domingo, fevereiro 28, 2010

Derrota em casa

Gostei do arrojo final de Villas Boas a terminar com 3 centrais e apenas um médio defensivo. Esperava (muito) mais de João Ribeiro. De Vouho, jogou o normal.

sábado, fevereiro 27, 2010

Da Assembleia Geral

0748-300x225[1] A Assembleia-geral (AG) da Académica reuniu na noite de sexta-feira, em sessão extraordinária, para concluir a votação da proposta de Alteração dos Estatutos, mas apenas aprovou 32 dos 62 artigos em falta.

Foi seguida a metodologia proposta pelo antigo presidente dos Núcleo dos Veteranos José Belo, de aprovar artigo por artigo, com alterações à proposta apresentada pela direcção, acrescentando aditamentos e/ou desmembramentos dos artigos em análise.

A outra metodologia, apresentada pelo vice-presidente Reis Torgal, que previa uma discussão prévia dos artigos um a um, foi rejeitada por maioria.

Para além de outras propostas apresentadas, o ex-presidente do Núcleo dos Veteranos apresentou ainda um documento extenso de alterações aos estatutos, que centralizou e enriqueceu a discussão em volta dos artigos em falta, embora tenha contribuído para o arrastamento dos trabalhos pela madrugada de hoje.

0708-300x225[1] As claques da AAC/OAF foram equiparadas a pessoas colectivas, o que constituiu uma novidade nos Novos Estatutos. As Casas da Académica, as Filiais e o Núcleo de Veteranos já o eram inicialmente.

Justificada foi a presença de muitos elementos da claque Mancha Negra, permitindo que a AG tivesse quórum. A sua presença fez-se notar, porque estavam em causa muitos dos seus interesses.

O artigo 39.º, que marca a data do ato eleitoral e organização do processo eleitoral, provocou, no final, alguma troca de palavras entre argumentos contrários, mas foi aprovada por maioria a proposta da direcção, que marca o ato eleitoral no clube entre 15 de Maio e 15 de Junho, de três em três anos.

0853-300x225[1] Esta foi a segunda AG para tentar aprovar os 70 artigos dos novos estatutos do clube, uma vez que na primeira foram apenas aprovados oito.

O presidente da Mesa da AG, Paulo Mota Pinto, agendou para 19 de Março nova AG para concluir os trabalhos.

Texto: O Jogo

Fotos: O Sexo e a Cidade

Consagração

O bom trabalho que Villas Boas tem estado a fazer, teve reflexo com a chamada de 3 atletas à selecção sub-23 – Emídio Rafael, João Ribeiro e Nuno Coelho.

Portugal defronta o País de Gales, na próxima quarta-feira, em Fátima, na segunda partida que vai realizar no International Challenge Trophy, uma competição organizada pela Federação Inglesa e que se disputa de dois em dois anos.

Agora há que dar continuidade a este trabalho.

quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Orlando renova

Uma das consequências da Briosa se afastar da linha de água, é que se pode ir preparando o futuro com mais certezas. Nenhum jogador tem interesse em renovar com uma equipa que pode descer de divisão, nem nenhum clube pode arriscar encargos elevados sem garantias.

Hoje foi a vez de Orlando renovar, cinco semanas depois da renovação de Berger. Também já existiram contactos com Rui Nereu, Diogo Gomes e Cris. Ficam a faltar Luiz Nunes, Bru, Tiero, André Fontes, Bibishkov, João Ribeiro (emprestado pelo Frenaros FC 2000, da II Divisão do Chipre) e Paulo Sérgio. Isto sem esquecer os jogadores emprestados pelo Nacional, Bruno Amaro e Miguel Fidalgo.

Esperemos mais umas semanas.

Preços decentes

Finalmente é reconhecido ao sócio da Briosa o direito de assistir a um jogo a um preço mais barato que um não-sócio. Louve-se em particular, a iniciativa de oferecer dois bilhetes por 5€ que vai permitir que os sócios levem amigos ao jogo, propiciando um ambiente agradável de convivência.

 aacxrioave_28022010[1]

Creio que provavelmente esta campanha está com o facto de uma grande parte dos sócios ainda não ter renovado as suas quotas, mas independentemente dos motivos, o que importa assinalar é que neste jogo nenhum sócio/adepto da Briosa pode ter razões de queixa com o preço dos bilhetes.

