORIA

Cosme Machado: Árbitro de Braga, subiu esta época à 1.ª categoria. Embora a PJ garantisse que havia sido prejudicado, foi constituído arguido.

Rui Silva: Árbitro de Vila Real, também estava no processo originário. Actualmente é árbitro da 1.ª categoria e não foi acusado em nenhum dos casos.

ÁRBITROS AJUDADOS A MANTEREM-SE NA 2ª CATEGORIA

Sérgio Pereira: Foi acusado e não pronunciado no processo de Gondomar. Conhecido pelos seus manuais de arbitragem, abandonou a carreira.

ÁRBITROS OBRIGADOS A DESCER À 3ª CATEGORIA

Aníbal Gonçalves: O árbitro foi acusado mas não pronunciado no processo original que ainda corre em Gondomar. Encontra-se ainda nos escalões secundários, mas o juiz considerou insuficiente a prova que foi recolhida pela PJ contra si.

José Figueiredo: Acredita a Polícia Judiciária que foi prejudicado na classificação dessa época, sendo empurrado para descer de categoria.

Joaquim Cunha: Não fazia parte da lista de árbitros que deviam ser salvos e na lista final acabou por ficar nos últimos lugares da classificação.

José Coelho: A escolha de quem devia descer obrigava a acertos com os concelhos distritais para evitar zangas. José Coelho foi preterido.

ÉPOCA 2002/2003

ÁRBITROS AJUDADOS A SUBIR À 1ª CATEGORIA

João Roque: Árbitro de Portalegre, já passou pela primeira categoria sem se conseguir fixar entre os melhores, apesar de ser classificado como um árbitro promissor. Está neste momento na 2.ª categoria e foi constituído arguido pela PJ. Não foi acusado no caso da arbitragem.

António Nogueira: A escolha dos observadores e a alteração das classificações ajudou-o a manter-se na 2.ª categoria, evitando que ficasse nos lugares de acesso à despromoção.

João Roque: Árbitro de Portalegre, já passou pela primeira categoria sem se conseguir fixar entre os melhores, apesar de ser classificado como um árbitro promissor. Está neste momento na 2.ª categoria e foi constituído arguido pela PJ. Não foi acusado no caso da arbitragem.

António Nogueira: A escolha dos observadores e a alteração das classificações ajudou-o a manter-se na 2.ª categoria, evitando que ficasse nos lugares de acesso à despromoção.

Carlos Amado: O pedido para que fosse “ajudado” partiu de Isabel Damasceno, presidente da Câmara de Leiria, que também foi constituída arguida.

João Roque: Árbitro de Portalegre, já passou pela primeira categoria sem se conseguir fixar entre os melhores, apesar de ser classificado como um árbitro promissor. Está neste momento na 2.ª categoria e foi constituído arguido pela PJ. Não foi acusado no caso da arbitragem.

ÁRBITROS AJUDADOS A FICAR NA 2ª CATEGORIA

António Nogueira: A escolha dos observadores e a alteração das classificações ajudou-o a manter-se na 2.ª categoria, evitando que ficasse nos lugares de acesso à despromoção.

Carlos Amado: O pedido para que fosse “ajudado” partiu de Isabel Damasceno, presidente da Câmara de Leiria, que também foi constituída arguida.

ÁRBITROS OBRIGADOS A DESCER DE CATEGORIA

Manuel Fernandes Costa: Nas milhares de folhas do processo, é evidente que as classificações eram alteradas. Os dirigentes assumiam-no e Manuel Fernandes da Costa, que em 2002 apitava na 2.ª categoria, foi forçado a descer.

Luís Silva: Ficou nos últimos classificados na época 2002/2003. Faz parte dos árbitros que Pinto de Sousa e o informático Paulo Torrão decidiriam que seria despromovido, em total desrespeito pelas notas obtidas ao longo da época.

terça-feira, outubro 16, 2007

Reabertura do Mercado

A pensar no reforço da equipa na reabertura do mercado, a Académica poderá trazer um reforço do Brasil. Marcelo Godoy, médio-defensivo e um dos destaques do Cacerense, já está a par do interesse dos "estudantes", mas qualquer decisão só deverá ser tomada dentro de duas semanas, já que a sua equipa está concentrada na disputa da final da Copa Mato Grosso. Godoy, de 28 anos, já representou clubes como o Atlético Paranaense, Democrata e Juventude e é um velho conhecido de Kaká, central da Académica.

" O jogo "

16/10/2007

sexta-feira, outubro 12, 2007

Adeptos da Briosa no 6º lugar

Ao se ver o Estádio Cidade de Coimbra vazio, somos tentados a pensar que a fraca prestação da equipa deriva dos poucos adeptos que temos. Contudo, ao consultarmos o site da Liga com informação oficiais constatamos que os adeptos da Briosa estão num honroso 6º lugar.

  1. Benfica,   45.133 espectadores
  2. FC Porto, 40.012
  3. Sporting, 31.935
  4. V. Guimarães, 17.348
  5. Sp. Braga, 15.824
  6. Académica, 6.604
  7. Leixões, 6.083
  8. Marítimo, 5.173
  9. Boavista, 4.032
  10. U. Leiria, 3.897

Fecham esta tabela o Belenenses (1.758) e a Naval (1.179). Se a Briosa conseguisse estar, também ela, no 6º lugar talvez conseguíssemos chegar a uma média de 10.000 espectadores, valores que julgo estarem perfeitamente ao alcance da cidade de Coimbra.

terça-feira, outubro 09, 2007

Briosa de luto


Hoje faleceu Fausto Correia, aos 55 anos, vítima de ataque cardíaco.

Fausto Correia merece respeito pelo seu percurso como pessoa e como Presidente da Briosa.

Não podemos deixar de nos associar ao luto de todos os familiares e de todos aqueles que o conheceram bem.


Os nossos sentimentos à familia.

segunda-feira, outubro 08, 2007

A prova do crime

Na arte de roubar espera-se pelo momento mais oportuno, normalmente no meio da confusão, e como por arte mágica ... já está ....
Querem ver?



domingo, outubro 07, 2007

(A)Normalidade

Se alguém me explicar qual a diferença do empurrão de Fucile sobre Helder Barbosa (perto dos 75 minutos) e o empurrão de N'Doye sobre Quaresma, eu talvez perceba.

