segunda-feira, janeiro 30, 2006

Belíssima VITÓRRRRRIA

A AAC/OAF alinhou com Pedro Roma; Sarmento, Danilo, José Castro e Ezequias; Nuno Piloto (Luciano, 57 m), Roberto Brum, Zada (Hugo Alcântara, 82 m) e N’Doye; Gelson e Joeano (Serjão, 71 m).

Do onze inicial alguns destaques: Sarmento parece que conquistou o lugar de lateral direito (pelo menos na ausência de Nuno Luís), Zada e Piloto tiveram a oportunidade de jogar de início e a principal novidade foi a entrada de N'Doye.

N'Doye que justificou plenamente a aposta de Nelo Vingada ao ser um dos principais intervenientes no golo inaugural. Aproveitando uma perda de bola infantil de Binho, NDoye progride pelo flanco esquerdo, entra na área e mete para Joeano, que faz o golo aos 69 minutos.

Joeano que viria a sair no minuto seguinte para dar lugar ao outro reforço da AAC - Serjão.

Depois disto, Pedro Roma efectuou um par de extraordinárias defesas, o que permitiu que a Académica mantivesse a vantagem até ao final do jogo.

Belíssima VITÓRRRRRIA, e belíssimos 3 pontos que fizeram a AAC sair dos lugares de despromoção.

quinta-feira, janeiro 26, 2006

Reforços e manutenção

A Briosa terá de fazer 40 pontos para continuar na primeira Liga. As contas são faceis de serem feitas. Ao fim da primeira volta, a primeira equipa acima da linha de água tinha 20 pontos. A Briosa com 19 estava em baixo.

Significa que faltam 20 pontos em 15 jornadas. Dificil mas perfeitamente possível.

Ao se olhar para a classificação na parte de baixo da tabela, o panorama é este:

10. Marítimo 24
11. Rio Ave 24
12. P. Ferreira 22
13. Gil Vicente 21
14. Belenenses 21
15. Académica 20
16. V. Guimarães 16
17. Naval 15
18. Penafiel 8

O Penafiel parece já ter perdido as ilusões, a Naval ainda luta e o V. Guimarães resolveu continuar a investir forte na equipa. Há muito dinheiro ali investido e será uma autêntica surpresa ver esta equipa descer. Outra que também investiu bastante e que não está safa é o Belenenses.
O Paços vai respirando e o Gil Vicente teve um folego novo agora em Janeiro.
Destas seis equipas (AAC, Naval, Guimarães, Belenenses, Paços e Gil Vicente) deverão sair 3 para acompanhar o Penafiel.

Aceitam-se apostas.

Hadson em Coimbra

Também em Coimbra hoje, e falado como hipótese para reforçar a Briosa, estará Hadson Nery.

Jogador que rescindiu há poucos dias com o Travia, do escalão principal da Ucrânia, por "problemas externos e falta de compromissos financeiros".

Joga habitualmente a extremo-esquerdo e é considerado um extremo rápido e especialista em bolas paradas.

Parece que a equipa começa a compor-se.

N'Doye na Briosa

Segundo a Agência Lusa, o senegalês N'Doye vai ser reforço da Académica.

Este jogador estava em lítigio com o Penafiel onde chegou vindo do Estoril também depois de uma situação de conflito.

Jogando a médio, da única vez que o vi jogar ao vivo pareceu-me esforçado, mas sem grande capacidade técnica na construção de jogadas. Contudo o seu passado de conflito aconselha prudência. Muita prudência na gestão deste jogador.

A confirmar-se, a apresentação será hoje, às 12:00.

Quanto a números, segundo O Jogo, a Briosa "pagará, pela transferência, 500 mil euros ao Penafiel, que fica com uma percentagem (aparentemente, substancial) do passe no caso de uma eventual transferência do senegalês na vigência do contrato". A Bola adianta que o jogador "irá auferir 20 mil euros mês"

quarta-feira, janeiro 25, 2006

Zé Castro lesiona-se e é dispensado da selecção

Zé Castro, foi dispensado da selecção “B”, devido a uma entorse no tornozelo esquerdo, contraída durante o Portugal-Eslovénia de ontem, em Abrantes.