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Ida ao Restelo

Será no meio campo que André Villas Boas terá de mexer devido ao facto de Tiero ter sido castigado por dois jogos, mas em particular eu estou curioso para ver a estreia de Bibishkov que já está apto para jogar em virtude de ter chegado o seu certificado internacional.

Pessoalmente apostava em Cris no lugar de Tiero e o búlgaro no lugar de Vouho.

Para refletir

A Federação Inglesa puniu o Wolverhampton com multa de 25 mil libras (cerca de 28 mil euros) por ter poupado jogadores numa partida diante do Manchester United, disputada em Dezembro passado.

O «Wolves» apresentou-se na referida partida sem 10 habituais titulares, tendo sido derrotado por 0-3. O técnico Mick McCarthy justificou a medida com mera rotatividade dos jogadores, uma vez que dias depois teria jogo diante do Bolton, adversário na luta pela manutenção, jogo que acabou por vencer por 2-0.

A Federação considerou agora que o clube não cumpriu dois artigos dos regulamentos, ao não apresentar a melhor equipa possível e ao não respeitar as suas obrigações em relação aos outros clubes e aos organizadores da Premier League. McCarthy diz que aceita a decisão, mas garante que nunca teve intenção de ir contra os regulamentos. in A Bola

Uma medida impensável de ser tomada em Portugal, mas por algum motivo os Estádios em Inglaterra estão cheios. É porque lá, ao contrário de cá, o importante é o espectáculo e o cliente são os espectadores.

segunda-feira, fevereiro 15, 2010

Outras opiniões - Vouho

vouhoO Diário de Coimbra afirma que Vouho foi dos melhores em campo apenas superado por Ricardo. O Jogo segue a mesma linha e parece que só eu discordo das exibições deste atleta.

Talvez Dário e Joeano me tenham acostumado mal, mas não consigo encontrar neste jogador o matador que era necessário. Alinhou em 10 jogos, 3 deles como suplente)  e não marcou um golo, apesar de ter tido oportunidades. Está ao nível de Eder outro jogador que não consigo apreciar. Precisam de crescer? Sem dúvida. Mas estará ali o futuro ponta de lança da Briosa? Não creio. Espero que provem que estou enganado já contra o Belenenses.

Resumo do empate de ontem

domingo, fevereiro 14, 2010

Dois pontos perdidos

A Briosa perdeu dois pontos em casa, apesar de tudo ter feito para os conquistar, mesmo depois de ter estado reduzida a 10 elementos, por expulsão de Tiero aos 67 minutos num lance onde creio que o cartão adequado seria o amarelo.

A Briosa entrou cheia de vontade, mas aos 22 minutos, fruto de uma desatenção numa marcação de uma falta sofre um golo infantil. Segue-se uma fase de desacerto que permite aos algarvios criar as suas melhores oportunidades da partida. Recomposta animicamente, a Briosa vê Vouho ser ceifado em plena grande área dando a oportunidade a Tiero de restabelecer a igualdade a partir na marca de grande penalidade.

Daí até ao final, só deu Briosa e a falta de um matador notou-se mais uma vez. Vouho esforça-se bastante, mas não é o ponta de lança que esta equipa precisa.

Hoje

aacxolhanense_14022010[1]

sábado, fevereiro 13, 2010

Onde pára o dinheiro?

Os clubes portugueses estão (quase) todos falidos, mas há muita dinheiro a rodar no futebol, sendo que a pergunta se impõe – onde pára o dinheiro? Em Novembro o Jornal Privado dava uma pista:

O «patrão» da Olivedesportos é que detém os direitos das transmissões dos jogos de futebol e depois os vende à SportTV da qual também é sócio, fazendo desta forma um negócio onde lucra duas vezes. […]

O que se sabe é que Joaquim Oliveira paga aos clubes de futebol pouco mais de 50 milhões de euros/ano pelos direitos de transmissão de jogos de futebol e, depois, vende-os para o resto do mundo, incluindo a SportTV, por quatro vezes mais.