Até lá, apenas poderei dizer que perder por 1-0 contra o FCP, com um golo de penalty, é apenas natural.

quarta-feira, outubro 03, 2007

Protesto


Foi com este protesto que a Mancha Negra assistiu à primeira parte do jogo. Protestando com o dia e as horas a que os sócios são obrigados a ver futebol, saindo mais barato e confortável a quem o quiser ver no sofá.

A iniciativa teve um impacto relativamente fraco nos media, onde se assume que está tudo bem, e os horários estão certos. Eis quando leio este excerto relativo a outra realidade:

Com 11 mil sócios de lugar anual, o Besiktas tinha vendido até ontem pouco mais de 5 mil ingressos. Num estádio com capacidade para 32 mil espectadores, o clube turco não espera mais de 25 mil no jogo de hoje, sendo que o horário da Champions na Turquia (são mais duas horas) é quase proibitivo para quem tem de trabalhar ao outro dia. O jogo acaba às 23.30.

Descubro eu que o senhor jornalista do Record acha que um jogo que acabe às 23:30 é quase proibitivo para quem tem de trabalhar ao outro dia.

O próximo jogo da Briosa vai acabar às 23:00, hora perfeitamente normal (não se ouvindo nenhum jornalista dizer o contrário) para quem tem de trabalhar ao outro dia.

segunda-feira, outubro 01, 2007

Adivinhos

Já tinha ouvido falar em notícias em primeira mão, mas não há dúvidas que na Briosa somos excepcionais. Temos blogs que às 22:00 citam jornais que só vão publicar as notícias às 23:09.

Na verdade, são mesmo bons adivinhos. Adivinhos que julgam que os outros são todos patetas.

Lesão de Paulo Sérgio

Paulo Sérgio lesionou-se, sozinho, com alguma gravidade. Segundo Augusto Roxo, médico da Briosa:

O Paulo Sérgio fez uma rotura da face posterior da coxa direita, vai reavaliado amanhã por um médico especialista e seguirá depois o tratamento que lhe for indicado. É difícil ter um diagnóstico de paragem, não sei se serão duas, quatro ou seis semanas de paragem. Menos de duas não serão de certeza.

Esperemos que recupere depressa, pois estava a afirmar-se como um titular indiscutível da Briosa.

Mais um ponto

Domingos começou o jogo com Joeano no banco. A Briosa não fez nada toda a primeira parte (um remate). Na segunda parte com Joeano em campo, o Leixões descobriu que podia fazer mais do que dar sarrafada. Marcou um golo, num lance onde Pedro Roma parece ter algumas culpas. 

Passados uns minutos, Joeano assiste Lito e marca o empate. O Leixões continuava na traulitada e houve uma esperança. Mas contra Carlos Brito, o treinador que só sabe empatar, não havia hipóteses.

Registo para o protesto dos adeptos da Briosa e do Leixões contra o horário dos jogos.

Alguém sabe?

Alguém sabe o preço dos bilhetes para o AAC-Leixões que se disputa daqui a uma hora?

É que no site da Briosa, acabado de consultar, não aparece nada.

Deve ser a nova estratégia para ter mais adeptos. Já estou a imaginar estádio cheio.

Movimento credível?

O movimento para defender "os clubes pequenos" teria em princípio a minha simpatia. Ao ver quem o lidera, João Bartolomeu, e ao reparar nos 3 pontos que a UDL tem em 6 jornadas, permito-me duvidar das reais motivações deste movimento.

A realidade é que é ao nível dos "clubes pequenos" que aparecem situações de concorrência desleal com salários em atraso, sem que ninguém pareça importar-se com isso. Já para não falar na palhaçada que foi o caso Mateus, esse jogador "amador" que jogava na Liga de Honra e era contínuo do clube.

Antes de se lançar o tema, cansativo, das arbitragens convinha arranjar medidas eficazes para acabar com este pseudo-profissionalismo. Porque não, a obrigação de os presidentes assinarem livranças pessoais que seriam accionadas pela Liga em caso de incumprimentos salariais?

Com esta medida simples, talvez os senhores Presidentes se preocupassem mais em fazer crescer a receita, e não inventar nas despesas.

quinta-feira, setembro 27, 2007

Continuidade (ou não) de JES - uma opinião

Campos Coroa acha que José Eduardo Simões não se deve demitir, Lucílio Carvalheiro acha que sim.

Escolhi estes dois exemplos, que mostram como dois não-apoiantes de José Eduardo Simões reagem de forma díspare perante a mesma situação.

O primeiro porque afirma, e bem, que se é inocente até prova em contrário. O segundo porque afirma que o nome da Briosa aparece embrulhado em trapalhadas judiciais desnecessariamente. Creio que Lucílio não tem razão, porque quer JES se demita quer não se demita, a Briosa estará sempre envolvida, uma vez que a Acusação afirma (em alguns casos) que o dinheiro entrava no clube.

Deve ou não JES demitir-se?

Creio acima de tudo que deve ser uma decisão pessoal. Não significa isto que apoie ou deixe de apoiar, mas ao ver algumas hienas a começar a afiar o dente fico um pouco (mal) impressionado.

Pessoalmente creio que José Eduardo Simões preferirá demitir-se do que ter de lutar contra estes abutres ao mesmo tempo que luta em Tribunal. Mas como disse, acho que deve ser uma decisão pessoal.

Opinião sobre a Taça da Liga

Diz o ideólogo da Taça da Liga, Rogério de Brito, que este vai ser um ano de balanço e depois se avaliará se é necessário fazer mudanças ou não. Pois vou ajudá-lo - a Taça da Liga, nestes moldes, não interessa a ninguém (excepto ao Fátima).

Vejamos os objectivos principais enunciados no arranque:

Mais jogos para as equipas que não vão às competições europeias:

Que raio de modelo é este, onde 18 das 32 equipas apenas realizou um jogo?