Entretanto, José Barros, médico da Académica, já disse à Agência Lusa que o jogador ainda vai ser reavaliado no departamento médico da Briosa e só depois será emitida uma opinião sobre se alinhará na segunda- feira, frente ao Vitória de Setúbal.

sábado, janeiro 21, 2006

Houve jogo?

A Briosa empata em casa 0-0 com o Nacional num jogo morno onde ninguém parecia ter vontade de ganhar.

Destaques negativos para Brum, Luciano e Ezequias. Os dois primeiros porque são capazes de fazer muito mais, o outro porque não parece saber mesmo fazer mais do que o que fez.

Destaques positivos para Roma e, pasme-se, Danilo.

sexta-feira, janeiro 20, 2006

Segundo reforço de Inverno

Depois de Sarmento, Nelo Vingada vê enriquecido o seu leque de opções com a aquisição de Serjão, jogador que já aqui tinhamos referido que estava nas cogitações dos dirigentes da AAC/OAF.

De Serjão, sei pouco mais dos que os números. Jogava no Portimonense, onde a época passada marcou 11 golos. Este ano, levava 4 golos marcados. Parece-me pouco para substituir quem este ano já tinha marcado 9 só no campeonato, mas pode ser que com outro enquadramento se venha a revelar uma boa aquisição.

quinta-feira, janeiro 19, 2006

O negócio segundo JES

JES "explicou" a venda de Marcel. Para que não haja más interpretações da minha parte, vou citar:

"todos os direitos e interesses foram totalmente salvaguardados. Isso implica, de forma muito clara, que a cláusula de rescisão foi atingida.
Ou seja, e repito os direitos e interesses da AAC/OAF foram totalmente salvaguardados. A questão de pagamento está a processar-se conforme foi acordada entre as duas instituições."


o Benfica fez a melhor proposta e o acordo está a ser escrupulosamente cumprido entre as partes. Se a transferência não se concretizar, trata-se do empréstimo mais caro da história do futebol.


Perceberam? Pois eu vou ter de ficar à espera de um desenho, que isto está cada vez mais confuso.

Mas a ser isto verdade, e juntando a dica de McBridden nos comentários, talvez o que se tenha passado é que o valor da transferência tenha sido reduzido em troca de um valor de empréstimo excessivamente alto. Com que intenção? Dupla: permite ao SLB não pagar tudo já, e permite à Briosa não ter de dar muito aos coreanos uma vez que estes tem a receber 20% de uma venda, e nada de um empréstimo. Será isso?

quarta-feira, janeiro 18, 2006

Os golos no Estádio da Luz

Pena que só mostrem um plano do penalty do Brum:

1 x 0 - Simão g.p. (4 m)
2 x 0 - Luisão (77 m)
3 x 0 - Nuno Gomes (90 m)

Mistério

Que história é esta de emprestar o ponta de lança responsável por marcar 60% dos golos da equipa?

Vender ainda se compreende, mas emprestar?

E no dia a seguir a ter feito declarações tão azedas como as proferidas por José Eduardo Simões no fim do jogo com o Benfica? E depois do director desportivo se ter queixado do procedimento negocial desse clube? E como únicas explicações esta frase:

O Benfica demonstrou interesse no Marcel. Nós acertamos com eles e felicitámos o Benfica e o jogador. Quanto ao acordo financeiro, é do foro interno dos dois clubes. Só posso dizer que foi um bom negócio para ambas as partes.


Será que a Direcção da Briosa foi ultrapassada e colocada perante uma situação onde não podia dizer não?

O facto é que o passe do Marcel custou muito dinheiro (1,8 Milhões por 80%) e a Briosa não tinha esse dinheiro. Ora eu se fosse dono do passe do Marcel gostaria de o ver seis meses emprestado a um clube grande. Terá sido isso que aconteceu? Terá sido o Presidente pressionado pelos investidores a ceder o passe ao Benfica?

Se foi esse o cenário, muita coisa começa a fazer sentido. E José Eduardo Simões deveria negociar com os investidores a possibilidade de virem jogadores em troca (Serjão, ex-Portimonense !?), para atenuar o golpe que esta saída prematura vai provocar.

Vamos esperar e ter confiança.

terça-feira, janeiro 17, 2006

Dia de todas as surpresas

O cipriota (?!) Stefanos Voskaridis, que se encontra na Académica a cumprir período de experiência, realizou hoje o primeiro treino com a equipa principal.