Agora, multiplique-se por 3 aquilo que os clubes recebem das televisões e vejam lá se não seria possível ter uma Liga onde os clubes não tivessem passivo real?

sexta-feira, fevereiro 12, 2010

Eleições na Liga

Hermínio Loureiro anunciou que não se ia recandidatar. Nenhum candidato credível apareceu entretanto. parece que um grupo de clubes, onde se inclui a Briosa, quer pressionar Hermínio a continuar. A mim parece-me que o seu trabalho tem sido positivo, mas a sua equipa precisa de alguns acertos. Em particular, aquele senhor que ainda vê futebol a preto e branco e não sabe escrever Regulamentos.

quinta-feira, fevereiro 11, 2010

A pequenez

A pequenez do nosso futebol começa nas mentalidades dos seus dirigentes, e em alguns casos dos seus adeptos.

E não, não me estou a referir aos dirigentes que dão instruções para que os apanha-bolas atrasem o reinicio das partidas quando as suas equipas estão a ganhar. Esta mentalidade tacanha, que alguns adeptos aplaudem como boa estratégia, revela apenas falta de carácter e eu quero referir-me mesmo é à pequenez, ao pensar pequeno de dirigentes cuja função devia ser exactamente o oposto – o de ambicionar ser maior.

Neste momento, na Taça de Portugal estão 4 equipas, sendo que ao vencedor tem acesso directo à Liga Europa. Ou o finalista vencido, caso o vencedor seja o FCP. Ora, Rio Ave, Naval e Chaves não cumpriram os prazos para o licenciamento das suas equipas. O lugar passa nestes casos para o 5º classificado da Liga, mas não deixa de ser extraordinário ver como os clubes abdicam tão facilmente de se promover numa competição Europeia.

quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Roubados

carlsberg_cupNão fora Pedro Proença achar que Orlando tem um ombro a nascer-lhe no meio das costas e provavelmente estaríamos a discutir o acesso à final da Taça da Liga através dos pontapés de grande penalidade. E ainda o acusam de benfiquista, quando na realidade, ele é apenas … mau árbitro, ou teria visto aquilo que toda a gente viu – penalty sobre Orlando aos 89 minutos.

Quanto ao resto do jogo, gostei de ver alguns momentos da Briosa, tendo ficado com uma dúvida – quem era aquele central do FCP que equipava de preto?

Missão Dragão

segunda-feira, fevereiro 08, 2010

sábado, fevereiro 06, 2010

SCP-AAC (em directo)

AG de ontem

ACADÉMICA VAI TER TERCEIRO EQUIPAMENTO

Estatutos começaram a ser aprovados mas… aos soluços

A Assembleia Geral começou atrasada e o facto da alteração dos estatutos ser discutida ponto por ponto leva a que novo plenário tenha de ser marcado

Ponto prévio. Num dia tão importante para a vida do clube ou não estivessem em discussão as alterações aos estatutos do clube não foi propriamente exemplar a hora a que começou a Assembleia Geral (AG) da Académica/OAF, de ontem à noite, que teve lugar no auditório do Estádio Cidade de Coimbra. É que marcada para as 20h00 – só começaria a essa hora se estivesse presente metade dos associados  -, a reunião devia ter início 60 minutos depois, caso, nessa altura, estivessem reunidos meia centena de sócios. Só começou às 21h33!
A verdade é que apesar de não ter sido muito concorrida, a AG foi bastante discutida, com os novos estatutos a serem votados ponto por ponto, sendo que a proposta principal partiu da direcção, depois de ter sido criada há mais de um ano uma comissão para o efeito. A discussão foi demorada, com alguns dos pontos a motivarem mais discordância do que outros, como aconteceu no ponto 2 (designação de AAC-OAF) do artigo 1.o, em que um dos associados questionou se realmente existiu uma assembleia magna para a efectivação de um protocolo entre a DG-AAC e a AAC-OAF que agora é mencionada nos novos estatutos.
Só para se ter uma ideia do tempo que demorou a troca de ideias, à meia-noite só estavam aprovados sete dos… 70 artigos que compõem aquela que é a “constituição” da Briosa. Perto da uma da madrugada, com oito pontos aprovados, o presidente da mesa da AG, Paulo Mota Pinto, determinou fim da reunião ficando de agendar, oportunamente, nova reunião para discutir os restantes 60 pontos em análise.
O último ponto ontem aprovado prevê a possibilidade da Académica ter um segundo equipamento alternativo, além do branco. Uma questão algo polémica no seio dos adeptos mais tradicionalistas (quando há uns anos se falou em equipar em azul bebé levantaram-se de imediato vozes de contestação) mas que pode levar a um aumento de receitas. A cor, essa, ficou para ser definida pela Direcção mas obriga à consulta prévia de Direcção Geral da AAC, Conselho Académico e Assembleia Geral do OAF.
O plenário ficou ainda marcado por uma divergência entre Paulo Mota Pinto, e o associado Luís Santarino, o que levou o primeiro a interromper a sessão durante 15 minutos, sendo os trabalhos, posteriormente, retomados, embora tenha havido necessidade de nova contagem, pois o número não era muito superior aos 50 necessários.