E onde equipas que pela primeira vez jogam na UEFA são sobrecarregadas com jogos a meio da semana?

Não se podia marcar as eliminatórias para alturas menos importantes internacionalmente (Agosto)? E começar a fase de grupos mais cedo?

Mais receitas

Ontem, a Taça da Liga esteve para ficar sem nenhum dos principais geradores de receita. Gostava de ter visto a reacção dos patrocinadores (e da RTP) se João Alves não tivesse dado uma ajuda à sua antiga equipa e um fiscal de linha não tivesse confundido uma careca com uma mão.

Mais espectáculo

Ver marcar 18 penalties pode ser espectacular. Ver 9 (nove) jogadores do Leiria serem assistidos e saírem de maca é uma palhaçada. Não é mais uma competição que garante espectáculo. São melhores árbitros e disciplina mais rigorosa.

Somos 10.500

Quando fui buscar o meu novo cartão de sócio aproveitei para perguntar quantos sócios activos existem actualmente.

A informação que me foi dada é que somos 10.500. Ora tendo um estádio com capacidade para 35.000, sabendo que as equipas adversárias nunca trazem mais de 100 adeptos, não deveria ser feito um esforço para fazer mais associados?

Do tribunal

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Coimbra decidiu esta quarta-feira levar a julgamento os oito crimes de corrupção imputados pelo Ministério Público ao presidente da Académica e antigo director de Urbanismo da câmara, José Eduardo Simões.

[...]

Antigo director do Urbanismo na Câmara Municipal de Coimbra, Eduardo Simões foi acusado de quatro crimes de corrupção passiva para acto ilícito e de quatro crimes de corrupção passiva para acto lícito, puníveis com penas entre um e oito anos de prisão. Eduardo Simões é suspeito de ter favorecido promotores imobiliários a troco de donativos para a Académica.  

in maisfutebol

segunda-feira, setembro 24, 2007

domingo, setembro 23, 2007

Golos dos outros

Num domingo soalheiro, a Briosa não joga. Não posso ir ao Estádio e não vale a pena ligar a RUC, porque os de negro vão estar em casa a ver, nos seus plasmas, futebol  praticado por outros.

E aqui, à falta de novidades, aproveitamos para mostrar esta resenha dos golos mais improváveis de acontecer. Discordo com o autor da resenha, porque para mim, o golo classificado em segundo lugar é absolutamente inacreditável. Mas a selecção é muito boa.

Top 5 dos golos mais improváveis

sexta-feira, setembro 21, 2007

Noites europeias

Ontem à noite, quatro equipas alinharam na Taça UEFA. Era bom refletirmos sobre o que se passou, para definirmos o que queremos.

A Briosa ambiciona estar ali. Pessoalmente não senti inveja nenhuma dos sócios do Paços de Ferreira, Braga ou Leiria. Equipas acostumadas a jogar um futebol menor, de faltinhas e interrupções, foram presas demasiadamente faceis para os adversários.

Nestes jogos europeus, é incrível ver a quantidade de vezes que jogadores portugueses/brasileiros vão para o chão a clamar por faltas que não são marcadas. Maus hábitos produzidos pela nossa arbitragem medíocre.

Faço a distinção para o Belenenses, que vem desde o início da época jogando bem, personalizado com uma equipa consistente. Sem artíficios menores, jogando apenas o que sabe. Gostava de ver a Briosa a jogar aquele nível.

Cuspidelas para o ar


Há quatro meses atrás fizeram um berreiro injustificado preocupados com o estado da relva do Estádio Cidade de Coimbra.

Gostava de saber o que tem Miguel Salema Garção a dizer sobre isto.

É o que dá cuspir para o ar.

quinta-feira, setembro 20, 2007

PACIÊNCIA PARA A VITÓRIA

A Mancha Negra organiza a viagem ao Estádio do Bessa com o nome de código:"PACIÊNCIA PARA A VITÓRIA "com o valor da Viagem com Bilhete de APENAS 10€ para sócios MN e de 15Euros para não sócios.

Assim, apelamos à presença de todos os Academistas e simpatizantes para oAPOIO a nossa BRIOSA na conquista da vitória contra o Boavista F.C..

As inscrições e informações adicionais podem e devem ser efectuadas na sededa claque, sito pavilhão Jorge Anjinho, de segunda a sexta até as 23H ouatravés dos telefones 936000633 / 964701787.www.manchanegra85.com

A viagem esta programada para Segunda-feira 24 com saida prevista pelas 17:30 do Pavilhão Jorge Anjinho.

Saudações Académicas,
Miguel Pedro - MNTours85MANCHA NEGRA
Pavilhão Eng. Jorge Anjinho, R/C
Rua Infanta D. Maria
3030 -330 Coimbra

Email: MNTours85@manchanegra85.com
MNTOURS85

domingo, setembro 16, 2007

AAC 1 - Paços 0 (notícia RTP)

Se quiser pode também ler a crónica (MaisFutebol).

Primeira vitória

Com 5.222 espectadores, a táctica de Domingos explica-se em dois momentos:

Min 54: Substituição na Académica. Sai Vouho, entra Joeano.

Min 60: Substituição na Académica. Sai Ivanildo, entra Hélder Barbosa.

Depois disto, a Briosa começou a criar perigo. Primeiro pelo míudo que de livre directo obrigou Peçanha a uma boa defesa. Depois Joeano que atira ao lado.

A Briosa começou a fazer cruzamentos sucessivos e o golo adivinhava-se.

Surgiu por intermédio de Hélder Barbosa, um jogador de quem se espera muito este ano. Merecidamente, porque este Paços não demonstrou a fibra europeia que se lhe exige.

quarta-feira, setembro 12, 2007

A gralha




O Diário de Coimbra oferece convites para o ACADÉMICA – P. FERREIRA, com a particularidade do jogo ser realizado em Agosto passado. Esta seria uma gralha típica do DC, não fosse o facto de nesta data ainda Manuel Machado estar em grande força e ter recebido depois disso um voto de confiança da Direcção ...