Voskaridis, de 25 anos, pode actuar como extremo em ambas as alas.

O jogador que esteve cinco épocas ao serviço do Paok Salónica, da Grécia, representa, actualmente, o Véria e foi internacional em todas as selecções jovens do Chipre, tendo sido por duas vezes internacional pela Selecção «A».

No Comments

Mais detalhes

Marcel diz que já sonha com o SLB há um mês. Mas não diz, porque não pode dizer, que esteve a um passo de ir para o FCP. Provavelmente o discurso seria o mesmo, só mudavam as siglas.

José Eduardo Simões fez valer a sua vontade de não receber nenhum jogador do SLB. O SLB fez valer a sua vontade de não dar mais do que 2,5 milhões.

Parece que a equipa da Luz vai desembolsar estes 2,5 milhões apenas por parte do passe (75% ?), ficando a dúvida sobre quem ficará na posse do resto. Recorda-se que a AAC-OAF apenas tinha 80% do passe.

José Eduardo Simões consegue assimpode vir a conseguir uma importante vitória no campo financeiro. O Jogador tinha custado 1,8 milhões e pode vir a renderparece ter rendido (além da manutenção a época passada) uma significativa mais valia.

Com dinheiro fresco, e sem ponta de lança, José Eduardo Simões deve reforçar o plantel. A mira começa por apontar para Wobay, jogador que esteve quase para vir para a Briosa emprestado e que à última da hora o Guimarães se pôs no negócio propondo a aquisição. Seria uma contratação que aplaudiria. Wobay é extremo esquerdo, posição que Fernando nunca foi capaz de fazer.

Mas falta um ponta de lança (Silva?). Alguém que marque golos. Há que ter confiança.

PS: os itálicos e os riscados foram alterações depois de saber que Marcel foi EMPRESTADO!!!!!

segunda-feira, janeiro 16, 2006

A Coerência do futebol

Ontem era a da indignação que se reflectiu por toda a alma Academista e que muito bem foi expressa na alegoria do nosso camarada de luta Francisco Martinho no seu blog:


«Nunca mais David, volta a repetir a vitória sobre o Golias. Acabaram-se os tempos em que as fundas e cinco pedras derrotam os gigantes guerreiros filisteus. David hoje, para além de ter de derrubar o gigante de três metros com uma arma de coiro e um punhado de calhaus do deserto, teria certamente que se ver com os capangas dele – que surgiriam mal os joelhos do capitão de guerra tremessem – e certamente com armas do mais sofisticado que se possam imaginar.

Mesmo que o mestre de armas caísse na terra de bruços, com a cara fundeada na lama, hoje, nenhum filisteu se ficaria pela afronta de uma luta justa. Viriam logo três ou quatro em seu auxílio e espancariam até à morte o pobre do David».



Mas como prémio de tão tremendo roubo, hoje oferece “o filho pródigo” com enorme felicidade.

E assim se vai assegurando os “direitos” e “interesses” da nossa BRIOSA

Marcel já é do Benfica

As negociações iniciadas no final de Dezembro estão próximas do final, devendo Marcel treinar em Lisboa na quarta feira.

Benfica e AAC já chegaram a acordo, estando definidos os montantes bem como os jogadores do Benfica que transitarão para Coimbra. Caso os jogadores não pretendam vir está também negociada a verba compensatória.

Refira-se que os nomes pretendidos pela Briosa são os de internacionais portugueses.

Aves na Taça

Os desafios dos oitavos-de-final da Taça de Portugal estão marcados para 8 de Fevereiro e à Briosa calhou o Desportivo das Aves (II), em jogo a disputar na Vila das Aves.

Para se aferir da dificuldade do jogo, importa referir que esta equipa foi a responsável pela eliminação do Braga.

domingo, janeiro 15, 2006

Derrota na Luz

A Briosa perdeu 3-0 na Luz num jogo que não pode deixar de ficar marcado pela equipa de arbitragem com decisões polémicas. Logo aos 3 minutos penalty por pretensa mão de Roberto Brum. Simão converte.

A Briosa não baixa os braços e cria as melhores oportunidades da primeira parte: Brum (10 m) e Filipe Teixeira (17 m) foram os homens em evidência.