in Diário de Coimbra (negritos da minha responsabilidade)

sexta-feira, fevereiro 05, 2010

Hoje: Assembleia Geral

ASSEMBLEIA GERAL DE ASSOCIADOS
CONVOCATÓRIA


Nos termos do artigo 60.º dos Estatutos, convoco a Assembleia Geral de Associados da Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol, em sessão extraordinária, para o dia 5 de
Fevereiro de 2010, pelas 20h00, no Auditório do Estádio Cidade de Coimbra, sito na Rua D. Manuel I, em Coimbra, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

  1. Apreciação e votação da Proposta de Alteração Estatutária (a referida Proposta de Alteração dos Estatutos encontra-se disponível para consulta dos Sócios no Site da AAC-OAF – www.academica-oaf.pt);
  2. Informações.

Caso não esteja presente o quórum previsto no artigo 62.º, n.º 1, dos Estatutos, a Assembleia funcionará a
partir das 21h00, com um mínimo de cinquenta Associados.


Coimbra, 20 de Janeiro de 2010
O Presidente da Assembleia Geral

Discurso Directo

Vamos estar atentos à excessiva ganância dos inícios de jogo do Sporting para o contrariar com as nossas armas. Estamos a registar essa ganância para contrapor nossos argumentos. Por vezes, ganância a mais dá em erros. Pode ser que não entrem tão bem organizados ou de uma forma cega para atingir um resultado positivo o mais rapidamente possível e nós estaremos com nossa estratégia.

É um jogo que não tem nada a ver connosco mas obviamente que os jogadores do Sporting vão querer transcender-se e as mensagens vindas a público vão no sentido de darem a volta o mais depressa possível, o que é legítimo. Ora, isso em nada facilita o nosso trabalho.

Arrependido (de não ter ido para o Sporting)? Não, de todo. As coisas não se podem colocar nesses termos. Não houve acordo entre clubes. Não há mais nada a dizer. É um grande clube, que interessa a qualquer treinador ambicioso. Neste caso, o interesse esbarrou no acordo entre clubes. Sinto-me envolvido neste projecto, um desafio agradável e difícil, para o qual me sinto preparado.

Acredito que podemos ir lá disputar jogo, como fizemos no Dragão e noutros lados. Ambas as equipas estão de orgulho ferido, portanto há vontade de ambas em se transcenderem e fazer algo. Para nós pode, ser um ponto, para eles isso já não serve. O importante é sermos capazes de interpretar bem o adversário, tentar fazer o nosso jogo, sem perder a nossa identidade, e ter em conta o que fizemos com os outros grandes.

Incomoda-me a lentidão com a qual se resolvem alguns problemas do futebol português. Na Premier League, salvo o erro, estas situações resolvem-se em 3 ou 4 dias. Em Portugal, se calhar, não estamos habituados a lidar com isto, talvez por isso demore mais. E quando saem castigos meses depois, é normal as pessoas sentirem-se injustiçadas.”

terça-feira, fevereiro 02, 2010

Licá no Trofense

Licá
Com a entrada de Bibishkov, Licá viu o seu espaço reduzido no ataque da Briosa e aceitou ser emprestado ao Trofense onde vai poder alinhar com mais regularidade.

O empréstimo será até ao final da época. Que tenha sucesso.

PS. A foto é de um fotojornalista cujo nome não conheço.

segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Bibishkov assinou até final da época


O avançado búlgaro Krum Bibishkov assinou contrato até final da época com a Académica. O jogador, que passou pelo Marítimo na época 2004/05 e depois pelo Penafiel, representada o Steaua Bucarest, na Roménia e é o primeiro reforço de inverno da Académica.
in A Bola 

Paços 2 – Briosa 1

Berger aos 47 minutos

Ricardo aos 85 minutos

Torres aos 90 minutos