Imprensa local


(clica na imagem para ler a notícia - Diário de Coimbra)

terça-feira, setembro 11, 2007

Por Portugal

Com pouca Paciência para treinadores apadrinhados, vou-me concentrar na Selecção Nacional a quem recomendava que visse e revisse o modo como Os Lobos cantaram a Portuguesa, com destaque para o nosso Brioso Rui Cordeiro.

Domingos vai treinar a Academica

A direcção da Académica chegou hoje a acordo com Domingos Paciência para assumir o comando técnico da Académica até ao fim da época, ocupando desse modo o lugar deixado em aberto com a saída de Manuel Machado. Depois de ter orientado o Leiria na temporada passada, Domingos está de regresso ao escalão principal do futebol português para ajudar os “estudantes” a saírem do último lugar da tabela classificativa. Domingos já estará no banco da Académica na recepção ao Paços de Ferreira, no próximo domingo referente à quarta jornada da Bwin Liga.

" Jogo "

segunda-feira, setembro 10, 2007

Comunicado da Direcção

Dada a relevância passaremos a transcrever o comunicado datado de 10 de Setembro de 2007:

A Direcção da AAC/OAF e o Prof. Manuel Machado acordaram a cessação da ligação contratual existente de forma amigável e cordial.

A Direcção da AAC/OAF agradece ao Prof. Manuel Machado a disponibilidade pessoal e a seriedade profissional que sempre manifestou ao serviço da Académica/OAF, expressando ainda o desejo dos melhores sucessos para a sua carreira desportiva.

A Direcção da AAC/OAF está a tomar as medidas necessárias para encontrar a nova equipa técnica que orientará a Académica até ao final da época desportiva, e desde logo no desafio a realizar com o Paços de Ferreira, no nosso Estádio, no próximo domingo, dia 16 de Setembro.

Fica por explicar o essencial - o timing da medida.

Como é possível que não se tenha tratado disto logo a seguir ao jogo de Leiria? Se o treinador, nessa altura, ainda tinha confiança, porque não esperar até domingo? Que o copo estava cheio, estava. Que poderia transbordar a qualquer momento também toda a gente sabia. Agora que a gota final tenha sido um jogo treino, ou uma questão menor sobre a inscrição de um atleta é que me parece extraordinário.

Porquê só agora?

É certo e sabido que Manuel Machado é finalmente carta fora do baralho, o que falta saber são as verdadeiras razões para esta decisão agora. As razões evocadas são legítimas e prende-se com a péssima prestação da equipa, visível aos olhos de toda a gente, mas isso já toda a gente tinha visto desde o triste episódio com o Fátima.

A péssima prestação na verdadeira competição que nos interessa (campeonato nacional) pelos vistos não teve qualquer significado para a direcção e agora baseia-se num jogo treino com o Braga que supostamente seria para perder, quanto mais não seja, porque é visível aos olhos de toda a gente o diferencial entre as equipas.

As razões para a chicotada já existiam no final do jogo com o Leiria ou até antes, mas pelos vistos estivemos a dormir até agora. É agora nas vésperas dum jogo importante que se vai começar do zero, nem se sabendo ainda quem será o novo treinador, reduzindo todo o espaço de manobra.

O jogo com o Braga não é razão!
Por favor sejam honestos com os sócios!


(clica nas imagens para ler)




Notícia confirmada

A nossa notícia vem confirmada hoje no Jornal de Notícias.

O JN confirmou mesmo junto de fonte do clube a provável rescisão com o treinador. Contudo, oficialmente, apenas foi dito que Manuel Machado vai orientar o treino de hoje, no Campo do Bolão, pelas 16.30 horas, sem qualquer tipo de informação sobre a continuidade ou não do técnico à frente do comando técnico


A mesma notícia adianta o nome de Domingos Paciência. Julgo ser pouco provável, mas a ver vamos.

Saí um Machado e entram dois Rogérios (?)

Como já vínhamos comentando neste blog, Manuel Machado estava por um fio. Parece que a derrota com uma equipa de reservas do Braga foi a gota de água que fez transbordar o copo. Mas um problema se levanta - a indemnização a pagar ao treinador cujo contrato termina na próxima época.

Por isso, não será de estranhar que logo, ainda seja Manuel Machado a dar o treino às 16:30. Mas já há convites a circular - Rogério Gonçalves, Ulisses Morais e Mariano Barreto. Quanto à saída, vai depender da vontade mais forte - a da Direcção em pagar ou de Mário Machado em receber.

Quem também deve entrar é Rogério Matias, jogador desempregado que assim pode ser inscrito. Este problema estará sempre dependente do outro, mas não seria de estranhar se terça ou quarta feira tivessemos dois Rogérios em vez de um Machado.

domingo, setembro 02, 2007

Mau jogo, péssimo resultado

Aos 7 minutos, Makukula é expulso na equipa do Marítimo. Antes já tinha tido tempo para marcar um golo, levar um amarelo nos festejos e fazer uma falta duríssima sobre Paulo Sérgio.

Só aos 26 minutos, Manuel Machado percebe que está em vantagem numérica, e tira Paulo Sérgio para entrar Tiero. Tiero viria a ser o protagonista do único susto que Marcos teve na primeira parte ao desferir um remate violento que saiu ligeiramente ao lado. O relógio apontava 44 minutos.

Joeano entra na segunda parte (como é possível, não ter entrado logo aos 10?) e aos 70, Bruno marca de livre directo com Pedro Roma a ver passar a bola.

Mau jogo, péssimo resultado. Tudo muito, muito pobre.

sexta-feira, agosto 31, 2007

Transferências: o saldo

Acabou o mercado de transferências e finalmente pode-se fazer o balanço:

Saídas: Douglas (ADAP), Eduardo (Tourizense), Sonkaya (Roda), Nuno Luís, Medeiros (Omónia), Danilo, Lino (F.C.Porto), Alexandre, Roberto Brum (Sp. Braga), Dame (Panathinaikos), Filipe Teixeira (West Bromwich), Sílvio (Tourizense), Pitbull (V.Setúbal), Nestor Alvarez (Dejon Ctitizen), Gélson.