Na segunda parte novas polémicas - pretensa mão de Luisão dentro da área benfiquista e golo do mesmo Luisão (78m) após centro de Nuno Gomes, onde alegadamente a bola já teria saído. Isto após a melhor hipotese da Briosa criada por Joeano(66 m).

O terceiro golo, apontado por Nuno Gomes surge já em período de descontos, quando os jogadores da Briosa já tinham deixado de acreditar.

Ficha do jogo:
Jogaram – Pedro Roma; Nuno Luís (Paulo Adriano, 75 m), Danilo (Dionattan, 61 m), José Castro, Hugo Alcântara e Ezequias (Joeano, 46 m); Filipe Teixeira, Roberto Brum e Sarmento; Gelson e Luciano.

Suplentes não utilizados: Dani, Zada, Vítor Vinha e Nuno Piloto.

Marcador: 1-0 por Simão (4 m, de g.p.); 2-0 por Luisão (78 m); 3-0 por Nuno Gomes (90+2 m).

Piores em campo: Hugo Alcântara, Ezequias e Sarmento
Melhores em campo: Pedro Roma, Filipe Teixeira e Brum

sábado, janeiro 14, 2006

Marcel de novo

Os jornais de hoje, O Jogo e Record confirmam aquilo que escrevi ontem, com a excepção de que o valor a pagar ao Benfica se situar mais próximo dos 2 milhões e meio, sinal de que os encarnados estão mesmo interessados no negócio e que o mesmo terá mais probabilidades de se confirmar.

Curiosa parece ser a reacção de alguns adeptos da Briosa. Criticavam o jogador ao fim de semana, criticavam a Direcção por se estar a endividar, e agora criticam a mesma Direcção por retirar uma mais valia financeira significativa.

Afinal, o que interessa é criticar.

sexta-feira, janeiro 13, 2006

Briosa na Selecção Nacional ‘B’

O seleccionador nacional da Selecção Nacional ‘B’, Agostinho Oliveira, chamou 26 jogadores para um estágio de preparação, em Rio Maior, nos próximos dias 16 e 17, a anteceder o Torneio Vale do Tejo, numa convocatória onde ao habitual Zé Castro se juntou o colega Sarmento. Sarmento estreia-se nas convocatórias a este nível, tendo sido já chamado várias vezes à Selecção Sub-20.

O estágio antecede a VI edição do Torneio Internacional Vale do Tejo, a disputar de 24 a 26 deste mês, e que conta, ainda, com as selecções da Eslováquia, Eslovénia e Geórgia.

Marcel mais uma vez

Já dado por várias vezes como estando certos no Benfica, o facto é que a novela Marcel continua com o jogador ainda ligado à Briosa. E o único facto é o de que Marcel dificilmente jogará este fim de semana .

Quanto ao negócio em si pouco se sabe. O SLB oferece menos de metade do que Lhe foi pedido e alguns jogadores (João Pereira e Nuno Assis) e o presidente da AAC continua um túmulo sobre o asunto, não divulgando a sua opnião nem junto aos seus mais próximos colaboradores.

Alguns dos investidores em Marcel parece que já fizeram saber estar receptivos a valores mais baixos (os tempos são maus para todos), mas JES sabe que os jogadores que vêm do SLB não são garantia de manutenção e a tabela classificativa exige atenção. Por outro lado a aparente(*) desistência do FCP no negócio faz baixar consideravelmente as perspectivas de um "grande" negócio.

Certo, é o pacto de silêncio que todos juraram (SLB, AAC e jogador) cumprir até segunda feira, esperando-se novidades na próxima terça feira.

(*) Aparente, porque só quem não tem memória se esqueceu de como o César Peixoto foi para as Antas. Por isso, Pinto da Costa mais uma vez está a faltar à verdade.

Balanço

No final da primeira volta, é uma boa altura para se fazer um balanço. E se comparado com o ano passado há uma noticia positiva - mais seis pontos, há uma outra negativa: estamos a um ponto da linha de água, já para não falar que a qualidade do jogo jogado é bastante fraca.

Se este ano apenas descessem 3 equipas a Briosa estaria 5 pontos acima da linha de água. Mas descem 4 equipas e como tal, estar um ponto abaixo da linha de água é motivo para grande preocupação.

O ano passado, esta época serviu para rechear a equipa de qualidade. Vieram Marcel e Roberto Brum, dois jogadores que se afirmaram facilmente como titulares na equipa e que foram decisivos para a manutenção.