Entradas: Ricardo (Varzim), Nereu (Benfica), P. Costa (Sp. Braga), Berger (Ried), Orlando (Freamunde), NDoye (Al-Ittifaq), Cris (Feirense), Tiero, Lito (Naval), Ivanildo (Leiria), Pablo Castro (B. Vista), Peralta (B.Vista).

Continua a ser uma exagero a quantidade de jogadores que são movimentados no defeso. Mera curiosidade, a equipa com menos entradas foi o Nacional da Madeira com 6 jogadores.

quarta-feira, agosto 29, 2007

Visitas à Madeira

Domingo, a Briosa defronta o líder do campeonato - o Marítimo.

Com um começo de época fulgurante - vitória caseira (3-1) sobre o Paços e fora (0-2) sobre o Boavista - o Marítimo tem impressionado pela sua capacidade goleadora a contrastar com o início de época tibuteante que se refletiu no nulo frente ao Penafiel para a Carlsberg Cup.

Nas últimas épocas, a Briosa registou 3 empates em outras tantas deslocações ao Estádio dos Barreiros e, atrevo-me a dizer, que dificilmente fará melhor este ano. Faltam rotinas de jogo que permitam marcar, e Manuel Machado deverá reforçar o meio campo defensivo consciente que está do poderio concretizador da turma madeirense. Só espero que não vá deliberadamente jogar para o empate, apesar de reconhecer que este será um bom resultado atendendo às circunstâncias.

terça-feira, agosto 28, 2007

A vez de Berger

Tenho para mim que a melhor dupla de centrais da Briosa é Kaká e Berger. Deste último só tenho dúvidas se ele se dará bem com o nosso futebol em que os jogadores desmaiam com um sopro nas orelhas. A verdade, é que em todos os jogos em que actuou não se deixou levar pelas artes dramáticas dos nossos avançados. Com a suspensão de Litos por dois jogos, chega a vez de Berger mostrar o que vale. E estou em crer que vai agarrar o lugar.

segunda-feira, agosto 27, 2007

N'Doye

Especulou-se muito se N'Doye tinha sido afastado da convocatória devido ao brilharete no terceiro golo do SCP. Manuel Machado esclareceu de viva voz o motivo.

“Foi para a discoteca na sexta-feira, por isso, foi excluído por questões de foro disciplinar. Estávamos a trabalhar num onze e, à última da hora, tivemos adaptar”.

Quando há coisas que não mudam - falta de profissionalismo - temos de nos adaptar. Esperemos que esta linha disciplinadora seja para continuar.

AAC 1 - UDL 1 (video)

Gostei do que vi de Lito, Kaká e Tiero. Parece-me que a equipa está a evoluir. Esperemos que sim. 

domingo, agosto 26, 2007

O Golo da Mudança




Com este Golo de Penalti, a Briosa consegue fazer esquecer uma primeira parte nervosa, fruto da pressão acumulada pelas ultimas exibições e anula o Leiria. No final do jogo bem que o resultado poderia ser outro, caso as pernas aguentassem noventa minutos.

quinta-feira, agosto 23, 2007

Nestor Alvarez vai ser inscrito

O jornal Record diz que Nestor Alvarez vai ser inscrito. Não sei se ria ou se chore.

SCP 4 - AAC 1

Confesso que à hora do jogo a minha atenção estava voltada para a escolha entre umas caracoletas, umas vieiras e uns carapaus alimados entre outras iguarias que estavam na mesa. O meu conhecimento do jogo resume-se a este vídeo e ao que li na imprensa desportiva nos dias seguintes.

 

Infelizmente não foi muito diferente do que antevia: Briosa sem fio de jogo contra uma equipa com os mecanismos já adquiridos da época passada, sob a supervisão de um árbitro subserviente aos grandes.

Pela positiva o golo do Gyano e a exibição do Lito. Domingo, conto ao vivo perceber que equipa temos.

quarta-feira, agosto 15, 2007

O dia da segunda aparição


Dia 26 de Agosto revela-se o dia de todas as decisões e será certamente o limite do esticar da corda para Manuel Machado, isto independentemente do resultado em Alvalade que numa situação realista será na melhor das hipóteses será um empate.
Assim caso o milagre não aconteça em Alvalade com uma vitória da Académica, teremos em Coimbra um jogo de “cortar à faca” com o Leiria, onde os sócios não vão aceitar outro resultado que não a vitória.

Seja como for, será sempre um Domingo quente em Coimbra.


quarta-feira, agosto 08, 2007

Vítor Vinha fora de jogo


O jovem Vítor Vinha, um médio que Nelo Vingada adaptou, com sucesso, a defesa-esquerdo, permanecendo até hoje nesse lugar, lesionou-se e está fora do jogo que vai abrir a temporada, no domingo, frente ao Fátima. Será a segunda eliminatória da Taça da Liga. Manuel Machado tem, agora, duas soluções: estrear já o reforço uruguaio Pablo Casto, sem ritmo nem identificação com a equipa, ou então adaptar um dos centrais (Kaká ou Orlando).

De resto, não há mais nenhum lesionado, atendendo a que o ponta-de-lança Joeano, que estava condicionado, já foi, ontem, reintegrado na preparação normal da equipa.

Logo, ao final da tarde (18h00), a Académica vai fazer o último amigável da pré-época, frente ao Al-Arabi, do Catar – que estagia em Portugal e é treinado pelo português José Romão, que já passou pelo banco da Briosa. O desafio vai ter lugar no Estádio Cidade de Coimbra, que terá as portas abertas.

Jogo

quinta-feira, agosto 02, 2007

Laterais da Briosa

Ao vermos que Ezequias e Lino foram para o FCP, e agora o novel lateral Luís Filipe para o SLB, podemos concluir que pela Briosa vão passando jogadores de qualidade a actuar nas laterais. Ou pelo menos, jogadores cujas características parecem impressionar os grandes e motivá-los para a sua contratação.

Daí que a contratação de Pablo Castro, lateral esquerdo de 22 anos, seja encarada com natural optimismo, esperançado que este jogador atinja rendimento desportivo de qualidade et por cause rendimento financeiro no final da época. Porque se for bom, algum grande o virá buscar, seguramente.

P.S. Para os que perguntam pelos valores da formação do Luís Filipe, convém lembrar que o Braga terá de pagar 25 mil euros a dividir por todos os clubes onde Luís Filipe passou na sua formação, contando desde as escolas. Não sendo discipiente, não me parece uma verba significativa que justifique o alarido que já se quer fazer.

sábado, julho 28, 2007

Peralta

A Briosa anuncia através do seu site a contratação de Peralta, jogador uruguaio, cuja adaptação à Europa tem sofrido algumas dificuldades. Na primeira tentativa (2004/2005) conheceu o Albacete e o Cagliari, na época seguinte o Grasshoppers, tendo regressado à América do Sul ainda nessa época para representar o Flamengo de onde se trans«feriu para o Bella Vista, o seu último clube.

Esperemos que lhe corra melhor esta segunda tentativa de singrar no futebol europeu.

sexta-feira, julho 27, 2007

Primeiras notas

Face à escassez de laterais de qualidade, parece certo que Manuel Machado não descarta a possibilidade de jogar várias vezes com três centrais. Ontem, contra o Nacional (vencemos 2-1) os eleitos no início foram Berger, Litos e Orlando.

De facto o sector central da defesa parece dar garantias. A estes três há que juntar Kaká que mostrou o ano passado toda a sua qualidade. Berger é raçudo e a principal dúvida é a sua adaptação na marcação de avançados "levezinhos" característicos do nosso futebol. Orlando, o autor do primeiro golo de ontem tem realizado exibições muito agradáveis. Quatro jogadores, de onde Manuel Machado parece querer escolher três. Vinha consegue ser solução, mesmo com 3 defesas, jogando no meio campo e foi ele que marcou o canto para o primeiro da Briosa.

No meio campo a coisa complica-se mais um pouco. Pavlovic, Piloto e Paulo Sérgio são esforçados, mas têm alguns momentos negativos. Na luta por um lugar, Piloto parte muito atrasado.

No apoio ao ataque Lito, Miguel Pedro, Hélder Barbosa, Tiero e Fofona parecem ser opções válidas. Já no ataque à baliza adversária Joeano, Gyano e Vouho parecem ser soluções curtas.

Dos outros jogadores de campo ainda não tenho dados suficientes que me permitam dizer algo. Na baliza, ontem jogou Ricardo, mas a minha escolha já estava feita antes do início dos trabalhos.

quarta-feira, julho 25, 2007

Grande Golo de Tiero

O jogo de hoje frente ao Beira-Mar, teve o seu ponto alto no golo de Tiero.





ACADÉMICA
Treinador: Manuel Machado.Pedro Roma (cap.); Litos, Orlando e Kaká; Paulo Sérgio; Sarmento, Nuno Piloto, Tiero e Hélder Barbosa; Lito e Vouho.Jogaram ainda: Pedro Costa, Vítor Vinha, Pavlovic, Joeano, Gyano, Miguel Pedro e Berger.Suplentes não utilizados: Rui Nereu, Ricardo, Cris, Fofana e Pedro Ribeiro.

BEIRA-MAR
Treinador: Rogério Gonçalves.Luís Almeida; Jorge Vidigal, Ricardo (cap.), Fernando e Camora; Emerson e Artur; Vasco Matos, Maurinho e João Pedro; Mateus. Jogaram ainda: Tony, Vitinha, Buba, Vítor Alves, Roma, Dedé e Coria. Suplentes não utilizados: Litos e Pato.

Estádio Cidade de Coimbra.Assistência: cerca de 500 espectadores.Árbitro: Vítor Campos (Coimbra).Assistentes: Mário Reis e Marco Reis.Ao intervalo: 0-0.Marcadores: Tiero (79m) e Gyano (90m).Acção disciplinar: nada a registar.

Naquela que terá sido a única aparição em Coimbra perante os associados durante a pré-época, a Académica, versão 2007/2008, só convenceu à custa de Tiero e de Joeano. O ganês assinou um “golão” e o brasileiro agitou o ataque e ofereceu o 2-0 a Gyano


O “tiraço” de Tiero e a capacidade de Joeano estabeleceram as diferenças, ontem à noite, entre os vizinhos Académica e Beira-Mar. Os estudantes, naquele que terá sido o único teste na cidade do Mondego, ainda demonstraram alguns defeitos, mas o sensacional remate do médio ganês, aos 79 minutos, e o golo de Gyano (a passe do inevitável Joeano), ao cair do pano, ajudaram a disfarçar a exibição academista.



Apresentação Oficial

Alguns momentos da apresentação oficial aos sócios do plantel para a época 2007/2008 que decorreu hoje ao fim da tarde no centro comercial Dolce Vita.










terça-feira, julho 24, 2007

Definições: Lira saiu, Fofana e Vouho ficam

O brasileiro Lira foi confirmado no clube israelita Hapoel Kfar Saba.

O médio Fofana e o avançado Vouho que estavam à experiência parece que agradaram a Manuel Machado e vão integrar oplantel.

Em aberto estão duas posições sendo uma delas a de defesa esquerdo.

domingo, julho 22, 2007

Renteria ou Bruno Moraes

Académica está a negociar com o FC Porto a possibilidade de os campeões nacionais lhe emprestarem o avançado colombiano Renteria, disse hoje à Agência Lusa fonte directiva dos “estudantes”. Após a transferência do lateral-esquerdo brasileiro Lino para os dragões, a Académica já recebeu os extremos Hélder Barbosa e Ivanildo, mas pode receber mais jogadores a dispensar pelo treinador do FC Porto, Jesualdo Ferreira, apontando para Renteria ou para o brasileiro Bruno Moraes.


" O Jogo "

22/07/2007

quinta-feira, julho 19, 2007

Confirmado

Só agora, e não há duas semanas atrás como se disse, Joeano está confirmado na Briosa. Fonte da Direcção acabou de confirmar isso mesmo à Agência Lusa.

Para isto ser possível foi necessário que o Beitar aceitasse emprestar o Joeano, continuando a pagar parte importante do salário.