Este ano, Sarmento é a única entrada confirmada, e fala-se nas possíveis saídas de Marcel e Brum.

sábado, janeiro 07, 2006

Empate na Madeira

Marcar dois golos no Estádio dos Barreiros, é uma óptima notícia. Empatar o jogo nem tanto. O que falta então a esta equipa para sair deste lugar? Centrais que joguem com a cabeça no lugar. Zé Castro parece estar com a cabeça em Sevilha, e Hugo Alcântara joga melhor na área adversária do que na sua própria área.

Ridícula a maneira como a Briosa se encontrou a perder ao intervalo, isto depois de ter sido a primeira a marcar, por Joeano ao 15 minutos. Depois Rincón (34') e Marcinho (45') marcaram pelo Marítimo em lances onde a defesa da Académica andou a ver navios.

Notas de destaque para a estreia de Sarmento (bom jogo), o esforço de Filipe Teixeira e a inspiração de Joeano.

De negativo, a péssima organização defensiva e a incapacidade dos centrais se organizarem nos lances de bola parada.

Ficha de jogo (*):
Pedro Roma 3
Nuno Luís 3
Hugo Alcântara 3
Danilo 2
Zé Castro 2
Ezequias 2
Roberto Brum 3
Nuno Piloto 3
Luciano 3
Joeano 3
Filipe Teixeira 4


Suplentes:
Eduardo  
Gelson 2
Dionattan 2
Zada  
Paulo Adriano  
Vítor Vinha  
Sarmento 2


Substituições:
Min.SaiEntra
57' Nuno PilotoSarmento
57' EzequiasDionattan
66' DaniloGelson

(*) Retirado de maisfutebol.

Derrota de Marcel

Muitas vezes perguntamo-nos porque determinado jogador não atingiu patamares mais elevados. Falta de talento, sorte, e muitas vezes de cabeça.

Como disse, estava tudo encaminhado para a saída de Marcel, só faltando um pequeno pormenor - o dinheiro. Havia clubes, havia vontade das 3 partes envolvidas, só não havia dinheiro que uns queriam e outros não queriam dar, preferindo pagar de outra forma. É que as partes afinal não eram apenas 3, mas sim 4, e a esta ultima só interessa dinheiro.

Dia 1 de Janeiro chegou e nem sombras da capa de jornal. E a cabeça de Marcel começou a mostrar que as cabeçadas que dá na bola vão-lhe matando os neurónios.

Ao fazer birra, como bom jogador brasileiro que é, afastou alguns clubes pouco interessados em atitudes pouco profissionais. As cólicas que teve também criaram um ambiente de balneário pouco simpático, tirando as dúvidas (a quem ainda as pudesse ter) sobre o carácter do brasileiro.

E assim Marcel perdeu. Quer a Briosa ganhe ou perca daqui a nada na Madeira, Marcel vai perder. Se a Briosa ganhar, perde porque a equipa mostra que não precisou dele; se a Briosa perder, Marcel perde o respeito dos seus colegas que lutaram em campo.

O futuro é confuso. Há clubes interessados, mas que dificilmente passam dos 2 milhões, talvez 2,5,mas nunca 3,5. Da viagem de José Eduardo Simões ao Brasil também não parece que tenha sido encontrado um substituo que desse garantias. Marcel vai ter de decidir o que fazer. E eu aconslhava-o a deixar de pensar em sair e começar a jogar. Porque uma coisa lhe garanto: sem jogar dificilmente alguém o quererá nalgum lado.

quarta-feira, janeiro 04, 2006

Americano à experiência na Académica

O defesa Steve Purdy, internacional pela selecção norte-americana de sub-20, cumpre período de testes junto do plantel da Académica.

Oriundo da Universidade de Berkley, na Califórnia, o jogador, de 20 anos, pode também actuar no meio-campo, estando em Coimbra para tentar mostrar valor ao técnico Nelo Vingada.

terça-feira, janeiro 03, 2006

As cólicas de Marcel

Marcel apareceu ontem no campo de treinos, mas ficou impedido de alinhar com os colegas devido a uma enorme dor de barriga, como é bem visível pela foto. Esperamos ansiosamente pela desculpa esfarrapada de amanhã.