Só falta arranjar uma companhia para este nosso matador.

Joeano

Ontem, ficou acertada a continuidade de Joeano. O avançado fica na Briosa, de novo a título de empréstimo pelo Beitar. Mesmo assim, Manuel Machado pretende mais um ponta-de-lança, além de um número 10, e ainda aguarda pela chegada de um defesa-esquerdo.
in Record

 

Joeano, o ponta-de-lança que toda a gente queria, do presidente ao mais indiferente dos adeptos, já está certo, ao que tudo indica outra vez por empréstimo do Beitar.
in O Jogo

quarta-feira, julho 18, 2007

Ponta de lança

Gelson rescindiu e regressou ao Brasil, Nestor foi emprestado para  um clube da Coreia do Sul e Dário, que foi possibilidade, foi descartado por Manuel Machado.

Quanto a Joeano, pode vir a ser emprestado a um clube português, estando a Briosa a lutar com o Vitória de Setúbal.

Não creio que Joeano e Vohou (a confirmarem-se) sejam as soluções para o que a Briosa necessita. A ver vamos...

terça-feira, julho 17, 2007

Iniciativa louvável

A conversa de José Eduardo Simões com a Comunicação Social. Sem tabus, e falando sobre tudo. Pena não acontecerem mais momentos destes. Fica aqui a reportagem do Diário de Coimbra (os sublinhados e destaques são meus):

Direcção da Briosa abriu o “livro”
A iniciativa até poderá não ser inédita a nível nacional, mas é bastante louvável. A direcção da Briosa promoveu um encontro informal com a Comunicação Social e, durante sensivelmente duas horas, foram discutidos abertamente diversos temas relacionados com a vida do clube

A planificação da nova temporada foi o tópico mais explorado, com o presidente José Eduardo Simões a defender a ideia de que a Briosa 2007/2008 apresenta maior equilíbrio e será mais competitiva do que a anterior. Para o provar, estabeleceu a comparação, por sectores, entre o que existia nesta fase da pré-época em 2006/2007 e o que se encontra agora ao dispor de Manuel Machado.
«Quanto aos guarda-redes penso que é claro que irá existir uma maior competitividade na corrida pela titularidade. No que concerne à defesa e ao meio-campo defensivo, também estamos melhor, temos mais qualidade e mais opções, ressalvando o Lino (embora por esta altura há um ano atrás fosse por todos subestimado). O Milos e o Paulo Sérgio evoluíram visivelmente.
No meio-campo mais ofensivo é evidente que o Filipe Teixeira será uma baixa importante; nas alas temos o Ivanildo, o Lito e o Hélder Barbosa, e em relação ao ataque, estamos a trabalhar para o reforçar
…», sustentou.
Ainda sobre a questão do ponta-de-lança, dois aspectos ficaram vincados pelo responsável máximo da direcção academista: primeiro, Pedro Ribeiro (internacional sub-19 português) é uma forte aposta; e Joeano continua a ser hipótese para atacar a BwinLiga 2007/2008.
Aliás, José Eduardo Simões não escondeu que «estamos no mercado há procura de um número 10 e de um avançado».
Já em relação aos dois marfinenses que se encontram a cumprir um período experimental, o dirigente disse claramente que «não os conheço» pelo que se ficou por aí nas considerações.
O presidente revelou ainda que o acordo estabelecido com o Varzim para a contratação de Pedrinho prevê a entrada do jogador na Académica já a partir de Janeiro.

 

Irmãos N´Doye com processos

Naturalmente que também o caso Dame foi aflorado neste encontro. José Eduardo Simões voltou a referir que existem dois processos nos tribunais contra o jogador que foi recentemente apresentado no Panathinaikos. Um pessoal e movido por Luís Godinho e outro do clube, na medida em que defende a existência de um contrato com o atleta. Todavia, as esperanças numa resolução rápida da questão são bastante remotas. O presidente recordou mesmo o processo da saída de Antchouet do Belenenses, cuja decisão se vai arrastando no tempo...
Mas também Ousmane já se encontra sob a alçada do departamento jurídico dos estudantes. José Eduardo Simões esclareceu que «o jogador pediu uma semana mais de ferias, isto porque tinha disputado um jogo pela selecção do Senegal. O pedido foi-lhe concedido mas já deveria ter-se apresentado no dia 9. Ele conhece as regras e sabe que terá de ser sancionado, mas acredito que brevemente estará connosco».
Já a “novela” em torno de Tiero parece estar bem perto do fim. O jogador ganês, ao que tudo indica, deverá já hoje viajar rumo a Portugal, pelo que o mais tardar amanhã já deverá integrar os trabalhos.

 

Vale a pena investir em portugueses

Uma das novidades desta Briosa prende-se com a política de reforços. Ao contrário do passado mais recente, onde a zona sul-americana era a grande municiadora de jogadores da turma da cidade do Mondego, agora o mercado luso foi o privilegiado. Esta é uma nova filosofia defendida pela direcção, que entende ser a altura ideal para apostar nos jogadores portugueses.
«As viagens para o Brasil agora são bem mais caras e os clubes lá pagam em média mais do que nós podemos oferecer. Por outro lado, como há menos equipas na BwinLiga, surgem outras possibilidades e a um preço mais acessível. Hoje vale a pena investir em jogadores portugueses», disse.
Em relação ao orçamento, José Eduardo Simões afirmou que é mais baixo do que o de anos anteriores, inclusivamente o de 2002, ano em que os estudantes estavam na 2.ª Liga «altura em que a taxa de tributação de IRS era de 20%, enquanto agora é de 42%».
«É necessária muita ginástica, muito rigor para apresentarmos e cumprirmos orçamentos que são credíveis. Esta equipa apresenta ordenados, em média de 75 a 80 mil euros anuais brutos. Há uma grande diferença com o praticado anteriormente. Tivemos lucros nas últimas épocas e naturalmente que contamos que o mesmo se repita no final da próxima temporada. Com isto estamos a combater o passivo e a investir».

 

Na barra dos tribunais

Já sobre os processos que correm contra si nas barras dos tribunais, José Eduardo Simões disse não poder prestar grandes esclarecimentos, até devido ao segredo de justiça, mas voltou a mostrar-se tranquilo e a aguardar pelo desfecho dos mesmos. «Vamos esperar por 14 de Setembro para saber o veredicto da juíza sobre os seis casos que solicitei para abertura de instrução. Os outros dois será interessante discuti-los em tribunal», declarou.
Em vésperas de ano eleitoral, estes processos não abonam a favor do dirigente que pareceu preparado para os prováveis ataques que daí poderão advir: «Acredito que os possíveis adversários possam querer pegar por aí, isto apesar de achar que será uma situação pouco ética e até pouco académica», declarou.

 

Academia inaugurada em Novembro

Um dos projectos mais arrojados deste elenco directivo prende-se com a Academia Briosa XXI. Nos últimos tempos a empreitada tem ido de vento em popa e depois de terem sido colocados os dois pisos sintéticos, também o edifício principal se encontra bem perto de estar concluído. A tal ponto que José Eduardo Simões aponta para Novembro a inauguração oficial daquele complexo.
«Falta apenas um campo sintético mais pequeno, para futebol de cinco e outro para treino específico de guarda-redes, mas lá para meados de Novembro deverão estar reunidas as condições para se proceder á sua inauguração», acrescentou.

 

O problema era Pimenta Machado

Na passada semana, o encontro amigável com o Vitória de Guimarães causou muita polémica, mas maior agitação foi provocada pela sardinhada que serviu para reatar as relações institucionais há muito cortadas entre os dois clubes devido ao caso N´Dinga.
Sobre esta matéria, o dirigente foi peremptório ao afirmar que o problema residia na figura de Pimenta Machado, «o responsável» pelo que de mal aconteceu à Briosa nessa altura.
«Se actualmente se mantivesse o presidente de então, naturalmente que seria impossível estabelecer qualquer tipo de relação. Esse senhor é que foi o grande responsável pelo que se passou. Já saiu, pelo que as coisas tendem a voltar à normalidade. O jogo decorreu bem, pena foi não termos ganho», disse.  

No maisfutebol estão algumas partes muito importantes:

Objectivo: classificação superior à média dos últimos anos

O presidente da Académica estabeleceu um objectivo, em termos desportivos, para a nova época: obter uma classificação superior à média dos últimos cinco anos. Se fizermos as contas, e tendo em consideração duas balizas - a pior (15º lugar) e melhor posição (13º ) obtida durante esse período -, é fácil perceber que ficar em 12º lugar será o suficiente para atingir tão modesta meta.
«Mas o mais importante é criar as condições necessárias para termos uma equipa sólida, capaz de cimentar o seu estatuto de primeira liga durante muitos anos», referiu José Eduardo Simões.

[...]

O orçamento para temporada prestes a iniciar-se será mais uma vez reduzido em relação ao anterior, com uma média salarial anual em termos brutos a rondar os 75 a 80 mil euros. «Desde que estou na direcção, passámos a fazer orçamentos credíveis. Só para dar um exemplo, o de 07/08 será inferior ao de 01/02, quando estávamos na Liga de Honra. Em 06/07 tivemos resultados positivos e quanto a 07/08, as expectativas são, igualmente, positivas. Queremos, depois, utilizar os resultados para abastecer o passivo e fazer investimento, nomeadamente na Académica, que esperamos inaugurar em Novembro e terá um custo de 750 mil euros», referiu o presidente, sendo secundado pelo vice-presidente António Preto: «Quando sair, esta Direcção vai deixar obra feita

O líder da Briosa confirmou ainda que o clube nada lucrou com a saída de Roberto Brum para o Sp. Braga - afinal o seu passe, sabe o Maisfutebol, pertencia a um empresário - e fez um encaixe mínimo no caso de Lino, já que o jogador detinha a maior percentagem dos seus direitos desportivos. Outra confirmação foi a da possibilidade de Pedrinho, contratado no defeso ao Varzim e cedido de novos aos poveiros por empréstimo, ingressar no plantel em Janeiro.

segunda-feira, julho 16, 2007

Filipe Teixeira sai, Fofona entra

Finalmente Filipe Teixeira conseguiu encontrar um clube que estivesse disposto a pagar a claúsula de rescisão (750 mil euros). Depois de o seu empresário andar a falar em clubes de primeira linha como o Benfica e o Panathinaikos, vai afinal para o West Bromwich Albion (2ª divisão inglesa).

Destaque para o facto de este clube, e o jogador, se terem portado lealmente e de acordo com o Presidente da AAC:

"O clube inglês portou-se muito bem e os interesses da Académica foram plenamente salvaguardados, embora a Académica receba apenas 55 por cento dessa quantia, ou seja, 400 mil euros."

Para o substituir deve ser contratado Fofona, o jogador da Costa do Marfim que tem agradado sobremaneira nos treinos.

Outra hipótese é Vohou, sendo que esta decisão está dependente das situações de Joeano, Gelson e .... Dário.

Fofana e Vouho deram nas vistas

Foi só um primeiro treino, mas já deu para ver, ontem, que os marfinenses Fofana e Vouho têm valor. Aliás, piores do que os avançados que estão não são, de certeza absoluta, e talvez até sejam bem melhores. Sobretudo Fofana, de 23 anos, que aparece, facilmente, entre o lado direito e o meio. Mostrou ser rápido, criativo e de remate pronto. Já Vouho, um ponta-de-lança, de 20 anos, que tem jogado pela selecção olímpica da Costa do Marfim, é muito mais poderoso, em peso e altura, movimenta-se bem e sabe finalizar. Chegam, ambos, do Sabe Sports de Bouna, por indicação de um ex-jogador do director-geral da Académica, Luís Agostinho, que foi treinador de alguns clubes nacionais. É de esperar que por estes dias, talvez até ao final da semana, Manuel Machado já diga o que achou de Fofana e Vouho e se servem os seus interesses, os mais urgentes. Vai ter o jogo de amanhã, às 18h00, na Tocha, frente ao Penafiel, para os avaliar melhor.
O Jogo